Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Rentrée: 12 eventos em Lisboa que não vai querer perder

Rentrée: 12 eventos em Lisboa que não vai querer perder

Fomos à boleia da agenda de Lisboa para os próximos meses e dizemos-lhe que o melhor ainda está para vir.

ModaLisboa 49
A Primavera-Verão de Ricardo Andrez
Por Francisca Dias Real |
Publicidade

Voltar. É o verbo que está na cabeça de quase toda a gente. Voltar a casa. À cidade, às rotinas, ao trânsito, ao escritório. Para os que estão sempre no ir, jamais sentindo saudades, o regresso é doloroso. Mas o cenário para os próximos meses é bem animador animador: até ao final do ano, há mais de uma dezena de eventos em Lisboa que não vai querer não perder. Apanhámos boleia da agenda da cidade até ao final do ano. Olhámos para a bola de cristal, vimos o futuro e trazemos-lhe o melhor da cidade que está para vir. Nem vai notar que as férias acabaram.

Recomendado: Concertos em Lisboa – Os melhores concertos mês a mês

Rentrée 2018

The New Pope
Gianni Fiorito/HBO
Filmes

As séries que tem de ver até ao final do ano

Com a quantidade de material que todos os dias chega à indústria é bastante plausível que estejamos a atravessar uma das fases mais profícuas no que ao conteúdo de ficção diz respeito. Regressos há muito esperados, despedidas difíceis e novidades que prometem ser boas. Por agora, deixamos-lhe estas séries que tem de ver até ao final do ano para não perder a carruagem do que vale realmente a pena. Do mistério à comédia, com muitos ou poucos efeitos especiais, motivos não faltam para que o sofá passe a servir de melhor amigo nos próximos meses.

banksy
©banksy
Arte

Cinco exposições em Lisboa a não perder nos próximos meses

A agenda de exposições em Lisboa vai de vento em popa. Há cinco, pelo menos, que não pode mesmo perder. Pode deitar o olho (e meter a mão na consciência) numa exposição que homenageia os 20 anos de carreira do artista Vasco Araújo no MAAT ou aventurar-se a descodificar quem é o misterioso Banksy e pensar sobre as suas reinvidicações. Já o Museu da Marioneta presta uma homenagem ao teatro de marionetas chinês, enquanto o Jardim Botânico recebe com peças feitas a partir de lixo encontrado na costa portuguesa.

Publicidade