Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Stan Lee (1922-2018): seis livros para comprar em Lisboa

Stan Lee (1922-2018): seis livros para comprar em Lisboa

O criador de alguns dos super-heróis mais populares da Marvel morreu aos 95 anos. O que podemos encontrar dele nas livrarias especializadas?

Stan Lee.
Photograph: Courtesy Comikaze Stan Lee.
Publicidade

Homem-Aranha, Hulk, Pantera Negra, Quarteto Fantástico, X-Men, Homem de Ferro, Demolidor, Doutor Estranho, Viúva Negra, Os Vingadores. O contributo de Stan Lee para a cultura popular é extenso e divide-se por muitos nomes de super-heróis e títulos de BD. Em parceria com artistas como Jack Kirby ou Steve Ditko, o autor e editor norte-americano revolucionou a indústria dos comics com a criação de personagens e histórias para um público adulto, num movimento que culminou com o lançamento da Marvel em 1961.

Stan Lee morreu nesta segunda-feira, em Los Angeles. Tinha 95 anos. Apesar do negócio multimilionário de que está na base – dos livros aos quadradinhos ao espectáculos ao vivo e ao cinema, passando pelos infindáveis objectos coleccionáveis e de merchandising –, o seu grande legado é a densidade ficcional que impôs ao sector durante a sua Era de Prata. As suas criações tinham existencialismo, sentido de humor, e comunicavam com o mundo que as rodeava e com as mudanças sociais em curso. Algo com impacto ainda hoje, tantas décadas depois, como se viu aquando da estreia de Black Panther no grande ecrã.

A obra de Lee – cujo nome era Stanley Martin Lieber, nascido a 28 de Dezembro de 1922 no estado de Nova Iorque, EUA, filho de imigrantes romenos e o mais velho de dois irmãos – não ficou reduzida aos títulos que ajudou a criar (e a vender) há muitas décadas. Manteve-se parte do processo criativo até ao final – nos comics, no cinema e na televisão, como produtor executivo e até actor. Por isso, pedimos a duas livrarias especializadas de Lisboa, a Kingpin Books e BDMania, para nos sugerir três livros cada com a assinatura de Stan Lee.

Recomendado: Os piores e os melhores filmes da Marvel

As sugestões da Kingpin Books

X-Men: Children of the Atom

Este volume da Epic Collection contém as histórias dos X-Men #1 ao #23 (entre os anos de 1963 e 1966). Contam os primeiros anos da comunidade de mutantes criada pelo Professor X e da sua conturbada busca pela convivência pacífica com os humanos. A primeira batalha com Magneto, o seu arqui-inimigo, também cá está.

X-Men: Children of the Atom, de Stan Lee, Roy Thomas, Werner Roth, Alex Toth e Jack Kirby
Marvel Comics, 2014
Preço: 37.50€

Fantastic Four: The Coming of Galactus

Mais um volume da Epic Collection. Contém as histórias do Quarteto Fantástico #33 ao 51 mais o Anual #3 (entre os anos de 1964 e 1966). O Surfista Prateado nasce nestas páginas, assim como Galactus, o Quarteto Terrível e os Inhumans. Lee orgulhava-se particularmente desta fase do Quarteto Fantástico, que entre batalhas ainda tem tempo para se debruçar sobre questões familiares. De resto, o primeiro casamento entre super-heróis anda por aqui.

Fantastic Four: The Coming of Galactus, de Stan Lee e Jack Kirby
Marvel Comics, 2018
Preço: 42.50€

Publicidade

The Mighty Thor: To Wake The Mangog

As histórias do Thor do #154 ao #174 (entre os anos de 1968 e 1970). Neste volume da Epic Collection, Mangog tenta desembainhar a Espada de Odin e resgatar o super-vilão – e clone de Thor – Ragnarök. Adam Warlock regressa e a origem de Galactus é explicada, assim como a relação de Thor com Donald Blake.

The Mighty Thor: To Wake The Mangog, de Stan Lee e Jack Kirby
Marvel Comics, 2015
Preço: 37.50€

As sugestões da BDMania

Stan Lee Meets...

Foi um livro editado para comemorar os 65 anos de Stan Lee na Marvel. São histórias, com um argumento a puxar para o cómico, onde o autor se vai encontrar e interagir com algumas das suas criações: o Homem-Aranha, o Surfista Prateado, o Dr. Estranho, Dr. Destino e o Coisa, o Quarteto Fantástico.

Stan Lee Meets..., de Stan Lee, Roy Thomas, Johnny Ryan, Brian Bendis, Jeph Loeb, Paul Jenkins, Jacob Chabot, Michael Gaydos e Fred Hembeck 
Marvel Comics, 2006
Preço: 31,24€ (exemplar único)

Thor: The Warriors Three Unleashed

Com argumento de Stan Lee e Walt Simonson e desenhos de Jack Kirby e Mark Teixeira, entre outros. Uma história passada em Argard: Thor, o Deus do Trovão, ausenta-se e alguém tem que assumir o seu papel e resolver os seus problemas. O que inclui tratar de Loki, Encantor ou Ulik.

Thor: The Warriors Three Unleashed, de Stan Lee, Jack Kirby, Walt Simonson,Tom DeFalco, Ron Frenz e Mark Teixeira
Marvel Comics, 2011
Preço: 24,99 euros (exemplar único)

Publicidade

How to Draw Comics the Marvel Way

Um manual de desenho, com os conselhos de Stan Lee, enquanto argumentista, e de John Buscema, desenhador da Marvel. Como aprender a desenhar personagens "à maneira" da chancela que nos trouxe Homem-Aranha, X-Men, Hulk, Capitão América ou Quarteo Fantástico.

How to Draw Comics the Marvel Way, de Stan Lee e John Buscema
Marvel Comics, 1984
Preço: 22,48€

O Universo Marvel

Vingadores Guerra do Infinito
©Marvel Studios
Filmes

Os piores e os melhores filmes da Marvel

Por muito que a gente adore o Homem-Aranha de Sam Raimi (e até ache graça a O Incrível Hulk de Ang Lee), o universo cinematográfico da Marvel só começou a ganhar forma em 2008, com o Homem de Ferro de Jon Favreau. E passados dez anos encontra-se em grande, com filmes como Black Panther, de Ryan Coogler, e Vingadores: Guerra do Infinito, dos irmãos Russo. Mas não foi fácil chegar aqui. Sabendo que nos estamos a pôr a jeito das caixas de comentários, elencámos os 19 filmes até à data. Dos piores aos melhores filmes da Marvel.

Filmes

Dez séries de super-heróis que tem de ver

Há cada vez mais e melhores séries de super-heróis na televisão. Dos personagens da DC no chamado Arrowverse do canal CW – Arrow, The Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl – à comitiva da Marvel na Netflix – Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro, Os Defensores e O Justiceiro –, passando pelos inúmeros vigilantes (e não só) que se desdobram por outros canais e plataformas, sem se inserirem num complexo universo partilhado. Dito isto, não é de agora que há super-heróis na televisão. E há uma ou outra velha série que merece ser revista. A começar pelos desenhados animados de Batman dos anos 90. Recomendado: Sete séries de televisão clássicas com super-heróis

Publicidade
the defenders
©Sarah Shatz/Netflix
Filmes

A pré-história de Os Defensores

No princípio era o Demolidor, e o Demolidor estava na Netflix. Dois anos e quatro séries – Jessica Jones (2015), a segunda temporada de Demolidor (2016), Luke Cage (2016) e Punho de Ferro (2017) – mais tarde, os heróis das ruas de Nova Iorque encontram-se em Os Defensores. Se estes nomes não lhe dizem nada, está na hora de fazer a revisão da matéria dada. Ou de descobrir pela primeira vez estas séries da Marvel.

Publicidade