A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

A Ponte 25 de Abril vai dar um novo miradouro a Lisboa

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

É em Setembro a inauguração do Centro Interpretativo da Ponte 25 de Abril, que vai trazer um novo miradouro à cidade. Antes de olhar para o passarinho lemos o projecto de pés bem assentes no chão.

O nome do Experiência Pilar 7 – Centro Interpretativo da Ponte 25 de Abril podia ir parar a um filme de ficção científica e a verdade é que vai mesmo aproximar os lisboetas das estrelas através de uma viagem tecnológica cheia de experiências multimédia e realidades virtuais. Contas feitas, este passeio irá percorrer, virtualmente, os 300 mil m2 de betão da Ponte 25 de Abril.

Hoje o pilar 7, junto à Avenida da Índia em Alcântara, é ainda apenas um pilar. Mas vai tornar-se o pilar mais importante da cidade, quando se transformar na zona de acesso ao aguardado Centro Interpretativo da Ponte 25 de Abril que abrirá este mês, ainda sem data definida. Tudo graças uma parceria entre a Infraestruturas de Portugal (IP), a Câmara Municipal de Lisboa, a Associação de Turismo de Lisboa e a Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa.

A ideia é permitir que possamos estar na ponte sem ser só de passagem. Esta "Experiência Pilar 7" prevê a visita por dentro e por fora de um dos pilares que amarram os cabos da ponte suspensa, bem como a subida ao topo desse pilar, não sem antes passar por uma série de alas que contam a história e explanam os números da obra, como ela se foi desenvolvendo e outros factos curiosos, com apoio de uma maqueta original de grandes dimensões.

Numa das salas, a Sala dos Trabalhadores, está prevista a instalação de projecções de imagens estáticas e excertos de filme. Noutra, os visitantes serão surpreendidos pelo estremecer real da estrutura com a passagem do comboio. A aventura estende-se por uma série de salas que nos permitem ver os gigantes cabos que amarram a ponte ou viver uma experiência sensorial da dimensão vertical da estrutura com a ajuda de espelhos. Até que chegamos ao miradouro. Um elevador panorâmico vai transportar os visitantes ao nível do tabuleiro ferroviário, a 80 metros de altura, e a uma varanda com paredes de vidro e chão em grade, não recomendada a quem tenha vertigens. À saída será convidado a tirar uma fotografia virtual que simula a sua presença em pontos apenas acessíveis aos técnicos de manutenção.


+ 5 coisas que não sabe sobre... a Ponte 25 de Abril

+ Os melhores miradouros em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade