Oito coisas para fazer no Dia Mundial da Poesia

Leituras, edições, itinerários. Este programa é um livro aberto para celebrar o Dia Mundial da Poesia em Lisboa

Photograph: Shutterstock

Foi em 1999, em Paris, que a UNESCO aprovou a criação do Dia Mundial da Poesia. Para celebrar a 21 de Março – e o resto do ano. Siga o nosso roteiro pela cidade. 

Recomendado: Lisbon Poet Orchestra: 15 poemas ilustrados para ouvir e declamar em casa

Coisas para fazer no Dia Mundial da Poesia

Feira do livro em Campo de Ourique

Não um mas vários dias de Feira do Livro de Poesia. O ponto de encontro é o Jardim da Parada, em Campo de Ourique, e a programação estende-se pela Casa Fernando Pessoa, pelo Espaço Llansol e pelo Espaço Cultural Cinema Europa, outras coordenadas culturais do bairro.

De quarta-feira a domingo, há leituras de poesia, visitas temáticas, actividades para bebés, concertos, apresentações de livros e palestras. A feira no jardim decorre todos os dias entre as 12.00 e as 20.00. 

+ O melhor de Campo de Ourique

Ler mais
Campo de Ourique

Um dia de festa na Casa Fernando Pessoa

O Dia Mundial da Poesia é também o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial, ambos celebrados pela Casa Fernando Pessoa, com um evento marcado para as 21.00 desta quarta-feira. Durante oito semanas, não-profissionais do teatro reuniram-se para trabalhar o poema Tabacaria em português e nos crioulos de Cabo Verde. Os famosos versos de Álvaro de Campos serão agora lidos num encontro que conta ainda com a presença de António Fonseca, o actor que decorou Os Lusíadas.

Estará à venda também a nova edição bilingue de Tabacaria, em português e cabo-verdiano, traduzida por Apolo de Carvalho e publicada pela Casa Fernando Pessoa e pela Associação AfroLis. A entrada é livre, limitada à lotação da sala. 

Ler mais
Campo de Ourique
Publicidade
Um roteiro pelos primeiros livreiros de Lisboa

Um roteiro pelos primeiros livreiros de Lisboa

Com o panorama das velhas livrarias na cidade cada vez mais exíguo (a Livraria Trindade é a próxima a fechar), nada como recuperar a história do livro, as suas origens, conhecer os primeiros livreiros em Lisboa as suas oficinas.

Embarque num percurso que começa no Alto de Sª Catarina, a padroeira dos tipógrafos, editores e livreiros e que passa por algumas das livrarias mais emblemática ainda existentes. Inscreva-se para lisboa.cultural@cm-lisboa.pt ou através do 218 170 742 (3.69€).

Livros à solta no Centro Cultural de Belém

De 21 a 24 de Março, entre as 15.00 e as 19.00, a Livraria Bertrand associa-se às comemorações do Dia Mundial da Poesia no Centro Cultural de Belém, com uma feira do livro dedicada a este género. Procure pelo seu poeta preferido ou deixe-se surpreender pelas mais recentes novidades na entrada e recepção do CCB. 

Ler mais
Belém
Publicidade

Poesia com as canções de Márcia

Uma partilha de poemas por leitores de poesia, numa sessão conduzida por Anabela Mota Ribeiro. Pela Bertrand do Chiado passam a ensaísta e poeta Maria João Cantinho, a cantora Márcia (que vai trazer poemas-canções) e o jornalista e director do Expresso Pedro Santos Guerreiro. Apareça pelas 18.30.

Ler mais
Chiado
Publicidade

Tertúlia na Biblioteca Camões

Um pouco por toda a rede de Bibliotecas de Lisboa, a efeméride é assinalada com actividades. Na Camões, por exemplo, bem no coração da cidade, o festejo está a cargo da Escrever Escrever, que mensalmente organiza as tertúlias em voz alta Ler Ler.

As palavras dos livros de poesia são as protagonistas desta quarta-feira. A entrada é livre, mediante marcação prévia. Das 18.30 às 20.00. 

Ler mais
Chiado/Cais do Sodré

Um pouco de Drummond no Museu da Música

A partir das 19.00, decorre a quarta sessão da edição 2018 do ciclo “Poesia no Museu”, que vai muito além de dia 21. A poesia de Carlos Drummond de Andrade justifica a viagem no tempo até ao século XX. A sessão no Alto dos Moinhos é conduzida por Alva Martínez Teixeiro.

Ler mais
Sete Rios/Praça de Espanha
Publicidade

Lisboa literária

Roteiro de livrarias independentes em Lisboa

Sítios onde é pouco provável que encontre um exemplar de “Maria Vieira no País do Facebook” mas de certeza que tropeça numa obra de Konsalik. Já agora, por que raio há tantos livros de Konsalik à venda em Lisboa? Não sabemos a resposta a essa pergunta, mas sabemos bem quais são as nossas livrarias independentes preferidas. 

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Livrarias para crianças em Lisboa que tem mesmo de visitar

Um-dó-li-tá: o difícil é escolher onde comprar. Em Lisboa já existem algumas livrarias dedicadas aos mais pequenos, onde a literatura infanto-juvenil é o foco, os livros de editoras independentes têm lugar de destaque e o mundo da ilustração é a chave de ouro. 

Ler mais
Por Francisca Dias Real
Publicidade

Estas livrarias em Lisboa dão-lhe mais que fazer

Nem só de livros vivem estas livrarias em Lisboa. Eles estão lá, mas logo ao lado há também cartas de vinhos e gins. Outro tipo de literatura, portanto. Estas são livrarias especiais, onde uma visita significa muito mais mais do que virar umas páginas e ler meia dúzia de prefácios na diagonal. Têm exposições de arte, conferências, ciclos de leitura, workshops e até jogos de tabuleiro, para não falar no cafezinho da praxe. 

Ler mais
Por Mauro Gonçalves

Comentários

0 comments