Jupiter Marina Hotel: Amor e uma cabana. Mas das boas

Em Portimão, achámos um refúgio ideal para ir a dois e voltar a ser miúdo sem abdicar de ser adulto.
Jupiter Marina Hotel
Por João Pedro Oliveira |
Publicidade

Lá dizia o outro, isto para fazer campismo não há nada que chegue a um bom hotel. A idade vai nos aburguesando, não há que contrariar, e a rapaziada que ainda ontem adorava dias de praia, noites de rambóia e que lá pela manhã se recolhia alegremente em dois metros quadrados de tenda ou na cama de qualquer pardieiro, continua a achar tudo isso muito bonito mas já pedindo outros confortos e mordomias. A este processo natural de evolução da espécie chama-se crescer e é bom.

Jupiter Marina Hotel

Jupiter Marina

Ora, o novíssimo Jupiter Marina Hotel em Portimão – já tinha aberto portas no final do Verão de 2017 para se testar, mas só neste mês de Março reabre em pleno e afinado – foi erguido um pouco a pensar nesta categoria de gente. Um quatro estrelas cool, com piscina infinita e bar no terraço, e em baixo 150 quartos de conforto prático (incluindo seis suites), todos com varandas e boas vistas de rio. Fica junto às ruínas do Convento de São Francisco e ao Porto Comercial de Portimão, mesmo em frente à estrada que dá acesso ao bulício da Praia da Rocha, mas convenientemente plantado no sossego das margens do Arade.

O hotel nasceu nas ruínas da antiga fábrica de conservas Facho que aqui funcionou até 1923. Restou a chaminé da fábrica, que foi recuperada e integrada no novo edifício, e o nome que, em homenagem, baptiza o restaurante da casa, no piso zero. A cozinha do Facho está entregue ao chef Carlos Guerreiro, que aposta em aperaltar uma cozinha sul e mediterrânica com aqueles cuidados típicos de uma mesa pensada para jantarinhos a dois. Há 70 lugares lá dentro e outros 70 na esplanada exterior (conte pagar, em média, uns 30€ por cabeça).

Viagens

À medida de dois

Na zona mais pitoresca de Portimão ergue-se agora este edifício ondulado, a imitar o movimento do mar. Por dentro, é a praia a servir de mote discreto para a decoração interior, cuidada ao detalhe mas despojada, confortável mas perfeitamente enquadrada com o espaço e o lugar. A alcatifa do corredor imita discretamente areia de praia, as cadeiras em tesoura de Monchique e os outros apontamentos regionais, das peças em corda às alcofas de palhinha que pontuam as madeiras claras no mobiliário de linhas direitas, sempre utilitário como o design deve ser.

A oferta deste Jupiter Marina Hotel é clara, assumida, e um passo inteligente de um grupo hoteleiro de base familiar: não é para famílias. “Tal como dissemos desde início”, relembra-nos a sub-directora do hotel Elsa Azevedo, “não é obrigatório mas é aconselhável que os hóspedes tenham mais de 16 anos”. Dito de outra forma, isto não é para gaiatos. Ou antes, até é, mas daqueles que já requerem outras mordomias.

Publicidade

Como chegar
Nada que enganar. Sempre direito a Portimão, seguir depois pela estrada junto ao rio que dá acesso à Praia da Rocha.

Preços
Quartos a partir dos 50€ (época baixa)

Planos de Fuga

Hotéis

Anantara Vilamoura

Não só é um dos hotéis mais luxuosos do Algarve, como se reinventa em programação variada ao longo do ano. Para quem quer descanso absoluto, o resort garante jardins exteriores abrigados do stress e várias piscinas (uma delas só para adultos), onde pode mergulhar num verão que teima em ficar. Já para quem gosta de se mexer nas férias, saiba que, a 5 e 6 de Outubro, o EMO (o restaurante de fine dining do Anantara) recebe um ilustre residente português no Canadá. O Ferreira Café, aberto desde 1996 em Montreal, fará um take over do espaço, com Carlos Ferreira e o Chef João Dias a viajarem pela gastronomia nacional. No dia 6, o jantar contará com uma degustação de vinhos da Malhadinha Nova. O menu custa 125€ por pessoa (acrescente 60€ com o wine pairing).

Hotéis

Cerca Design House

No meio é que está a virtude e a Cerca Design House está entre a Serra da Gardunha e a Serra da Estrela. É uma verdadeira casa de campo para descobrir bem longe da azáfama citadina. A Cerca Design ergue-se na pequena aldeia de Chãos, no Fundão. É um tesouro bem guardado para deixar para trás o stress citadino e entrar em simbiose com a natureza que engole as instalações.

Publicidade
Porto Pim Bay
D.R.
Hotéis

Porto Pim Bay

A localização não poderia ser melhor: a Baía de Porto Pim, uma das maravilhas naturais da Horta, com tons de azuis impossíveis de reproduzir digitalmente (quanto mais por palavras). Fica perto do centro do Faial, e do seu Porto, onde diariamente chegam barcos de todo o mundo — e, ao mesmo tempo,  partem mini-barcos à procura de baleias e golfinhos para eternizar em álbuns de recordações. O hotel privilegia as linhas modernas e usa a típica madeira local, a criptoméria, nos quartos. O Porto Pim Bay tem cinco apartamentos, entre o TO e o T3, todos eles com cozinha equipada.

Pousada de Marvão
D.R.
Hotéis

Pousada de Marvão

Quase colada a Espanha, a Pousada de Marvão é um hotel de charme que ocupa quatro casas tradicionais alentejanas. A poucos quilómetros de Portalegre, conjuga atitude e altitude, o que garante uma vista deslumbrante sobre as planícies e vales — portugueses e espanhóis. A Pousada deve a sua origem à vontade de Jeremias da Conceição Dias, que, ao herdar uma casa, resolveu uni-la à do vizinho sacristão, para construir uma estalagem. Apresse-se, entre 5 e 7 de Outubro decorre o Al-Mossassa, o festival de cultura islâmica.

Publicidade
belmond reid's madeira
©DR
Viagens

Belmond Reid's Palace

Longe vão os tempos em que se chegava quase exclusivamente de barco ao mítico hotel madeirense onde Winston Churchill costumava pernoitar. Elegante e luxuoso, o Reid’s mantém a aura de outros tempos, com uma decoração sofisticada e um chá das cinco (35,50€) digno de figurar num episódio de Hercule Poirot. Tal como o seu vizinho aqui de cima tem um restaurante agraciado pelo guia de pneus, o William, liderado por Luís Pestana, e detentor de uma estrela. Os quartos começam nos 315€.

Publicidade