Dia da Mulher. Três programas com lisboetas incríveis

Visite ateliês de artistas lisboetas, conheça as vidas de alfacinhas históricas, e escute as vozes de nomes talentosos. Se dúvidas houvesse, veja como vale a pena assinalar o Dia da Mulher

©Brooke Lark/Unsplash

É natural que o apelido Mahler lhe diga alguma coisa. Provavelmente, associado ao compositor Gustav. Mas falemos de Alma, Alma Mahler (1879-1964), que compôs, pintou, privou com alguns dos maiores génios do começo do século XX, foi uma das figuras mais activas desses anos, e agora inspira parte do programa agendado para o Museu da Música. Aproveite também para visitar alguns dos mais fervilhantes ateliês da cidade, comandados por ilustres engenheiras, arquitectas e designers. E guarde-se ainda para o fim-de-semana: a proposta é correr a Lisboa de algumas figuras emblemáticas no feminino, da fadista Severa às Manas Perliquitetes. 

Especial Dia da Mulher

Mulheres no cinema: a luta continua em cinco filmes

Lutas sindicais, ambientais e políticas, o altruísmo de servir, mas também de conservação da memória e do património, e principalmente de reivindicar a verdade. Lutas, pessoais e colectivas, que o cinema acolheu em muitos filmes. A propósito do Dia da Mulher, juntamos estes cinco.

Ler mais
Por Rui Monteiro
Publicidade

Comentários

0 comments