Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Roteiro de livrarias independentes em Lisboa

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

leituria
Duarte Drago Leituria

Roteiro de livrarias independentes em Lisboa

Não estão presas a uma cadeia, franchising ou conglomerado. Estas são as melhores livrarias independentes em Lisboa e estão à espera da sua visita

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Sabemos bem quais são as nossas livrarias independentes preferidas, aquelas que não estão presas a uma cadeia, um franchising, um conglomerado ou qualquer tipo de substantivo colectivo usado para designar agremiações do género. Na hora de pensar em rechear as estantes lá de casa, lembre-se destes pequenos livreiros e do esforço hercúleo que têm feito para sobreviver a confinamentos de porta fechada e a lutar pela sobrevivência dos negócios locais. Vá, tome nota das sugestões que temos para si, certamente não encontrará por aqui nenhum exemplar de “Maria Vieira no País do Facebook”. E ainda bem, aqui é gente séria.

Recomendado: Dos códices e incunábulos ao Harry Potter: uma viagem pelas bibliotecas em Lisboa

As melhores livrarias independentes de Lisboa

It's a Book
It's a Book
©DR

1. It's a Book

Compras Livrarias Lisboa

É uma livraria oficina, repleta de edições impressas e de workshops que giram à volta deste velho-novo mundo de papel. As sugestões para miúdos são o ponto alto desta morada em Arroios, mas os adultos não quererão ficar à porta. 

Tinta nos Nervos
Tinta nos Nervos
Fotografia: Duarte Drago

2. Tinta nos Nervos

Coisas para fazer Estrela/Lapa/Santos

É galeria, café e livraria, tudo ao mesmo tempo. Sob o lema de que o desenho não tem fronteiras, é a esta arte que a Tinta nos Nervos se dedica. Na livraria douram as prateleiras autores como Philipe Guston, Lorenzo Mattotti, Robert Crumb, Charles Burns, Bruno Munari, Hector de la Valle, Maria João Worm, Dinis Connefrey, Filipe Abranches, André Ruivo ou Ema Gaspar. Na galeria as exposições vão rodando, e ao fundo há um café com esplanada interior. Enquanto as portas estão fechadas, o site é também um dos veículos de vendas desta livraria da Madragoa, que vai actualizando a plataforma regularmente com novos títulos.  Além de tudo isto, pode ainda contar com o serviço Cartola!, um programa de subscrição mensal de livros com a curadoria da equipa da Tinta nos Nervos, que escolhe (sem que o cliente saiba) um livro adequado ao perfil do leitor.

Publicidade
Tigre de Papel
Tigre de Papel
©DR

3. Tigre de Papel

Coisas para fazer Eventos literários Lisboa

O que gostamos mais na Tigre de Papel é da belíssima selecção de novidades, zines, literatura infantil e livros usados escolhidos. É quase sempre possível encontrar aquele livro que há muito se procura, e um lugar onde se promovem editoras mais pequenas e independentes – tanto que a Tigre de Papel acaba por ter a edição de livros como uma componente do projecto, com edições próprias. A livraria organiza também eventos com regularidade, de lançamentos a conversas, debates ou actividades para crianças. 

Palavra de Viajante
Palavra de Viajante
©Claudio Carneiro

4. Palavra de Viajante

Coisas para fazer Chiado/Cais do Sodré

O nome não engana: vende livros de viagens, guias, álbuns, mapas e tudo o que tenha a ver com a nobre arte de laurear a pevide. É perfeito para ir antes das férias (quando as houver) ou simplesmente para viajar sem sair do sofá – toda a mística das histórias que vão além-fronteiras está aqui, em palavras sábias de múltiplos autores.

Publicidade
Leituria
Leituria
Fotografia: Duarte Drago

5. Leituria

Coisas para fazer Eventos literários Grande Lisboa

Apareceu de cara lavada em 2019, mas a essência não mudou. A livraria passou a servir-se de uma das entradas do Misturado – um espaço cultural na Estefânia – com um prolongamento robusto a dois passos, no café Espuma dos Dias, no número 2 A da mesma rua. As altas estantes no primeiro espaço estão recheadas de livros, que até do tecto pendem, ainda que seja só como decoração. Vítor Rodrigues, o dono, quis manter o mesmo conceito de livraria de bairro que já tinha na Rua Dona Estefânia, com uma selecção vasta de autores pouco comerciais e livros usados que não se encontram em muitos locais. 

