A lógica da batata: as melhores batatas fritas no Porto

Em palito, às rodelas ou em caracol. Com casca, sem casca ou só casca. Rústicas ou tradicionais. Estas são as melhores batatas fritas no Porto
Batatas Fritas
© Manuel Manso
Por Inês Bastos |
Publicidade

Poucos acompanhamentos têm o poder de elevar ou baixar a fasquia de uma refeição como as batatas fritas. Se chegarem à mesa flácidas, sem cor e ressequidas, não há bife, por tenro que seja, capaz de devolver qualidade ao repasto. Por outro lado, se se apresentarem no ponto, douradas e estaladiças, conseguem fazer qualquer comensal esquecer um conduto menos bem conseguido. É esta a lógica da batata e estas são as melhores batatas fritas no Porto.

Use a caixa de comentários em baixo para nos dar a sua opinião ou, caso não constem desta lista, partilhe connosco quais as batatas fritas de que mais gosta no Porto.

Recomendado: Os melhores hambúrgueres no Porto

A lógica da batata: as melhores batatas fritas no Porto

batatas  Cantinho do Avillez
© João Saramago
Restaurantes, Português

Cantinho do Avillez

icon-location-pin Flores

Simples e sem grandes truques. Sem casca, molhos ou ervas, José Avillez prova que quanto menos se altera o sabor natural da batata, melhor. São fritas até estarem douradas por fora, mas sem comprometer o interior cremoso. À mesa chegam apenas com flor de sal. Para além de ser mais saudável, isso dá-nos o prazer de trincar uma ou outra pedra pelo caminho. Em palitos ou às rodelas, a receita é a mesma. Ou seja, é possível variar na forma sem ter de abdicar do sabor.

real hamburgueria
©Cláudia Paiva
Restaurantes, Hambúrgueres

Real Hamburgueria

icon-location-pin Baixa

Aqui servem-se os tradicionais palitos, com um toque muito próprio e cortados à mão. Vão para a mesa com sal e alecrim, a acompanhar os vários e bem bons hambúrgueres da carta. O segredo, dizem, está na variedade da batata e no timing da fritura. Esta é feita de uma só vez, a provar que não são precisas várias tentativas para se acertar no sabor ideal.

Publicidade
batatas The Dog Casa do Cachorro
©DR
Restaurantes, Cervejarias

The Dog – Casa do Cachorro

icon-location-pin Boavista

O The Dog Casa do Cachorro, na Boavista, é o espaço mais recente dedicado a cachorrinhos. Sempre acompanhados por uma tigela de batatas fritas como manda a lei: estaladiças, secas e com a dose certa de sal. Com sorte, no final da taça ainda encontra aquelas pontinhas extra-estaladiças. 

Boulevard Burger House
©DR
Restaurantes, Hambúrgueres

Boulevard Burger House

icon-location-pin Cedofeita

Cortadas manualmente, as batatas fritas deste diner americano são dignas de acompanharem alguns dos melhores hambúrgueres da cidade. Vêm para a mesa com alguma casca. E isso é bom: dá-lhes crocância e sabor. São servidas com pouco sal para depois serem mergulhadas à séria nos molhos disponíveis. O melhor? Maionese e alho, claro.

Publicidade
batatas casa guedes
© João Saramago
Restaurantes, Português

A Casa Guedes

icon-location-pin Baixa

Para as batatas fritas, tal como para o pernil, não há segredos. Pelo menos é o que dizem na Casa Guedes. Aqui, as batatas são descascadas e cortadas em palitos à mão pelas senhoras da cozinha. Ou talvez seja todo esse trabalho o segredo. Depois é simples: fritam uma vez, temperam-se com sal fino e estão prontas a acompanhar a sandes. Uma casa que já provou que a tradição nunca passa de moda.

Hambúrguer de novilho com chutney de manga e queijo de cabra - Bugo Art Burgers
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Hambúrgueres

Bugo Art Burger

icon-location-pin Cedofeita

No Bugo Art Burger não há como lhes escapar – o que não é sacrifício nenhum – pois são opção para todos os hambúrgueres da casa. As chips de batatas caseiras são laminadas às rodelas de forma a serem estaladiças por fora, mas sem perderem o centro macio. Leves para contrabalançar com o hambúrguer que acompanham, são temperadas com especiarias, sal e paprica.

Publicidade
Lado B
©DR
Restaurantes, Cervejarias

Lado B

icon-location-pin Santa Catarina

O Lado B já foi várias vezes premiado pelas suas batatas. Palitos e rodelas crocantes e com o tamanho ideal para mergulharem de cabeça no molho. O melhor destas batatas fritas é não serem nada gordurosas, o que ajuda, tendo em conta que ao lado provavelmente estará uma francesinha. São estaladiças nas pontas, ao ponto de se fazer ouvir aquele barulho tão característico. O sal é ao ponto, e ainda bem.

batatas Casa Agrícola
© João Saramago
Restaurantes, Fusão

Casa Agrícola

icon-location-pin Campo Alegre

Uma torre de batatas. Ou uma montanha. Muitas, é o que interessa. Dizer que são palitos é pouco. Esta é a autêntica batata palha, descascada e cortada na cozinha do chef Carlos Fonseca. Estaladiças e pouco salgadas, melhor era impossível. Um aviso: proteja bem o prato daquela pessoa que tenta sempre roubar uma batata frita antes da comida pousar na mesa. Como acontece num jogo de jenga, esse será um movimento arriscado.

Publicidade
Santiago
© João Saramago
Restaurantes, Cervejarias

Café Santiago

icon-location-pin Santa Catarina

Descascadas à mão, cortadas e fritas no momento, as batatas fritas que acompanham a francesinha do Café Santiago são das melhores da cidade. E a verdade é que são boas assim mesmo, simples, mas ficam bem melhores se as mergulhar no incrível e guloso molho que faz as delícias de quem por lá passa.

República dos Cachorros
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Cervejarias

República dos Cachorros

icon-location-pin Baixa

Há quem diga que na República dos Cachorros se comem as melhores batatas fritas do Porto. Para o crítico Francisco Beltrão, que avaliou o restaurante em 2015, são "fora de série". "Verdadeiras, pequeninas, fritas no ponto, gulosas, bem gulosas", escreveu. E viciantes, acrescentamos nós.

Mais restaurantes no Porto

Pudim de chia Bird of Passage
© João Saramago
Restaurantes, Restaurantes

Três sítios para comer pudim de chia no Porto

A comida saudável caiu nas graças dos portuenses. E ainda bem. Porque muitos trocaram a torrada do pequeno-almoço e o bolo de chocolate da sobremesa por coisas igualmente saborosas (mas que fazem muito melhor à saúde) aqui tem uma lista com três sítios para comer pudim de chia no Porto.

Publicidade