Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Ao vivo ou num ecrã: tudo o que pode ver e fazer na ModaLisboa MAIS
Bastidores da 52ª ModaLisboa 2, Luis Carvalho
Manuel Manso Luis Carvalho

Ao vivo ou num ecrã: tudo o que pode ver e fazer na ModaLisboa MAIS

As modas mudaram com os tempos e esta edição terá uma forte presença digital e alguns eventos presenciais

Por Francisca Dias Real
Publicidade

Os tempos mudaram desde a última edição da ModaLisboa, em Março. Houve tempo para pensar em soluções para que as modas e as passerelles voltassem em segurança, sempre com a premissa de apoiar os designers e a produção nacional. A próxima edição, sob o mote MAIS, acontece entre 7 e 11 de Outubro, dividindo-se entre um evento com lotação muito limitada nos Jardins do Parque Eduardo VII ao longo do fim-de-semana, tendo também uma versão com transmissão online, fruto de uma parceria com a Altice Portugal. Descubra a seguir o que não pode perder na ModaLisboa MAIS, seja através de um ecrã ou mesmo ao vivo. 

Recomendado: Descubra as melhores marcas portuguesas para apoiar os negócios locais

Tudo o pode ver e fazer na ModaLisboa MAIS

Transmissão digital

Nesta edição, mais longa que o habitual, surgem assim três novas plataformas digitais criadas de raiz para que as modas pudessem chegar a todos, em qualquer lugar: uma app mobile (para IOS e Android), uma app TV para clientes MEO e um microsite, disponível através do já existente modalisboa.pt. Será a partir destes três meios que os desfiles, bastidores, entrevistas e todos os happenings da ModaLisboa MAIS serão transmitidos, em directo. A emissão de cada dia será assim conduzida por embaixadores ModaLisboa: Cleo Tavares, Rui Maria Pêgo, Renato Duarte e Catarina Palma. Na app mobile, por exemplo, os utilizadores vão poder agendar os desfiles que têm interesse ver online, criando um calendário personalizado que envia notificações para que não perca nada do que quer ver.

Desfiles

Este ano há mais liberdade – as colecções apresentadas não têm obrigatoriedade de estação. A 55.ª edição conta com 33 designers e 24 momentos que se dividem entre apresentações, desfiles e happenings, tudo para dar voz àqueles que são o combustível de qualquer semana da moda: os designers e a produção nacional. Os desfiles viajam para os jardins do Parque Eduardo VII e chegam até ao público através das plataformas digitais (app mobile, app TV e microsite).

Dia 8

O primeiro dia de desfiles arranca com a marca Buzina, às 12.00, que se estreou nas passerelles na edição passada, e regressa agora ligada à plataforma LAB, onde também João Magalhães apresentará a sua colecção, às 14.00. Nuno Baltazar mostra as novidades às 15.00 e logo a seguir é a vez de Valentim Quaresma. O dia fecha com Ricardo Preto, às 18.00. 

Dia 9

O colectivo Awaytomars abre o segundo dia de ModaLisboa MAIS, às 12.00, seguindo-se a estreia da designer Joana Duarte, que assina como Béhen, às 14.00. Na hora seguinte, Duarte apresenta a sua colecção e, logo a seguir, às 16.30, é a vez de Constança Entrudo. Luís Carvalho encerra a passerelle, às 18.00. 

Dia 10 

Neste dia, os desfiles são interrompidos por apresentações na Workstation em happenings onde as peças confluem com apresentações multimédia. Saskia Lenaerts (14.00), Opiar (16.00) e Filipe Augusto (17.30) são os designers alistados para a Workstations de sábado. O calendário de desfiles deste dia contempla ainda as apresentações de Kolovrat (12.00), Ricardo Andrez (15.00) e Nuno Gama (17.00). O dia fecha com a apresentação dos designers do concurso Sangue Novo, nesta que é uma primeira apresentação, sendo que, pela primeira vez, as colecções dos dez designers seleccionados não serão apresentadas na ModaLisboa em formato de desfile. Em vez disso, André Jorge, Andreia Reimão, Ari Paiva, Arndes, Benedita Formosinho, Bolota Studio, Feliciano, Fora de Jogo, Pilar do Rio e Rafael Ferreira vão apresentar as suas peças em vídeo, numa experiência digital, a partir das 18.00. O júri composto por Miguel Flor, Ricardo Dourado, Rosário de Mello e Castro, Adriano Batista e Danilo Venturi escolherá assim os cinco designers vencedores que passam à fase seguinte, e que levam consigo um prémio monetário de mil euros. Serão ainda entregues dois prémios: o Prémio ModaLisboa x The Feeting Room e o Prémio ModaLisboa x MOCHE. Em Março de 2021 apresentarão a nova colecção e só aí se escolhem os vencedores.  

Dia 11

O último dia de modas arranca com Carolina Machado, às 12.00, e segue forte com Gonçalo Peixoto (15.00), HIBU (16.30), Olga Noronha (17.00) e Carlos Gil (18.00). António Castro e Archie Dickens são os designers que farão a apresentação da colecção na Workstation. 

Publicidade

Workstation

A Workstation continua a servir de montra a novos artistas de diversas áreas e terá nesta edição a presença de cinco designers com apresentações nos jardins. São eles: António Castro, Archie Dickens, Filipe Augusto, Opiar e Saskia Lenaerts. Além dos designers, também os fotógrafos Tomás Monteiro e Ana Paganini vão mostrar o seu trabalho, desta vez numa exposição virtual nas plataformas digitais da ModaLisboa MAIS. 

Fast Talks

Já são um habitué na agenda e este ano juntam-se a elas também as Designer Talks. A nova realidade obrigou a novos formatos e visões das conversas que ganharem novos temas e novos oradores (alguns improváveis). Estas conversas serão transmitidas online em todas as plataformas digitais da ModaLisboa e também Onsite, ou seja, nos dias 10 e 11 no espaço Resort. O programa arranca a 7 de Outubro, com a #FASTTALK1, onde Patrick Duffy se senta à conversa com Carolina Álvarez-Ossorio e Amanda Parkes sobre a importância da inovação e do activismo na construção de marcas, eventos e iniciativas eticamente responsáveis. A #FASTTALK2 junta Eduarda Abbondanza, presidente da Associação ModaLisboa, e o cartonista e radialista Hugo Van Der Ding. A #FASTTALK3 estará focada nas perspectivas futuras da indústria da moda com Alfredo Orobio, Diana Verde Nieto e Danilo Venturi. As deginer talks acontecem também neste dia e começam com Nuno Gama e Tiago Manaia, seguindo-se outra com Joana Duarte e Vítor Belanciano. Também Lidija Kolovrat foi chamada a conversar com Patrícia Barnabé e, para terminar, Olga Noronha senta-se com Inês Lopes Gonçalves. O dia 8, fica marcado por uma conversa entre a jornalista Rosário de Mello e Castro com José Ricardo Cabaço sobre comunicação de moda. Enquanto isso, a #FASTTALK5 junta Catarina Barreiros e Daniel Mota Pinto para mostrar os dois lados da promoção da sustentabilidade: junto dos consumidores e junto das marcas. No dia 9, a #FASTTALK6 a moderadora Patrícia Barnabé dá a conhecer a marca Islanna e a sua fundadora, Islana Rosa. A #FASTTALK7 foca-se nas carreiras internacionais de Paulo Pires, Luís Borges e Maria Borges, e na partilha de experiências.

Publicidade

Resort

Nesta edição, a ModaLisboa chega a qualquer um através de um ecrã. Mas há sempre quem tenha vontade de dar um saltinho às modas. A ModaLisboa MAIS apresenta assim o Resort, um espaço de entrada livre aberto à cidade nos dias 10 e 11 de Outubro, nos Jardins do Parque Eduardo VII, com calendário próprio de desfiles, happenings, conversas e compras na versão física do Wonder Room. O ponto central do Resort será um ecrã gigante (quais jogos de futebol do Euro e do Mundial), onde o público poderá assistir em directo aos desfiles que decorrem nos outros jardins do Parque Eduardo VII. A entrada neste espaço, devido às condições de higiene e segurança impostas pelas autoridades de saúde, será assim limitada à lotação do espaço e requer um registo que dará acesso aos dois dias do evento. “Isto porque os tempos mudaram quase tudo, mas não mudaram a nossa missão de trazer Moda e Cultura à nossa comunidade. Vamos fazê-lo de forma segura, com distanciamento social e uso de máscara obrigatório. Vamos fazer #MAIS.”, justifica a organização em comunicado. 

Wonder Room

A cada ModaLisboa, a loja pop up que privilegia as marcas emergentes e os criadores nacionais regressa ao programa das modas. Nesta edição, toda ela num formato especial, também o Wonder Room será reforçado com uma versão digital disponível em modalisboa.pt e na app mobile. Durante os dias em que o Resort está aberto ao público, a 10 e 11 de Outubro, será possível visitar o espaço físico com as várias marcas portuguesas. A versão digital será uma montra seleccionada de peças das marcas portuguesas que estão presentes fisicamente e também algumas dos criadores que se apresentam na Semana da Moda. O Wonder Room digital reencaminha os consumidores para as respectivas lojas online dos designers e das marcas, onde poderá ser feita a compra.

Publicidade

See Now, Buy Now

A ModaLisboa selou ainda uma parceria com a Gow Public, uma nova revista digital que será lançada a 7 de Outubro. Esta nova revista alia-se a esta edição para activar a ferramente See Now, Buy Now, que vai permitir ao público comprar as peças apresentadas por alguns dos designers da ModaLisboa. Como? Depois da transmissão dos respectivos desfiles nas plataformas digitais, os looks seleccionados ficam assim disponíveis para compra imediata, sendo o consumidor, mais uma vez, reencaminhado para a loja online dos criadores. 

Street Food

Durante os dias em que a ModaLisboa se abre (ainda que com acessos limitados) ao público, não faltam as habituais carrinhas de street food para matar o bichinho de comes e bebes. Pode contar com os espaços da Cervejaria de Rua, Licor Beirão, Piadinas Zanotta e Bogani, e ainda outros com activações de parceiros e sponsors da Lisboa Fashion Week.

 

Comprar português? Sim, por favor

Isto.
© Duarte Drago

Marcas portuguesas de t-shirts

Compras

Foi popularizada pelo cinema na década de 50, normalmente acompanhada pelos igualmente populares jeans, e ainda hoje é um básico indispensável de qualquer guarda-roupa. Isto tudo dava um livro, mas também dá uma bela lista de criativas marcas portuguesas que apostam no essencial.

Claus Porto
Claus Porto

Marcas portuguesas de cosmética

Compras

Por cá, ainda poucos conhecem o universo da cosmética nacional, mas que a há, lá isso há e, tal como em muitos outros sectores, não brincamos em serviço. Leite de burra, colostro bovino, mel das abelhas, flores naturais ou sementes de uva são apenas alguns dos sinónimos da riqueza dos produtos cosméticos que nos saem das mãos.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade