A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Maria do Mar Shop
Maria do Mar Shop

Lojas de brinquedos em Lisboa: a brincar é que a gente se entende

Nestas lojas de brinquedos em Lisboa há tudo o que é preciso para mimar os miúdos e, por que não, até os crescidos.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

De cavalinhos de madeira a jogos tecnológicos, as lojas de brinquedos em Lisboa têm tudo o que é preciso para mimar os miúdos, dar um presente surpreendente ou entreter pais com síndrome de Peter Pan. O que é o mesmo que dizer que as crianças não vão precisar de suplicar “vá lá, vá lá”, porque os pais também ficam rendidos. Se quer fugir das grandes superfícies e comprar um presente verdadeiramente original, tem de conhecer estas lojas de brinquedos em Lisboa, autênticos mundos encantados para crianças – e não só. Do espaço 100% dedicado ao Tintim à livraria que tem livros que não são só para ler (são para brincar, desafiar, desdobrar e interagir) ou para adormecer (são para despertar a mente para coisas novas, excitar os olhos com cores, acordar o cérebro com exercícios divertidos e marcá-lo com histórias inesquecíveis), vai descobrir lojas de brinquedos para todos.

Recomendado: Actividades online para entreter as crianças

Lojas de brinquedos em Lisboa: a brincar é que a gente se entende

  • Compras
  • Benfica/Monsanto

Brinquedos: uma das maiors alegrias dos mais pequenos, mas não só. A Click Brick é prova disso, com clientela maior de idade a querer varrer prateleiras cheias de peças e edições especiais Lego, para aquela colecção que continua a crescer lá em casa ou para oferecer ao amigo geek. Afinal, todos podem brincar, não interessa a idade. Mas, como se costuma dizer, de pequenino é que se torce o pepino. Por isso, o melhor é começar já. Desde mini-figuras a verdadeiros sets, do Star Wars às Friends, há para todos os gostos.

  • Compras
  • Sete Rios/Praça de Espanha

Nesta loja de bairro, encontra tudo o que precisa para os seus trabalhos manuais, mas não só. Da melhor plasticina do mundo, a Jumping Clay, até jogos didácticos, com desafios mentais para todas as idades, esta é definitivamente uma aposta certeira na hora de comprar brinquedos para os miúdos. E, se na hora de escolher ficar confuso, não há como falhar com as Lalabloom, peças coloridas e resistentes à água, para construção livre e outras actividades de desenvolvimento físico, como encaixar, enroscar, misturar, empilhar e enlaçar.

Publicidade

Nesta loja online de brinquedos para bebés e crianças, inaugurada em plena pandemia e com ponto de recolha gratuito em Lisboa (Rua Martens Ferrão 12, 5º piso, Picoas), encontra propostas diferenciadas para todas as idades, desde o nascimento até à altura de dar os primeiros passos, incluindo na música, com brinquedos de marcas como Chicco, Fisher Price, Janod e Goki.

  • Compras
  • Grande Lisboa

A primeira loja O Papagaio Sem Penas abriu em Cascais e só vendia papagaios acrobáticos. Agora, com várias lojas na Grande Lisboa, a oferta é ampla e vai desde puzzles e quebra-cabeças até brinquedos, jogos e magias. Para fãs de legos, a loja no Centro Comercial Alegro de Sintra é a escolha certa. 

Publicidade
  • Compras
  • Avenidas Novas

Tudo começou com o nascimento de uma loja tradicional de bairro em 1983, que veio servir de embaixadora do rico artesanato da vila alentejana de Arraiolos. Seguindo a linha da tradição, está igualmente disponível uma vasta gama de brinquedos didácticos e bonecos em croché, do elefante Dumbo ao pintainho Ju e à girafa Du, que prometem encher de alegria os mais pequenos.

  • Compras
  • São Sebastião

Se é a brincar – através dos sentidos e do faz-de-conta – que as crianças retiram a força para estar no mundo e agir com confiança, é na loja da Cristina Siopa que se encontra o verdadeiro mundo encantado dos brinquedos. Mal se abre a porta, já se estão a ver os protagonistas desse mundo de fantasia, dos duendes às princesas e dos fantoches aos piratas. Por entre jogos e puzzles para toda a família e uma linha de carros e camiões para brincar muitos e muitos anos, o difícil é mesmo escolher. Mas, calma, ao menos vai com a certeza de que, seja o que for, os miúdos vão gostar. Só não há Gormitis nem Winx, mas também ninguém sente a falta. Pelo menos enquanto houver material artístico genuíno e uma grande lista bibliográfica para adormecer os mais novos na hora de ir para a cama.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Lisboa

Como é que se educam crianças mais felizes? Esta é uma das perguntas a que a equipa da Oficina Didáctica, composta por profissionais das áreas da educação e da saúde, tenta responder com a sua loja de materiais didácticos, incluindo brinquedos capazes de proporcionar aos miúdos experiências de fazer inveja aos crescidos, como um barco de madeira dos Vickings (45,60€), tal e qual como nos filmes, ou um puzzle que é um safari (15,90€) e até vem com uma lanterna mágica, para encontrar o que não se consegue ver a olho nu.

  • Compras
  • Lisboa

Desde jogos de tabuleiro, passando por funko POP e merchandising, até coleccionáveis, esta loja tem tudo o que precisa para alimentar o seu espírito geek, a começar pela decoração, com uma Nimbus 2000 pendurada no tecto, para fazer as delícias de todos os fãs de Harry Potter. Entre as diferentes propostas, não faltam clássicos como o Cluedo, o Quem é Quem e o Risk original. Com saudades de uma noite de jogos em família? Comece a pensar em dificultar a escolha. Os miúdos agradecem. 

Publicidade
  • Compras
  • Belém

Nunca é demasiado cedo para apresentar os mais novos a Tintin, o intrépido jornalista belga que se vê envolvido nos casos mais bicudos. Na primeira loja em Portugal inteiramente dedicada ao universo da personagem de banda desenhada encontra todo o tipo de objectos: desde o foguetão que levou Tintin à Lua até às figuras que participam nas várias aventuras, mas também baralhos de cartas, postais, porta-chaves, canecas e t-shirts (produzidas em Portugal). Consegue resistir a trazer um peluche do fiel amigo de Tintin, Milú, o fox-terrier branco que já acompanha as aventuras do protagonista desde 1929?

  • Compras
  • Alcântara

Nesta loja o que não é muito grande é o espaço, porque amor há para dar e vender. Amor por brinquedos didácticos, jogos divertidos, livros coloridos e muitos objectos para animar o quarto, a mochila e o coração dos miúdos. Além de uma panóplia de animais de peluche, de leões até fossily triceratops, há brinquedos de parede (sim, leu bem), brinquedos para levar para o banho (porque um banho é sempre mais divertido com companhia) e até moldes de praia, para fazer desenhos na areia como um verdadeiro profissional.

Publicidade
  • Compras
  • Grande Lisboa

Será uma loja? Será um museu? Uma viagem no tempo é certamente, pois a Toy Department só tem brinquedos vintage (isto quer dizer-se com mais de um século), mais procurados por coleccionadores do que por miúdos, mas capazes de fazer as delícias a todas as idades. Os preços variam entre os 20 e os 10 mil euros. Há carros de 1936 (com mudanças e tudo!), lanternas mágicas, caixas de música e comboios a vapor, todos com histórias que vale a pena conhecer.

  • Compras
  • Vestuário de criança
  • Campo de Ourique

Precisa de um ovo para transportar o bebé? A Babycool tem. Uma cadeira de papa? A Babycool tem. Um tapete para o quarto dos miúdos? Um disfarce de Carnaval? Um brinquedo de madeira ou um livro de colorir com água? Tem, tem, tem. Esta loja é daquelas que tem tudo e mais um par de botas em matéria de brinquedos e puericultura. E o melhor é que se não tiver no momento, arranja. Ao todo, são mais de 400 marcas para bebés e crianças. Entre os brinquedos disponíveis, há desde puzzles e legos até cenários de cozinhas e mundos imaginários para pôr os miúdos a sonhar.

Publicidade
  • Miúdos
  • Campo de Ourique

Já é maior de idade (tem 18 anos), mas continua a ser uma das melhores lojas de brinquedos para a criançada mais nova. Os jogos e brinquedos são sempre muito mais do que parece à primeira vista, só de olhar para a caixa. Aceite a ajuda dos funcionários das lojas de Campo de Ourique e do CCB, que estão lá para explicar como tudo funciona: dos lápis que não servem para colorir folhas mas sim as paredes da casa de banho durante o duche (calma – sai tudo com água) até aos puzzles que, em vez de ficarem esticadinhos no chão, ganham vida 3D.

  • Miúdos
  • Campo de Ourique

Auto-intitulou-se de “a loja mais querida do bairro” desde que abriu em Campo de Ourique, já lá vão uns bons anos. Entretanto cresceu, mudou de morada (sem mudar de bairro), mas a fofura ninguém lhe tira, com os seus tecidos de padrões coloridos, as suas bandeirolas para pendurar na parede, os cestos de arrumação floridos, as almofadas personalizadas com letras, símbolos ou números, os quadros com mensagens divertidas e os brinquedos tradicionais e que não precisam de pilhas para nada. Há lá coisa mais querida do que esta.

Publicidade
  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Campo de Ourique

Histórias de encantar e cultura geral sub-16. Ilustrações dignas de moldura e páginas com textura. Para folhear, ler, pintar, aprender, ouvir e até montar. Porque acreditamos que os livros também são brinquedos (os melhores brinquedos), recomendamos uma visita a uma das lojas da Edicare, que se dedica unicamente ao universo literário infantil, mas que também tem uma oferta de qualidade na área dos jogos didáctos e da papelaria para crianças e adultos.

  • Compras
  • Presentes e lembranças
  • Santa Maria Maior
  • preço 1 de 4

Por que é que quem passa à porta desta loja de souvenirs não resiste a entrar? Talvez porque não seja um souvenir qualquer. Talvez porque o que lá encontramos é um dos brinquedos mais famosos do mundo e também um dos que são permitidos a gente de todas as idades. Patos de borracha. Muitos, dezenas, e todos diferentes. Encarnam personagens de banda desenhada, vilões, profissões, ícones culturais e até outros animais. E flutuam mesmo.

Publicidade
  • Compras
  • Decoração
  • Intendente
  • preço 2 de 4

Não é uma loja para crianças, mas tem alguns dos brinquedos que lembramos dos tempos da nossa infância. E da infância dos nossos pais. E até dos nossos avós. A Vida Portuguesa não ressuscitou apenas marcas antigas de sabonetes e pastas de dentes: tem gaitas e fisgas, máquinas de costura e piões. Uma viagem ao passado e um mundo de objectos que fazem a diferença em qualquer quarto dos brinquedos.

Organii
  • Compras
  • Princípe Real

Para as manas fundadoras da Organii, Rita e Cátia Curica, é de pequenino que se torce o sustentável e assim, à cosmética biológica, juntaram uma mão cheia de coisas para miúdos dos zero aos cinco anos: do primeiro enxoval em algodão biológico a brinquedos ecológicos feitos de plástico reciclado de garrafas de leite e pintados com tintas de soja.

Publicidade
  • Compras
  • Grande Lisboa

Mónica Albuquerque nasceu e cresceu em Alvalade – pertence à quarta geração da família no bairro e orgulha-se de estar a contribuir para o seu crescimento com a Maria do Mar. O espaço é o sonho de qualquer criança (e, com ela, de qualquer pai e mãe): junta num único armazém os conceitos Maria do Mar Lifestyle, com livros e brinquedos, Maria do Mar Warehouse, com mobília, Tailor by Maria do Mar, com roupa, e Maria do Mar Childcare, para bebés pequeninos e recém mamãs. Além da pinta, em comum os quatro projectos têm a luta pelo comércio justo e pela sustentabilidade. Espreite o site: é um bom teaser para depois fazer uma visita sem pressas.

  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Chiado
  • preço 3 de 4

Só deve entrar nesta loja com uma criança pela mão se estiver 100% disposto a comprar uma boneca. Caso contrário, comprará uma birra difícil de acalmar. Tudo porque as bonecas espanholas de cabelo semi-natural e os respectivos acessórios são de fazer perder a cabeça (até a uma pessoa adulta). Além delas, tem puzzles, dominós e outros jogos, mais a roupa da marca 100% portuguesa Le Petit Chiffon, onde o conforto e a sustentabilidade são as palavras de ordem. Tudo é feito em algodão biológico: dos pijamas aos vestidos de festa, das toucas aos lençóis.

Publicidade
Real Slow Retail Concept Store
  • Compras
  • Princípe Real

O Príncipe Real está cheio de concept stores, pequenos paraísos que juntam várias marcas num único espaço. A Real Slow Retail tem roupa, sapatos, óculos escuros, jóias, candeeiros, livros e – claro, ou não estaria nesta lista – brinquedos, tornando-a perfeita para uma romaria em família. Na zona dedicada aos mais novos, não vai encontrar brinquedos do género dos que existem nas grandes superfícies, electrónicos e de personagens da televisão, mas sim peças especiais e tradicionais, como carrinhos e máquinas fotográficas em madeira.

  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Campo de Ourique

Já têm idade para ter juízo, mas ainda compram Legos e brincam com comboios eléctricos. Os proprietários da Ursinho a Galope concretizaram um sonho antigo quando abriram esta pequena loja de brinquedos onde não há tablets, jogos electrónicos ou ídolos infantis dos tempos modernos, mas sim casinhas de madeira, cavalos de baloiço, peluches, puzzles, caixas de música e berlindes.

Lisboa dos pequenitos

  • Miúdos

Todos os anos decide que é desta que vai explorar a cidade com os miúdos, mas depois acaba por fazer sempre as mesmas coisas. Parque infantil, bicicleta à beira-rio e toca a voltar para casa que já está na hora do banho. A vida tem potencial para muito mais e nunca é tarde para querer acabar com os velhos hábitos, ajudá-lo a quebrar rotinas e levar os miúdos a descobrir Lisboa.

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade