A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Latitid 2021
© Joel Bessa/Latitid

Descubra as melhores marcas portuguesas para apoiar os negócios locais

É tempo de olhar para quem nos rodeia, para os nossos e para quem dá a cara pelas marcas portuguesas.

Escrito por
Francisca Dias Real
Publicidade

Não, não nos cansamos de apelar ao consumo, mas não é um consumo qualquer – é um consumo com carimbo português, com a certeza de que é o melhor que poderia comprar saído de um qualquer cantinho dos mais de 90 mil quilómetros quadrados que traduzem Portugal. Consumir o que é português é agora, mais do que nunca, uma necessidade e um dever de todos, um gesto que pode fazer a diferença do lado de lá e que pode durar bons e longos anos no seu armário, estejamos nós a falar de t-shirts, jóias ou sapatos. Somos bons a produzir, somos bons a transformar aquilo em que tocamos em peças únicas: está na hora de pôr os olhos naquilo que é pensado, desenhado e fabricado por cá – as marcas portuguesas.

Recomendado: Uma marca portuguesa por dia não sabe o bem que lhe fazia

Descubra as melhores marcas portuguesas

Marcas que enchem os armários, cabides e sapateiras

  • Compras

Chaves, porta-moedas, creme de mãos, carregadores, pastilhas, lenços, snacks, água, canetas, batons ou álcool gel, está aqui uma bela lista de coisas que as malas e carteiras têm por hábito carregar. As malas são acessórios de moda, é verdade, mas também peças essenciais no dia-a-dia, para carregarmos connosco este mundo e o outro. Já não vale não ter consciência na hora de comprar, por isso mais vale esquecer as marcas que gostam de estampar em letras garrafais o seu nome nas ditas cujas e optar por comprar o que é nosso, comprar português e com consciência. Conheça estas marcas portuguesas de malas e carteiras, das mais clássicas em couro às que recuperam a tradição do junco.

Publicidade
  • Compras

"É mais um dia, o sol já brilha" – conseguiu apanhar a referência musical? É porque com a chegada do tempo mais quente e das estações que nos alegram os dias os raios de sol são como brilhantes diamantes na nossa vista, por isso queremos a todo o custo que se proteja com um par de lentes escuras, mas atenção que não é qualquer par que responde às necessidades. Na hora de comprar, invista nestas marcas de óculos de sol portuguesas. 

  • Compras

Dos modelos mais arrojados aos mais discretos, dos mais decotados aos fatos de banho mais tapadinhos, basta escolher aquele com que vai apanhar banhos de sol e de água salgada, ou doce se for o caso. Na dúvida escolha já mais do que um e use como desculpa o facto das tiras, recortes e folhos ficarem logo marcados na pele na primeira ida para o sol. Fizemos um roteiro pelas melhores lojas de marcas portuguesas de fatos e calções de banho e biquínis, para todos os gostos, carteiras e corpos. Haja calor, saúde e muito sol para ir desfilar o modelito para os areais.

Publicidade
  • Compras
  • Vestuário feminino

Depois do primeiro confinamento, da clausura de 2020, parece ter havido palavras que não saíram da nossa boca nem do nosso corpo – é o caso da loungewear, ou em bom português, “roupa de andar por casa”. Aquela roupa que não envergonha e que traz o conforto necessário a quem tem forças para resistir a ficar de pijama o dia todo em casa. Fatos de treino quentinhos ou malhas fluidas, em conjuntos coloridos ou mais sóbrios, é assim a nova moda para ficar em casa ou para ir àquele recado rápido na rua. Indicamos-lhe o caminho do conforto com etiqueta portuguesa. 

  • Compras

O Inverno deixa a alma e o corpo frios, a precisar do aconchego de uma boa chávena quente ou de um casaquinho de malha grossa, tão típico da estação. Ou até uma manta pesada, para aquelas tardes de preguiça no sofá. Portugal tem provas dadas na qualidade de produção têxtil, e nas lãs é um justo vencedor. Apesar de a indústria dos lanifícios já ter visto dias melhores, há marcas que continuam a apostar nesta matéria-prima que dá pano para mangas, casacos, meias, bonecos, acessórios para a casa, mantas, mochilas ou até sapatos. Dizemos-lhe onde encontrar as melhores marcas portuguesas de lãs para se aquecer.

Publicidade
  • Compras
  • Decoração

Parece haver uma tendência a olhar para cada cantinho da casa, em mudar isto ou aquilo, em acrescentar detalhes ao todo. E as velas são, muitas vezes, esse detalhe necessário que é a cereja no topo do bolo (ou porque não a vela no topo do bolo?) de uma decoração mais cuidada. Mas não lhe falamos aqui de umas velas quaisquer – torcidas ou em bolha, as velas da moda já têm representação portuguesa. Fomos conhecer as novas marcas de velas portuguesas e ainda lhe explicamos como se pode aventurar num exercício DIY. 

  • Compras

Ah, o conforto de uma bela pantufa, daquelas que se calçam ao acordar e só se tiram ao deitar. Se é para ficar em casa, que seja em bom, sem necessidade de recorrer a meias velhas e desbotadas. Fizemos o trabalho por si e encontrámos pantufas de marcas portuguesas para todos os gostos e carteiras – das fofinhas e felpudas às que têm tanta pinta que ninguém o criticaria se fosse ao supermercado com elas. Abrace o frio e ande em casa em pezinhos de lã apostando nestas marcas portuguesas de pantufas.

Publicidade
  • Compras

A tranquilidade terapêutica da cerâmica levou muito boa gente a enveredar por cursos deste ofício, mesmo nada tendo a ver com a respectiva profissão. As rodas de oleiro, as fornadas, os vidrados, as argilas, os moldes e as cores agarraram o coração de quem sempre achou que meter as mãos na massa era tarefa para os outros. Há quem o faça há anos e faça disto a sua profissão a tempo inteiro, há outros que dão agora os primeiros passos – de uma forma ou de outra todos chegam até nós com a fragilidade e delicadeza de uma peça cerâmica, seja ela perfeitinha ou tosca. Há por aí uma nova geração de artesãos da terra e, por isso, atirámos o barro à parede para perceber que ceramistas o apanhavam. Descubra algumas das melhores marcas portuguesas de cerâmica. 

  • Compras

Já foi tempo em que dominava a meia preta ou azul escura, um básico que cada vez mais fica guardado na gaveta para dar lugar a outras extravagâncias de trazer no pé, seja de Verão para dar aquele ar alternativo por baixo da sandália, quer de Inverno, na hora de aquecer os pés e a alma. Enfim, tudo isto para falarmos de meias, um bom par de meias. Calçar português não é só por fora, também há que ter uma boa base, uma espécie de roupa interior para os pés, e essa está aqui, nestas marcas portuguesas de meias, catitas que só elas. Para os mais arrojados e para os arrumadinhos.

Publicidade
  • Compras

As t-shirts têm origem nas peças interiores que se usavam por baixo de camisas e camisolas para aquecer o corpinho. Mas a t-shirt propriamente dita (a clássica branca de algodão) começou por ser usada por militares americanos a partir do início do século XX. Foi popularizada pelo cinema na década de 50, normalmente acompanhada pelos igualmente populares jeans, e ainda hoje é um básico indispensável de qualquer guarda-roupa. Isto tudo dava um livro, mas também dá uma bela lista de criativas marcas portuguesas que apostam no essencial. Muitas erguendo a bandeira da sustentabilidade. 

  • Compras

“A beleza interior é que conta”. Fartamo-nos de ouvir repetidamente esta frase e, em boa verdade, não podia estar mais correcta. Mas, por vezes, é preciso uma ajuda extra para se sentir bem consigo próprio e não há mal nenhum nisso. Por cá, ainda poucos conhecem o universo da cosmética nacional, mas que a há, lá isso há e, tal como em muitos outros sectores, não brincamos em serviço. Leite de burra, colostro bovino, mel das abelhas, flores naturais ou sementes de uva são apenas alguns dos sinónimos da riqueza dos produtos cosméticos que nos saem das mãos. Nascidas por cá, umas centenárias e outras quase recém-nascidas, estas marcas portuguesas de cosmética são um tesouro nacional que nos põem a todos mais bonitos por dentro e por fora. 

Publicidade
  • Compras

O calçado português tem fama e proveito, sobretudo lá fora, uma vez que se tornou num sector maioritariamente vocacionado para as exportações. Mas se há lição que já devíamos ter aprendido é que o que é nacional é bom, e se há altura para o provar é agora, comprando o que é nosso e apoiando os milhares de postos de trabalho que esta indústria gera no nosso país. As mãos dos portugueses são autênticas varinhas de condão para garantir a qualidade do que trazemos nos pés. Aqui apresentamos-lhe algumas das melhores marcas portuguesas de calçado, muitas delas sustentáveis e vegan, que deixam uma pegada ambiental reduzida, mas com estilo.  

  • Compras

Mesmo em tempos pandémicos, não há desculpas para deixar de manter uma relação de amizade estreita com o ambiente, até porque se o mundo pode parar por momentos lá fora, sabemos que o ambiente está lá sempre e a precisar que cuidemos dele. Por isso, na hora de comprar olhe para a etiqueta, para a pegada ambiental e para os pequenos negócios que, afinal de contas, parecem estar sempre aqui para nós mesmo nos tempos mais difíceis.  

Publicidade
  • Compras

É importante, mais do que nunca, manter as mãos higienizadas, bem lavadinhas e livres de vírus chatos que andam por aí. E se lavar as mãos mais vezes ao dia obrigou a mudar a rotina, seria de esperar que começasse a olhar também para os produtos que usa, para a sua composição e se, no final de contas, não acaba com as mãos feitas num caco. Isto tudo para dizer que há sabonetes que ainda são fiéis à velha técnica da saboaria artesanal, livre de químicos e maquinaria pesada, livres de aromas artificiais e embalagens plastificadas. Há marcas de sabonetes artesanais que põem cá fora produtos feitos à mão, com o que a terra dá, do azeite às ervas aromáticas, sejam eles para as mãos, corpo, rosto ou cabelos.  

  • Compras

A roupa de desporto não tem de ser sete tamanhos acima do seu, nem velha, nem aborrecida – esse pode ser, aliás, um factor para entrar no clube dos desmotivados. Mas nem tudo tem de ser assim, houve quem desenhasse uma solução com etiqueta nacional. E como não nos cansamos de bater na tecla das marcas portuguesas, e olhe que as há em todos os sectores e mais alguns, também no desporto quisemos dar voz e espaço a quem se lançou neste mercado. Do design à produção, estas marcas portuguesas de roupa desportiva pensaram em tudo para lhe dar a motivação necessária para voltar aos treinos (se for o caso) ou para continuar forte na malhação, agora com mais motivos: o da performance e o da vaidade.

Publicidade
  • Compras
  • Joalharia

Com cada vez mais marcas de jóias portuguesas em Lisboa, não há desculpas para não brilhar pela cidade, quer em ocasiões especiais, quer para animar os dias cinzentos. Nesta lista, apresentamos as melhores marcas portuguesas de jóias e respectivas lojas e ateliês para as comprar. Mas o melhor é mesmo não ser preciso endividar-se para levar uma peça para casa: há espaço para jóias acessíveis, sem descurar o design, mais orgânico ou mais geométrico. Brincos, pulseiras, colares, de todas as formas e feitios, em materiais nobres, mas também em plástico, nylon e até impressão em 3D.

  • Compras

Há mais de uma dezena de marcas portuguesas com uma palavra a dizer na hora de compor a noiva. Mas nem tudo são vestidos brancos. O visual é para ser cuidado da cabeça aos pés e há muito que decidir, desde o penteado (complexo, daqueles para durar metade de um dia a fazer, ou mais simples, com recurso a toucados) até ao calçado, desde os clássicos saltos de alto às propostas mais práticas, como as sabrinas e as sapatilhas brancas, para noivas precavidas que não sabem se vão querer fugir a sete pés antes do apito final. Se não for para este ano, ficam já de olho para o próximo. 

Publicidade

Marcas que enchem os armários em miniatura

  • Miúdos
  • Vendas

Está na hora de ir às compras para os petizes da família. Eles também gostam de andar bonitos, dos pés à chupeta, e o que não faltam são marcas portuguesas de roupa e acessórios para crianças. Desde mordedores e prende-chuchas, passando por peças artesanais feitas exclusivamente com algodão orgânico e até estampados divertidos, as propostas são várias, para todas as idades e gostos. Ora, espreite. 

Publicidade
  • Miúdos

Desde brinquedos científicos a propostas faça-você-mesmo ou peças tão bonitas que até para decoração servem (é capaz de nem se importar de ver os objectos espalhados pelo chão), não faltam marcas portuguesas para entreter os miúdos. De madeira, cortiça, papel reciclado e até tecido, estes brinquedos são feitos dos mais variados materiais, predominantemente amigos do ambiente e, claro, tão educativos quanto divertidos. Porque a brincar a brincar aprende-se a sério. 

Marcas que enchem os armários da cozinha

Publicidade
  • Restaurantes

Muitas horas em frente ao computador, em casa ou no escritório, significam assaltos constantes ao frigorífico e à gaveta da secretária. E isso normalmente não dá bom resultado. A pensar na sua rica saúde, e para evitar que devore todas as embalagens de bolachas e tabletes de chocolate, damos-lhe a conhecer cinco marcas portuguesas de snacks saudáveis. Fruta desidratada, snacks com base de feijão vermelho, grão-de-bico ou ervilhas, pipocas cobertas com chocolate (sim, são saudáveis) e mini bolinhas energéticas de manteiga de amendoim são alguns dos que pode encontrar nesta lista. 

  • Restaurantes

Não é só mais uma bebida para acompanhar refeições ou beber quando tem sede. A kombucha tem muito que se lhe diga e basta dar três dedos de conversa com quem está metido no negócio de produção desta bebida para perceber que é na verdade a descoberta de todo um mundo em crescimento, que busca nas bactérias uma série de benefícios.  Encha-se de saudinha e encomende a uma destas marcas portuguesas de kombucha (se vir um pequeno organismo acastanhado no fundo da bebida, não se assuste porque não está estragada, está viva – é o scoby). 

Publicidade
  • Restaurantes

Abra horizontes, abandone o conforto refrigerante das marcas com que cresceu e aventure-se pelo mundo da cerveja artesanal. Sem medos. Afinal, há cada vez mais e melhores cervejas em Portugal, bem como sítios onde bebê-las (em Lisboa e não só) – ou de onde encomendá-las. Há desde referências alfacinhas, como a já clássica Urraca Vendaval da Oitava Colina, a cervejas com pronúncia do norte, como uma Imperial Stout da Lupum, passando pelo centro do país, onde mora a Luzia. Ordenadas por teor alcoólico, para saber com o que contar.

Mais compras

  • Compras

Lisboa está mais atenta ao mundo vegetal, com menos preconceitos e cada vez mais curiosidade. A prova disso é a quantidade de marcas veganas que existem na cidade – nem todas com loja própria – e que ajudam os lisboetas a descobrir alternativas de roupa, acessórios, sapatos ou cosmética. Alargamos o leque a toda a cidade e a lojas online de marcas que promovem este estilo de vida 100% vegetal. 

  • Compras

Já é bom contribuir para a segunda, terceira ou quarta vida de uma peça de roupa, melhor ainda se ela lhe for bater directamente à porta. Para bem dos nossos armários (e mal do nossos cartões) já há lojas que dispõem online grande parte do seu catálogo vintage, das saias plissadas aos sapatos de ponta quadrada, do brinco folclórico ao blusão de ganga necessário. Umas não falam português, outras são novidade e outras já faziam parte destas andanças. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade