Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right O silêncio que invade Lisboa

O silêncio que invade Lisboa

Há muito a acontecer na cidade, mas, de Março a Maio, isos não significa necessariamente caos e ruído. É o festival "As Coisas Fundadas no Silêncio".

Gustavo
©Sara Pinheiro Gustavo Ciríaco
Por Tiago Neto |
Publicidade

Conferências, performances, workshop, cinema, música. De 3 de Março a 31 de Maio, o festival As Coisas Fundadas no Silêncio baixa os decibéis da cidade e leva-nos a pensar sobre a forma como o quotidiano pode produzir ruido. A programação passa por nove locais, de Alvalade à Avenida da Liberdade, reflectindo sobre o silêncio e envolvendo várias disciplinas artísticas, da performance ao cinema, chegando também às ciências naturais, sociais e humanas. Com o poema "Instante" de Sophia de Mello Breyner Andresen como ponto de partida, As Coisas Fundadas no Silêncio, mais do que um festival multidisciplinar, é um manifesto à existência.

Recomendado: Os melhores eventos em Lisboa em Março

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

O silêncio que invade Lisboa

Susana Mendes
©Vitorino Coragem
Coisas para fazer

Exposição "Como Silenciar Um Poeta"

Museu de Arte Contemporânea do Chiado, Chiado

A artista plástica Susana Mendes Silva inaugura, a 9 de Abril, “Como silenciar um poeta”, exposição criada a partir da obra da escritora portuguesa Judith Teixeira e que inclui duas performances: Tradução #1 (9 de Maio, 16.00, Faculdade de Belas Artes) e Tradução #2 (22 de Maio, 18.00, Estúdios Victor Córdon). A estas junta-se a leitura perfomativa da conferência “De Mim” (17 de Abril, 19.00), que a poeta e novelista publicou em 1926. A exposição acontece na Sala Sonae do Museu Nacional de Arte Contemporânea, até 31 de Maio.

Gustavo
©Sara Pinheiro
Coisas para fazer

Performance "Uma Voz"

Igreja de St. George, Lisboa

Dia 24 de Abril, às 21.00, a igreja anglicana de St. George recebe a performance Uma Voz. O coreógrafo brasileiro Gustavo Ciríaco e a actriz e cantora portuguesa Isabél Zuaa transformam o espaço num instrumento, usando a acústica para exploração sonora, e revolvendo em torno de temas como a cor de pele, o género, a identidade sexual ou o posicionamento político.

Publicidade
Instituto Superior Técnico
©Facebook
Coisas para fazer

Visita à câmera anecóica do Instituto Superior Técnico

IST - Instituto Superior Técnico, Avenidas Novas

Já imaginou fechar-se num espaço de tal forma isolado que consegue ouvir seu batimento cardíaco, os pulmões em actividade, os barulhos do estômago? A câmara anecóica do Instituto Superior Técnico dará, a 7 de Maio, a possibilidade a 24 pessoas de o fazer. Dois grupos de 12 pessoas farão visitas entre os 45 e os 60 minutos.

Museu da Música
©DR
Coisas para fazer

Concerto no Museu da Música

Museu Nacional da Música, Sete Rios/Praça de Espanha

O pianista Tiago Sousa é o nome que enche o Museu da Música a 16 de Maio. A ecoar estão composições próprias e de outros nomes como Federico Mompou, Arvo Pärt (com a violoncelista Bruna Maia Moura) e John Cage. Entre as peças está a célebre silenciosa "4’33", responsável por alterar a estrutura convencional da música.

Publicidade
Cinema de São Jorge
©Inês Félix
Coisas para fazer

Ciclo de cinema "As Coisas Fundadas no Silêncio"

Cinema São Jorge, Avenida da Liberdade

Os realizadores Werner Herzog, Robert Kramer, James Benning e Pedro Costa estão em destaque no ciclo a rodar no Cinema São Jorge de 25 a 27 de Maio. Apresentadas por Nuno Lisboa, director do Doc’s Kingdom (Seminário Internacional sobre Cinema Documental), as sessões contam com títulos como Land of Silence, Berlin 10/90 ou Vitalina Varela.

Mais para fazer

Livraria menina e moça
©Arlindo Camacho
Coisas para fazer, Eventos literários

Estas livrarias em Lisboa dão-lhe mais que fazer

Nem só de livros vivem estes espaços culturais em Lisboa. Há também lanches e cartas de vinhos. Outro género de literatura, portanto. São uma dúzia de livrarias especiais, onde uma visita significa muito mais do que virar umas páginas e ler meia dúzia de prefácios na diagonal.

Passeio de bicicleta promovido pela Massa Crítica
©Ana Luzia
Coisas para fazer

Coisas grátis para fazer em Lisboa

Não sabe o que fazer em Lisboa? De concertos de rock a aulas de swing, de recitais de poesia até às estrelas, damos-lhe uma grande variedade de sugestões para aproveitar tudo quanto é à borla na cidade. São dezenas de coisas grátis para fazer em Lisboa, afinal não queremos que deixe de aproveitar o melhor que a cidade tem apenas por ter a carteira mais vazia.

Publicidade