Natal a preto e branco: um arquivo da quadra em Lisboa

Andámos à procura de natais alfacinhas perdidos no tempo. E a luz acendeu-se no Arquivo Municipal de Lisboa
natal em lisboa
©Armando Serôdio/Arquivo Municipal Lisboa Avenida Guerra Junqueiro
Por Renata Lima Lobo |
Publicidade

Não há registos fotográficos, mas a primeira árvore de Natal em Lisboa só chegou em 1848 ao Palácio Nacional da Ajuda, graças às saudades que o austríaco D. Fernando II, marido da rainha D. Maria II, tinha das suas tradições natal. Mas no século seguinte o Natal "explodiu" nas ruas da cidade, com luzes que só encontravam competição nos néons publicitários a partir de meados do século passado. Já não se vêm perus à solta, camelos na rua ou presentes aos pés dos sinaleiros, mas recordar também é viver.

Tem fotografias do Natal em Lisboa "do antigamente" que gostava de partilhar connosco? Envie para leitores@timeout.com. Pode ser que surja em breve, aqui mesmo, no nosso website!

Recomendado: Os melhores mercados de Natal em Lisboa

sao nicolau e os infantes
Desenho de D. Fernando II

A primeira árvore de Natal

D. Fernando II era também pintor e ilustrador e nesta obra, que faz parte da colecção do Palácio Nacional da Ajuda, representou um dos seus natais, junto aos filhos, vestido de São Nicolau. Na altura ainda não existia o conceito de Pai Natal.

natal em lisboa
©Armando Serôdio/Arquivo Municipal Lisboa

Rua Augusta

Devem-se ter vendido muitos óculos de sol para passear à noite nas principais artérias da Baixa. Na imagem, a Rua Augusta em 1959.

Publicidade
natal em lisboa
©Paulo Guedes/Arquivo Municipal

Venda de perus

No Largo de São Domingos, a venda de perus vivos era uma tradição natalícia. Hoje a ASAE não ia achar muita graça, mas aconteceu até aos anos 60 do século passado.

natal em lisboa
©Alfredo Cunha/Arquivo Municipal

Coliseu dos Recreios

Os funcionários municipais tinham direito a festas especiais no Coliseu dos Recreios. Na fotografia, a Festa de Natal de 1926 para os filhos dos membros da Polícia de Segurança Pública. Tudo em sentido!

Publicidade
natal em lisboa
©Arquivo Municipal de Lisboa

Natal do Sinaleiro

O Natal do sinaleiro era uma iniciativa do ACP criada antes da II Guerra Mundial. A população oferecia-lhes prendas de todo o tipo como reconhecimento pelo seu trabalho. A imagem é de 1930.

natal em lisboa
©Armando Serôdio/Arquivo Municipal Lisboa

Cortejo dos Reis Magos

Em 1960, estas carinhas larocas fizeram o Cortejo dos Reis Magos de Alfama até à Sé Patriarcal, com o patrocínio da Câmara Municipal.

Publicidade
natal em lisboa
©Armando Serôdio/Arquivo Municipal Lisboa

Armazéns Grandella

Na Rua do Carmo, os Armazéns Grandella no Natal de 1960, 28 anos antes do grande incêndio do Chiado que os destruiu. Desde 1996 que têm uma nova vida.

Coisas para fazer enquanto o Natal não chega

esplanada noobai
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

As melhores esplanadas para o Outono em Lisboa

Somos bons esplanadores e não é o Outono que nos vai fazer sair da cadeira ao lusco-fusco. Pelo contrário. Não deixe que os fins de tarde escuros o façam ir logo para casa e aproveite happy hours, esplanadas com aquecedores ou com aquela mantinha que já cai bem pelas costas. Saia de casa mas abrigue-se de brisas leves, ventanias e do briol que já se sente à noite numa destas esplanadas: temos propostas à beira-rio, nas alturas ou outras mais escondidas dentro de edifícios. Das já clássicas às novidades mais recentes, estas são as melhores esplanadas para o Outono em Lisboa.

Jardim da Estrela
© Andrea Mann (flickr.com/andreamann)
Coisas para fazer

12 ideias para aproveitar o Outono em Lisboa

Verdade seja dita: o Outono já chegou há uns dias, mas temo-nos dado ao luxo de assobiar para o lado enquanto ainda damos uns mergulhos. Mas chegou o momento de encarar a realidade, ou a estação: adeus praia, olá cidade, adeus calor, olá chuva? Se ainda não está preparado para enfrentar o que aí vem, apesar de os dias já se notarem cada vez mais curtos, damos-lhe 12 ideias para aproveitar o Outono para que tudo fique mais fácil. Quem disse que o Outono era chato? Decida já como vai aproveitar a estação ao máximo.

Publicidade
rage room, smash it, sala de raiva
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Sete novidades de Outono a não perder

Salas para partir a loiça toda, pão ao domicílio, um mercado renovado ou escadas rolantes ao ar livre são algumas das novidades que deram o pontapé de saída para mais uma estação, antecipando-se mesmo à queda das folhas dos plátanos. Afinal, há muitos motivos para ficarmos felizes com a chegada do Outono, sem contar com o fresquinho que a cidade já andava a pedir há algum tempo. Mas mesmo com a baixa das temperaturas está convidado a derreter-se com estas sugestões. Estas são as sete novidades de Outono que não pode perder.

Publicidade