Photo Book Corner
Photo Book Corner
Gabriell Vieira

6. Photo Book Corner

Compras Avenidas Novas

Dantes, revistas e jornais. Agora, livros. É deles que está repleta a antiga tabacaria que ocupava o número 86C da Rua Marquês Sá da Bandeira, junto à Gulbenkian. A Photo Book Corner trouxe um universo que já existia online para uma loja especializada em livros de fotografia. Rui Ribeiral é quem dá o corpo ao manifesto pelo projecto, que começou em 2012 com um site e que oito anos depois finalmente se materializou numa loja. A loja não é grande e a oferta, mesmo no site, é limitada, uma vez que Rui sempre apostou forte nas novidades e em obras inéditas. Todo o processo é feito por ele, um one man show dos livros de fotografia: compra, vende, é ele quem dá a cara todos os dias na loja, que embala e que faz os envios para que cheguem perfeitos ao cliente. JH Engström, Gianni Melotti, Yael Martinez, Yumiko Izu, Wang Juyan, Stephen Shore, Joao Miguel Barros, Helena Almeida, Leila Jeffreys, Xiaoxiao Xu, Daido Moriyama, Joji Hashiguchi ou Takashi Homma são alguns dos muitos autores com livros no repositório da Photo Book Corner.

Publicidade
livraria ler
livraria ler
©DR

7. Livraria Ler

Arte Campo de Ourique

É uma livraria histórica de Campo de Ourique, com mais de 45 anos de actividade, que funciona como centro cultural alternativo do bairro. Durante os anos 70 vendia livros às escondidas e o escritor Fernando Assis Pacheco era cliente habitual. Não é por acaso que integra o programa Lojas Com História, da Câmara Municipal de Lisboa.

Livraria Letra Livre
Livraria Letra Livre
©DR

8. Letra Livre

Coisas para fazer Chiado/Cais do Sodré

Esta pequena livraria na Calçada do Combro tem livros novos, antigos e usados, obras de pequenas editoras e espécimes raros, difíceis de encontrar. Há aqui uma clara tendência para as ciências sociais, a política e um gostinho especial por autores marginais. 

Publicidade
distopia
distopia
©DR

9. Distopia

Arte Chiado/Cais do Sodré

Livros, música e papelaria. Em São Bento, há disto tudo um pouco, com vinis de electrónica, jazz, hip hop e clássica ou obras que vão da banda desenhada a áreas especializadas como a arquitectura, a história, a religião, o teatro ou a saúde. É um tesourinho de visita obrigatória, assim como o site que aloja grande parte do arquivo da Distopia.

Baoba Livraria
Baoba Livraria
©DR

10. Baobá Livraria

Compras Livrarias Campo de Ourique

Isto de ser um adulto é muito giro: podemos ir para a cama à hora que quisermos e gastar um terço do nosso ordenado em gomas, mas os livros para crescidos nunca têm tanta piada como os que estão à venda na BAOBÁ, uma livraria em Campo de Ourique especializada em literatura para crianças. São várias salas com álbuns que queremos ter em formato poster para decorar uma casa inteira, livros de histórias que não nos importamos de ler em voz alta (para nós próprios) e até uma zine para garotos se pode encontrar aqui. Também tem oficinas de ilustração, workshops e uma hora de contos.  

Publicidade
Ler Devagar
Ler Devagar
Fotografia: Ana Luzia

11. Ler Devagar

Coisas para fazer Eventos literários Alcântara

Existem várias livrarias independentes na cidade, mas só uma tem uma bicicleta suspensa no tecto. Espaçosa, com livros por todo o lado, dois andares, um café e vestígios da maquinaria da antiga gráfica, à Ler Devagar não faltam singularidades, seja para comprar um livro e ir à sua vida ou para ficar por um bocado para dois dedos de conversa (ou de leitura). 

fachada ferin
fachada ferin
©DR

12. Livraria Ferin

Compras Livrarias Chiado

É a segunda livraria mais velhinha de Lisboa (a seguir à Bertrand, a mais antiga do mundo em funcionamento), mas está como nova. Em 2017 renasceu porque José Pinho, dono da Ler Devagar, investiu na Ferin, com uma zona de alfarrabista no piso de baixo e um novo ar que contrasta com o peso da história deste espaço mítico da cidade no piso de cima. 

Publicidade
livraria snob
livraria snob
Snob/Facebook

13. Livraria Snob

Compras Livrarias Grande Lisboa

Duarte Pereira e Rosa Azevedo dão a cara pela Snob, uma livraria independente originária de Guimarães, mas agora com o centro de operações em Lisboa. Tudo o que está nas prateleiras podia bem estar na biblioteca destes dois, desde títulos novos a livros em segunda mão, jornais fora de circulação, fanzines e outras edições raras. No site têm grande parte dos títulos à venda, separados por áreas de interesse, mas criaram também uma loja online no Facebook. É visitar, encomendar e ler. 

Livraria menina e moça
Livraria menina e moça
Fotografia: Arlindo Camacho

14. Menina e Moça

Bares Cais do Sodré

Sim, é possível ler na Rua Nova do Carvalho, no Cais do Sodré. Aquela ideia de que a rua do pavimento cor-de-rosa é só barulho e copos caídos morre aqui. Bom, pelo menos é o intuito da livraria-bar Menina e Moça, desejo antigo de Cristina Ovídio, ex-professor de Literatura Portuguesa que actualmente faz parte da editora Clube do Autor. O tecto do espaço é obra do ilustrador João Fazenda e além de uma porrada de livros (a colecção dá especial destaque à lusofonia e às traduções) há cocktails para vários gostos bem como refeições leves como tartes, folhados, quiches. 

Publicidade
Kingpin Books
Kingpin Books
Manuel Manso

15. Kingpin Books

Compras Livrarias Lisboa

A Kingpin Books nasceu há mais de 20 anos e já conta com três mudanças de casa. Agora estão na Avenida Almirante Reis com um espaço de 215 metros quadrados. Impressiona a quantidade de livros de banda desenhada, mas esta não é uma simples livraria especializada: para além das obras aos quadradinhos, há uma zona reservada a apresentações de livros e a sessões de autógrafos, muito merchandising alusivo a super-heróis e as famosas Funko Pop Figures (pequenos bonecos cabeçudos de todas as personagens que possa imaginar). O objectivo desta nova loja é quebrar o estereótipo da loja de BD – escura e underground – e ser um espaço arejado e bonito não só para os aficionados mas também para o grande público.   

STET Livros Fotografias
STET Livros Fotografias
DR

16. STET – livros & fotografias

Coisas para fazer Alvalade

Desde 2011 que a STET faz as delícias dos amantes de arte e fotografia. Antes, funcionava no Bairro Alto, numa cozinha do século XVIII, mas a falta de espaço para vender livros fê-los mudar para Alvalade. A STET não só vende livros dedicados à arte e à fotografia, mas também fotografias, livros de artistas e edições de autor. Há preços para todos os gostos. Os livros mais simples, como as fanzines, começam nos 5€, mais coisa, menos coisa, e há outros que por serem considerados relíquias podem chegar aos 800€. Enfim, uma livraria especializada que vale a pena deitar olho. 

Publicidade
Livraria Solidária de Carnide
Livraria Solidária de Carnide
Livraria Solidária de Carnide

17. Livraria Solidária de Carnide

Coisas para fazer Centros culturais Carnide/Colégio Militar

Tirar o pó dos livros já foi uma tarefa mais difícil. Pôr de lado a ideia de os deitar fora e mentalizar-se que há mais sítios onde os levar — como é o caso da nova livraria solidária da freguesia de Carnide, um projecto levado a cabo pela Boutique da Cultura, uma associação sem fins lucrativos. A livraria solidária arrancou com um catálogo de quase sete mil livros, vindos de particulares e doações de muitas bibliotecas, livros esses que estão à venda por valores simbólicos de 1€ a 5€. Também existe um catálogo online

Mais em Lisboa

baobá
DR

Livrarias para crianças em Lisboa

Miúdos Eventos literários

A leitura é uma peça-chave para a educação dos miúdos e uma das melhores formas de os entreter. Se eles precisam de motivação extra, leve-os a estas livrarias para crianças em Lisboa. Um-dó-li-tá: o difícil é escolher onde comprar. 

Casa Fernando Pessoa
Fotografia: Ana Luzia

Gosta de livros? Descubra os clubes de leitura e tertúlias em Lisboa

Coisas para fazer

O maior e mais antigo clube de leitura do mundo chama-se missa e repete-se todos os domingos, sempre com o mesmo livro: a Bíblia. Mas quem procura alternativas laicas e gosta de variar, há muito por onde escolher: da Casa Fernando Pessoa, com clubes dedicados ao poeta, à livraria Baobá, um projecto da editora Orfeu Negro, com sessões de histórias aos sábados. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade