Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Seis programas para celebrar o Dia Mundial da Poesia

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Photograph: Shutterstock

Seis programas para celebrar o Dia Mundial da Poesia

Online ou à janela, há muitas maneiras de celebrar o Dia Mundial da Poesia dentro de casa.

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Dia Mundial da Poesia celebra-se a 21 de Março (e, fazemos figas, no resto do ano também). A data foi aprovada em 1999, na 30.ª Conferência Geral da UNESCO, em Paris, para assinalar a importância da diversidade do diálogo e da livre criação de ideias. Por todo o mundo, é comum comemorar-se com leituras, conferências, concertos (não fosse a música nada mais do que poesia cantada), exposições, poetry slams, oficinas criativas e até feiras do livro. Mas este ano, com a pandemia a virar o mundo do avesso, é preciso resguardo. Ainda assim, há várias propostas de coisas para fazer dentro de casa, online ou à janela. Para aproveitar ao máximo, reunimos seis programas para celebrar o Dia Mundial da Poesia.

Recomendado: Os poetas que escreveram sobre Lisboa

Coisas para fazer online no Dia Mundial da Poesia

Poesia
Poesia
Fotografia: Álvaro Serrano

1. Oeiras propõe 24 horas de programação

Este ano, o Dia Mundial da Poesia será celebrado pelo município e as bibliotecas de Oeiras com 24 horas de programação em formato digital, que arrancam já no sábado, 20 de Março, a partir das 00.00. Ao longo do dia, haverá leitura de poemas por vários convidados, como o autor e crítico literário José Mário Silva, a escritora e poetisa Maria Teresa Horta e até o presidente da Câmara Municipal, Isaltino Morais. Mas a programação, que poderá consultar no site da autarquia, é extensa e inclui ainda conversas sobre poesia, leituras de poemas, entrevistas sobre diferentes iniciativas, como a Mostra de Artes da Palavra e a Poesia FM – Rádio e Cultura, e até um espectáculo da Lisbon Poetry Orchestra.

Dia Mundial da Poesia
Dia Mundial da Poesia
Casa Fernando Pessoa

2. Versos à janela em Campo de Ourique

Este ano, estando a Casa Fernando Pessoa de portas fechadas, não se realizará a habitual Feira do Livro de Poesia, no Jardim da Parada, mas convidam-se os vizinhos de Campo de Ourique a estender à janela panos com frases de poetas portugueses. Se quiser participar, basta ir à Biblioteca/Espaço Cultural Cinema Europa, para levantar um dos estandartes produzidos pela Junta de Freguesia de Campo de Ourique e pela Casa Fernando Pessoa.

Publicidade
Dia Mundial da Poesia
Dia Mundial da Poesia
Poesia à Mesa

3. Poesia à Mesa

O festival literário Poesia à Mesa, que se costuma realizar todos os anos em São João da Madeira, regressou a 15 de Março numa versão totalmente virtual, que se prolonga até ao Dia Mundial da Poesia, nas redes sociais do Município. A partir das fábricas, os trabalhadores dão voz à poesia, com transmissões diárias, de segunda a sábado. E momentos de performance e música, com Paulo Condessa & Dois Líricos, levam Curtas Poéticas à sua mesa, ao almoço e ao jantar, de segunda a domingo. Mas há muito mais. E vale tudo a pena.

Dia Mundial da Poesia
Dia Mundial da Poesia
Fotografia: Sinitta Leunen

4. Poema Virtual

Este ano, em tempos de pandemia, o município da Murtosa celebra a data, lançando o desafio “Poema Virtual”, que convida todos aqueles que gostam de poesia a gravar um pequeno vídeo, declamando um poema seu ou de um autor que apreciem. Os vídeos devem ser simples, sem qualquer edição especial ou banda sonora, podendo o declamador, se assim quiser, deixar algumas notas pessoais sobre o poema ou o autor que apresenta. Para participar, bastará enviá-los por e-mail (gap@cm-murtosa.pt) ou para a caixa de mensagens da página do Facebook do Município.

Publicidade
Dia Mundial da Poesia
Dia Mundial da Poesia
Fotografia: Alireza Attari

5. Poemas em audiolivro

No Dia Mundial da Poesia, 21 de Março, a Biblioteca Municipal de Viana do Castelo vai lançar um audiolivro, numa primeira produção para leitores com necessidades especiais. Para não perder pitada, basta estar atento à página de Facebook da biblioteca, onde será divulgado um excerto de Poemas de Amor: Antologia de poesia portuguesa, de Inês Pedrosa, editado pela D. Quixote. Até lá, aproveite para ouvir os vídeos do projecto “Uma história de cada vez”.

Lisboa literária

cómoda de fernando pessoa na casa museu de fernando pessoa
©José Frade

Casas de escritores: Um roteiro literário de Lisboa

Coisas para fazer

Alguns espaços receberam novos inquilinos, outros tornaram-se museus que celebram o trajecto dos escritores, outros, ainda, serviram-lhes unicamente de última morada. De colina em colina, por ruelas, becos, largos e avenidas, de um rés-do-chão para Camões a um miradouro para Sophia, sem esquecer essa fachada emblemática no Bairro Alto por onde passaram não um mas vários escritores, a cidade fervilha com a presença histórica.

Calvin Esparguete
©DR

Livros sobre Lisboa que tem de ler

Compras Livrarias

A cidade tem pano para mangas e muitas histórias para contar. E são muitos os que partilham as suas investigações, talentos, experiências e sapiência nas páginas destes livros sobre Lisboa. As edições que se seguem têm a cidade das sete colinas como pano de fundo, embora a tratem sob diferentes perspectivas, de transportes públicos, arte, cultura e roteiros a histórias de tempos idos ou até a um gato aventureiro.

Publicidade
Livraria Letra Livre
©DR

Roteiro de livrarias independentes em Lisboa

Coisas para fazer Centros culturais

Sítios onde é pouco provável que encontre um exemplar de “Maria Vieira no País do Facebook” mas de certeza que tropeça numa obra de Konsalik. Já agora, por que raio há tantos livros de Konsalik à venda em Lisboa? Não sabemos a resposta a essa pergunta, mas sabemos bem quais são as nossas livrarias independentes preferidas.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade