Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores eventos infantis em Lisboa para os próximos tempos

Os melhores eventos infantis em Lisboa para os próximos tempos

Os miúdos estão a precisar de gastar energia, mas já não sabe onde os há-de levar? Esta lista de eventos infantis dá-lhe uma mãozinha.

yoga
yogajournal.com
Por Raquel Dias da Silva e Vera Moura |
Publicidade

Não interessa se é Verão, Inverno ou Primatono (um híbrido de Primavera e Outono, porque agora nunca se sabe bem em que estação se está). A verdade é que os miúdos precisam (e reclamam!) programas divertidos ou desafiantes em qualquer altura do ano. Estes são os alguns dos melhores eventos infantis para os próximos tempos. Desde festivais de música a exposições, sem esquecer as festas sazonais, há de tudo para todos os gostos e feitios. Se tiver de os acompanhar, nada tema: é provável que também se divirta, nem que seja a conversar com outros acompanhantes.

Recomendado: 11 marcas infantis sustentáveis para pequenos amigos do planeta

Eventos infantis para entreter os miúdos

antiprincesas
©Estelle Valente/São Luiz
Miúdos

Antiprincesas

icon-location-pin Jardim do Torel, Avenida da Liberdade/Príncipe Real
icon-calendar

Antiprincesas, a colecção infantil de livros sobre quatro mulheres reais e inspiradoras, dos argentinos Nadia Fink e Pitu Saá, deu origem a uma série de espectáculos criados por Cláudia Gaiolas. Em equipa que ganha não se mexe, e as Antiprincesas são exemplo disso, pelo que estão de volta para uma reposição. Estas peças de teatro para ver em família têm datas marcadas para o fim-de-semana de 14 e 15, com a peça da militar boliviana de origem indígena Juana Azurduy na Mata de Alvalade; nos dias 28 e 29 evoca-se a escritora brasileira Clarice Lispector, no Jardim do Torel. Há sempre duas sessões, uma para quem prefere as manhãs, às 11.00, e outra para quem dispensa madrugar, às 16.00.

Miúdos, Eventos literários

Piquenique com a Marquesa

icon-location-pin Palácio dos Marqueses de Fronteira, Sete Rios/Praça de Espanha
icon-calendar

A Marquesa de Alorna é a anfitriã de um piquenique numa mesa com mais de 400 anos nos belíssimos jardins do Palácio Fronteira. A lição de história inclui episódios secretos da vida da poetisa e dos reis de Portugal.

Publicidade
Quinta Pedagógica Zé Pinto
©DR
Miúdos

Dia aberto na Quinta do Zé Pinto

icon-location-pin Quinta Pedagógica Zé Pinto, Campolide
icon-calendar

O regresso das férias nesta quinta pedagógica em Campolide faz-se com um convite às famílias: ir ao campo sem sair da cidade – e sem pagar nada para participar nas actividades ligadas à terra. Durante a manhã de sábado, todos podem descobrir o percurso dos cereais da semente até ao prato e pôr mãos à obra – ou melhor, à horta! As surpresas incluem ainda brincadeiras com póneis e burros.

festival de vídeo arte
Global Groove, de Nam June Paik
Coisas para fazer

Encontros de Jazz Júnior

icon-location-pin Museu de Lisboa - Palácio Pimenta, Campo Grande/Entrecampos/Alvalade
icon-calendar

Na edição anterior, o jazz teve tempo de antena na celebração dos 70 anos do Hot Clube de Portugal. Este ano também não faltará música para os nossos ouvidos. O Jardim do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta recebe quatro concertos de jazz, onde jovens músicos tocam como gente grande. Os protagonistas serão os alunos da Escola de Jazz Luiz Villas-Boas e alunos estrangeiros, que participam no âmbito  de um projeto europeu, no qual o Hot Club de Portugal ensina jazz a jovens. A Combo (7) e a Big Band (14) da Escola de Jazz Luiz Villas-Boas, a Big Band Júnior (21) da Escola de Jazz Orelha Viva – que interpretará temas de Bernardo Sassetti – e a Young Jazz Network (28), liderada pelo pedagogo norueguês Odd André, são os grupos assinalados para estes concertos especiais.

Publicidade
antiprincesas
©Estelle Valente/São Luiz
Miúdos

Espectáculos Antiprincesas

icon-location-pin Jardim do Torel, Avenida da Liberdade/Príncipe Real
icon-calendar

A actriz e encenadora Cláudia Gaiolas inspirou-se na colecção infantil “As Antiprincesas”, dos argentinos Nadia Fink e Pitu Saá, para criar uma série de espectáculos ao ar livre sobre mulheres reais e com defeitos, que mudaram o mundo. Nos dias 14 e 15 de Setembro, dá vida à militar Juana Azurduy, que lutou pela independência da América Espanhola, na Mata de Alvalade. Segue-se a história da escritora e jornalista brasileira Clarice Lispector, nos dias 28 e 29, no Jardim do Torel. Há sempre duas sessões: uma às 11.00 e outra às 16.00.

Coisas para fazer

Wanderlust

icon-location-pin MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, Belém
icon-calendar

O Wanderlust, o triatlo mindful, regressa mais uma vez aos Jardins da Fundação EDP, em Belém, para uma corrida de cinco quilómetros, uma experiência de yoga ao ar livre e uma aula de meditação. No fim, não se surpreenda com o arraial montado por lá. Há workshops e aulas experimentais para todos porem à prova a elasticidade no tapete. A pensar nos miúdos, a área Wanderkids promove workshops e aulas de yoga e meditação. 

Publicidade
Vincent Mock - Hooked on Life
©Richard van Bennekom
Arte

Hooked on Life

icon-location-pin Oceanário de Lisboa, Parque das Nações
icon-calendar

Tome nota: 22 mil anzóis. É esse mesmo o número de anzóis que o artista holandês Vincent Mock usou para criar instalações únicas no Oceanário, uma forma de sensibilização para a conservação dos oceanos. As esculturas criadas por Vincent são uma homenagem aos últimos gigantes dos mares, animais marinhos construídos em tamanho real – é o caso da tartaruga-de-couro, um tubarão-raposo e um tubarão-anequim, feitos exclusivamente para o espaço. “Hooked on Life” está patente até 30 de Setembro e não precisa de pagar mais além do bilhete de visita da exposição permanente.

LU.CA
Duarte Drago
Miúdos

Ciclo Eleições

icon-location-pin LU.CA - Teatro Luís de Camões, Belém
icon-calendar

Este ciclo procura motivar interesse e esclarecer o público mais jovem sobre a importância das eleições através de cinco actividades para toda a família, a começar por um “Concerto pré-eleitoral” (21 Set), para celebrar o poder da música e as músicas que cantamos para nos fazer ouvir. Pode contar ainda com um “Baile de Discos Pedidos” (22 Set), a oficina “É bom mandar?” (28 e 29 Set), leituras encenadas (3 a 6 Out) e uma conferência sobre democracia (5 Out).

Publicidade
2017
©MRMoreira
Música

Big Bang

icon-location-pin Centro Cultural de Belém, Belém
icon-calendar

É melhor pedir aos miúdos para se prepararem para mais uma grande explosão de música. O festival Big Bang regressa pela décima vez consecutiva ao Centro Cultural de Belém, para dar festa a ouvidos curiosos. Além de muitos concertos, conte ainda com instalações, malabarismos e até uma oficina criativa.

Mário Laginha
©DR
Miúdos

Concerto para bebés

icon-location-pin Centro Cultural Olga Cadaval, Sintra
icon-calendar

Veja só privilégio dos bebés, acabadinos de chegar ao mundo, já poderem ir a um concerto de Mário Laginha! No Centro Cultural Olga Cadaval, o pianistra mostra como o swing  é um dos primeiros géneros musicais praticados pelos mais novos, que estão à vontade para subir ao colo de Laginha e experimentar um piano a quatro, seis ou oito mãos.

Publicidade
queer 2011 no s jorge
©DR
Filmes, Documentários

Doclisboa

icon-location-pin Cinema São Jorge, Avenida da Liberdade
icon-calendar

A cidade vai abraçar, pela 17.ª vez, o DocLisboa, o festival de cinema documental. Entre centenas de documentários sobre diferentes temas, há ainda um projecto educativo, que inclui oficinas práticas para crianças do pré-escolar ao 2.º ciclo e sessões de cinema pensadas para o ensino básico. O programa ainda não foi anunciado, mas é de certeza um dos eventos a não perder.

museu do dinheiro
Fotografia: Arlindo Camacho
Miúdos

Esqueletos no Armário

icon-location-pin Museu do Dinheiro, Baixa Pombalina
icon-calendar

Durante a recuperação do edifício do Museu do Dinheiro, os arqueólogos descobriram muitas surpresas no subsolo. E, não, não foram apenas restos de prédios antigos – foram esqueletos, muitos esqueletos! Quantos? A resposta a esta e outras perguntas está nesta oficina para pais e filhos com pinta de Indiana Jones e queda para a arqueologia.

Publicidade
Salão do Brinquedo de Lisboa
Francisco Santos
Coisas para fazer

Salão do Brinquedo de Lisboa

icon-location-pin Hotel Roma, Campo Grande/Entrecampos/Alvalade
icon-calendar

São na sua maioria brinquedos de colecção, memórias de outros tempos, de outras brincadeiras. O Salão do Brinquedo de Lisboa é já um clássico da cidade e não há amantes destas peças que não conheçam esta pequena feira. Carros, pistas e comboios a vapor, lanternas mágicas, jogos de tabuleiro, caixas de música, soldados de chumbo e marionetas. Na sala Veneza do Hotel Roma vai encontrar tudo o que possa imaginar. Vai ser um verdadeiro regresso ao passado. Mas prepare-se porque os preços variam tanto quanto a oferta disponível (há brinquedos que podem custar umas boas centenas de euros). Se levar os miúdos, tenha cuidado – estes não são bem brinquedos para brincar. A entrada é livre e o salão acontece entre as 10.00 e as 18.00.

Jardim Zoológico de Lisboa
© Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Clube da Natureza

icon-location-pin Vários locais
icon-calendar

O Clube da Natureza inaugura no Dia Internacional da Família, 19 de Maio, com uma actividade de plantação de árvores no Parque Bensaúde. Vencedor do prémio da Associação Mundial de Zoos e Aquários, o projecto do Jardim Zoológico de Libosa pretende desenvolver eventos gratuitos nos espaços verdes da Freguesia de São Domingos de Benfica, através de um passaporte que incentiva as famílias a contactarem directamente com a natureza e a apoiarem a sua conservação. A iniciativa termina a 16 de Fevereiro de 2020, com a entrega de prémios para distinguir as famílias com o passaporte mais preenchido, com a oferta de bilhetes, descontos e "sábados selvagens", um programa com percursos temáticos que permite visitar os bastidores do Jardim Zoológico de Lisboa e aprender mais sobre os processos diários de tratamento e alimentação dos animais.

Publicidade
Centro Cultural Olga Cadaval
Byfurcação
Teatro, Infantil

Cha...Cha...Chapéu!

icon-location-pin Centro Cultural Olga Cadaval, Sintra
icon-calendar

Nesta aventura poético-musical para bebés e famílias, promete-se não perder a cabeça mas dar voltas e voltas em busca de um certo chapéu perdido. Para não se andar a apanhar bonés (e como a cabeça não serve só para usar chapéu!), os actores vão pedir ajuda ao público. Com concepção e interpretação de Paula Pina, Ana Isabel Gonçalves e Nuno Cintrão, esta peça, com duração de 45 minutos, é indicada para crianças dos seis meses aos quatros anos.

Brincar, brincar, brincar

Parque do Alvito
Fotografia: Arlindo Camacho
Miúdos

Os melhores parques infantis em Lisboa para pôr os miúdos a brincar

Não há nada que eles gostem mais do que uma ida aos baloiços. Os olhos até brilham quando lhes dizemos as palavras mágicas: "Queres ir ao parque?". Para que não falte nada, saímos do centro e pusemos um pé nos arredores – até porque cidades como a Amadora têm apostado nos parques infantis.

Publicidade
Publicidade