A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
livros de terror
Ilustração de Dave McKeanCoraline (Rocco, 2003)

Vinte e cinco livros de terror para um susto caseiro

Gosta de um bom susto? Aproveite para ler um destes livros de terror. Há desde um romance histórico a uma banda desenhada.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Há cinema de terror, claro, mas também há livros de terror, mais ou menos obscuros. Afinal, um bom susto não precisa necessariamente de imagens em movimento nem de bandas sonoras tenebrosas. Razão por que fomos à procura das melhores obras do género e encontrámos mais de duas mãos cheias de sugestões, desde um romance histórico a uma antologia de banda desenhada, sem esquecer os mais jovens, sempre com o terror como pano de fundo. Recomendamos a companhia de uma luz de presença e de um cobertor, capaz de o proteger dos monstros debaixo da cama.

Recomendado: O melhor da Netflix: filmes e séries para maratonas sem fim

Histórias assustadoras para um susto caseiro

De Stephen King

Pode ver os filmes, até porque o capítulo dois saiu em 2019. Mas os livros são sempre melhores que os filmes, sobretudo quando o autor é Stephen King. E o clássico sobre sete adultos que regressam ao lugar onde cresceram para enfrentar um pesadelo em comum promete um valente susto. Se for sensível, tente lê-lo à luz do dia. Caso contrário, é capaz de ficar com medo dos monstros imaginários eventualmente escondidos debaixo da sua cama. 

Bertrand Editora. 704 pp. 22,20€

De William Golding

Um clássico incontornável, este livro do Prémio Nobel da Literatura William Golding foi publicado originalmente em 1954 e continua a ser perturbador e aclamado. Recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, segue a história de um grupo de rapazes que, depois de o avião em que viajavam se despenhar, se encontram sozinhos (ou não tão sozinhos assim) numa ilha deserta. Se no início começam por desfrutar da liberdade total, consequência da ausência de adultos, à medida que o tempo passa o frágil sentido de ordem desmorona-se.

Bertrand Editora. 256 pp. 7,50€

Publicidade

De William Blatty

Se não conhece a franquia americana de terror, anda a viver debaixo de uma pedra. Mas, antes de pôr os cinco filmes e uma série em dia, pode ler a história original de William Blatty. Publicado pela primeira vez em 1971, O Exorcista tornou-se um fenómeno literário e foi considerado um dos livros mais assustadores e controversos alguma vez escritos. A narrativa centra-se em Regan, a filha de doze anos de Chris MacNeil, que parece estar possuída por um demónio ancestral. Caberá a dois padres a dura tarefa de a exorcizar, arriscando a sanidade e a vida. 

Edições Gailivro. 344 pp. Esgotado em loja, mas disponível nas BLX.

De Dan Simmons

Este romance do autor americano Dan Simmons é, segundo Stephen King, “intenso, absorvente e arrepiante”. Na versão portuguesa, encontra-se dividido em dois volumes. Publicado pela primeira vez em 2007, apresenta personagens reais dentro de um conto ficcional sobre a expedição perdida que o Capitão Sir John Franklin liderou na Primavera de 1845 ao então desconhecido Árctico. Dois navios e mais de mil homens partiram na viagem. O objectivo era encontrar a lendária Passagem do Noroeste, que supostamente ligava os oceanos Atlântico e Pacífico. Mas, depois do capitão morrer e deixar a sua tripulação presa entre garras de gelo, os homens mal preparados vão ter de aprender a sobreviver ao frio letal e a um predador oculto que apanha marinheiros.

Saída de Emergência. 320 pp. 16,60€

Publicidade

De Chris Priestley

Este é um livro de terror, mas também é um livro infantil, embora para crianças com mais de dez anos e de preferência pouco assustadiças. Misterioso e hipnotizante, segue as aventuras do jovem Edgar, que não resiste às cativantes histórias de terror do seu tio Montague, uma figura estranha que vive numa casa no meio do bosque e é afinal o protagonista da história mais terrífica de todas. Com ilustrações discretas, mas perfeitamente adequadas aos acontecimentos narrados, este livro promete não só um bom susto como uma boa experiência visual, capaz de aguçar a mais tímida das imaginações.

Arte Plural Edições. 168 pp. 16,60€

De vários

Esta antologia começou por ser apenas uma exposição de banda desenhada de terror, mas acabou transformada num verdadeiro catálogo do que de melhor se faz em quadradinhos no país. Ao todo, são 20 momentos de horror, outros tantos sustos e “sobressaltos”, numa obra que também inclui instantes de humor e pausas para reflexão. Com o apoio de dois argumentistas, as histórias foram desenhadas por alguns dos melhores autores portugueses de BD: Álvaro, André Oliveira, Andreia Rechena, Bruno Caetano, Carlota Borba, Fernando Relvas, Filipe Alves, Joana Afonso, João Sequeira, José Lopes, José Smith Vargas, Luis Cavaco, Mosi, Nuno Rodrigues, Osvaldo Medina, Pedro Brito, Pepedelrey, Ricardo Drumond, Ricardo Santo, Rui Gamito, Rui Lacas e Tiago Pimentel.

Europress. 48 pp. 11,95€

Publicidade

De Jeremy de Quidt

Não existem muitas colecções de histórias de terror em português. Por isso, este livro de Jeremy de Quidt é uma surpresa agradável, que parte da história de um rapaz que apanha o comboio errado e acaba por sair numa estação quase deserta, onde um velho com uma candeia, acompanhado por um pequeno cão cinzento, o convida a ouvir um conto para ajudar a passar o tempo. Na verdade, são oito contos, todos protagonizados por jovens, mas capazes de assustar até os mais crescidos.

Topseller. 240 pp. 16,99€

De H. P. Lovecraft e François Baranger

É impossível criar uma lista de livros de terror sem mencionar Lovecraft, que revolucionou o género ao misturar elementos de terror com ficção científica e fantasia. O Despertar de Cthulhu, conta como, na Boston de 1926, Francis Thurston descobre, após o seu avô morrer em circunstâncias estranhas, a existência de uma seita que venera uma criatura inominável, ligada a mortes misteriosas em vários locais do mundo. Esta é uma das mais famosas histórias da literatura fantástica americana e ganha ainda mais vida nesta edição de grande formato, com encadernação de capa dura e páginas ilustradas pelo reconhecido François Baranger.

Saída de Emergência. 319 pp. 27,70€

Publicidade

De Edgar Allan Poe

Esta edição de luxo, com capa dura, é composta por 28 das melhores prosas do americano Edgar Allan Poe, mestre do suspense e um dos pioneiros do horror e da ficção científica na literatura. Embora datem do século XIX, as suas histórias continuam assustadoramente sinistras, agora ilustradas por 28 artistas nacionais, como Joana Mosi, Luís Corte Real e Zé Burnay.

Saída de Emergência. 273 pp. 24,90€

De Riley Sager

Ter Stephen King a anunciar na capa que “chegou o grande thriller de 2017” é motivo mais do que suficiente para nos atirarmos de cabeça para esta leitura. E, uma vez que já vamos em 2021, estamos obviamente atrasados. Mas aproveite agora para descobrir esta história de terror sobre as sobreviventes de um massacre. Quando uma delas aparece morta na banheira de outra, uma terceira impulsiona o reviver de uma noite traumática.

Topseller. 384 pp. 19,99€

Publicidade

De Shirley Jackson

Este é um bom exemplo do terror e do suspense em literatura, fonte de inspiração para nomes como Stephen King ou Guillermo del Toro, confessos admiradores de Shirley Jackson. A história já foi adaptada por duas vezes ao cinema em filmes de grande sucesso e até a Netflix aproveitou para criar uma série original em 2018 (à qual se seguiu uma outra com a mesma inspiração gótica). Os protagonistas são John Montague, especialista e estudioso do oculto; Theodora, a sua assistente; Luke, o futuro herdeiro da Mansão Hill House; e Eleanor, uma mulher solitária e frágil, já com experiência de encontros com poltergeists. Mas o que inicialmente era apenas uma experiência em torno de fenómenos inexplicáveis torna-se, em pouco tempo, uma corrida pela sobrevivência.

Cavalo de Ferro. 208 pp. 16,99€

De Jeff VanderMeer

Adaptado ao grande ecrã no ano passado, com Natalie Portman no papel principal, Aniquilação é o primeiro volume da Trilogia X, de Jeff VanderMeer, sobre mais uma expedição, depois de sucessivos fracassos, a uma zona misteriosa e isolada do resto do mundo. À 12.ª vez, um grupo de quatro mulheres – uma antropóloga, uma bióloga, uma psicóloga e uma topógrafa – propõe-se a desvendar o enigma, mas acontecimentos bizarros e formas de vida que ultrapassam o entendimento minam a missão.

Saída de Emergência. 224 pp. 16,90€

Publicidade
Coraline e a Porta Secreta

De Neil Gaiman

Este premiado romance gráfico, de Neil Gaiman, foi publicado em 2002. À semelhança de Alice nos País das Maravilhas, de Lewis Carroll, Caroline também apresenta uma realidade alternativa, mas muito mais sombria, onde a protagonista terá de escapar à sua Outra Mãe e ao seu Outro Pai, que lhe querem costurar botões no lugar dos olhos. Uma história de terror estranhamente divertida. Depois, quem sabe, aproveite para ver a adaptação ao ecrã, no filme de animação de 2009, realizado por Henry Selick.

Editorial Presença. 136 pp. 9,90€

De Dacre Stocker e J. D. Barker

Sabia que Dacre Stoker, o neto do sobrinho de Bram Stoker, autor do clássico imortal, publicou uma prequela de Drácula, baseada nas notas encontradas pelo seu antepassado? Drácula é uma das obras mais emblemáticas da literatura de terror e continua a inspirar, ainda hoje, incontáveis novas histórias. Nesta obra, finalista dos prémios Bram Stoker e Goodreads para Melhor Livro de Terror, o protagonista é Bram Stoker e a sua história começa na infância, quando começa a desconfiar da sua ama Ellen Crone, que tem uma pele pálida, comportamento bizarro e parece nunca envelhecer.

Topseller. 480 pp. 20,99€

Publicidade

De Pepedelrey

Alguém falou em contos de terror? O formato curto é, de facto, um dos mais comuns para explorar o género e são incontáveis os bons exemplos de colecções que vale a pena explorar, como esta compilação de terror em banda desenhada. A premissa é simples: quando se vagueia sozinho numa cidade fria e distante, a alma cria em nós uma ilusão de algo que está para além do racional. Neste livro, composto por quatro histórias, Pepedelrey tenta criar medos e pavores ancestrais. Mas tudo não passa da simples incapacidade de admitir a nossa violência interior, o medo de nos expormos e sermos julgados.

Escorpião Azul. 72 pp. 11€

De Chuck Dixon e Michele Rubin

Foi no ano passado que a Polvo lançou o “Universo Tex”, um novo selo da linha do famoso cowboy Tex Willer, que se foca em personagens secundárias do universo criado por Giovanni Luigi Bonelli e Aurelio Gallepini. Com menos páginas do que o habitual, mas em formato de capa dupla, esta nova colecção teve um lançamento de dois álbuns em simultâneo, inclusive este Terror na Floresta. No “Woodlandflyer”, o comboio que atravessa o colorado, Kit Willer é preso e forçado a trabalhar na floresta, juntamente com um honesto, mas azarado, jogador. Conseguirá o filho de Tex desenvencilhar-se por entre os perigos da natureza e as armadilhas dos seus carcereiros?

Polvo. 36 pp. 7,99€

Publicidade

De Cullen Bunn e Tyler Crook

A série Harrow County, escrita por Cullen Bunn e ilustrada por Tyler Crook, arranca com uma mulher queimada publicamente numa fogueira. Mas, atenção, consegue tornar-se ainda mais tenebrosa, página após página, numa história terrível e onírica ao estilo “southern gothic”. Considerada pelo lendário Mike Mignola como a melhor série do ano de 2015, esta banda desenhada conta-nos a viagem iniciática de uma jovem rapariga numa terra imbuída de sobrenatural. Se chegar ao fim do volume 1, respire um momento e prepare-se, porque há mais sete para ler.

G Floy Studio. 136 pp. 9,99€

De vários autores

Nesta colectânea da Editora Draco, grandes e novos autores exploram infinitos imaginários, em contos inéditos que exploram o fantástico em todas as suas variantes, contando histórias de ontem, hoje e amanhã e – por que não? – de nunca. Tibor Moricz, Saint‑Clair Stockler e Eric Novello, os autores Gerson Lodi-Ribeiro, Giulia Moon, Jorge Luiz Calife, Ana Lúcia Merege, Carlos Orsi, Flávio Medeiros, Roberto de Sousa Causo, Osíris Reis, Martha Argel, Davi M. Gonzales e Richard Diegues desafiam as fronteiras do real e apresentam várias histórias de fantasia, ficção científica e terror.

Editora Draco. 128 pp. 39,57€

Publicidade

De Stephen Chbosky

Fruto de uma imaginação sem limites e de uma profundidade emocional tremenda, o novo livro do autor de As Vantagens de Ser Invisível acompanhas as vidas de Kate Reese e do seu filho, Christopher, que desaparece após a mudança para uma vila pequena e aparentemente segura. Quando reaparece, o rapaz aparenta estar bem, mas afinal traz consigo uma missão e um amigo imaginário, uma voz que apenas ele ouve, o prenúncio de uma tragédia.

ASA. 864 pp. 22,90€

De Catriona Ward

Recomendado por Stephen King, este thriller conta a história de Ted, que vive com a sua filha Lauren e a sua gata Olívia, numa casa perfeitamente banal, numa rua igualmente banal. Mas também é sobre um assassino, uma criança roubada e busca por vingança. Pode achar que já viu isto em algum lado, mas em Needless Street nada é o que parece.

Porto Editora. 336 pp. 18,80€

Publicidade

De Max Seeck

Escrito pelo finlandês Max Seeck, distinguido em 2016 com o prémio Thriller de Estreia da Finnish Whodunnit Society, este livro tem lugar num subúrbio de Helsínquia, onde a esposa de um autor famoso é encontrada morta. A particularidade mais inquietante: tem cravado no rosto um sorriso terrível. A princípio, tudo leva a crer tratar-se de um psicopata perturbado. Porém, cada movimento da investigadora Jessica Niemi é previamente conhecido e o criminoso está sempre um passo à sua frente.

Bertrand Editora. 400 pp. 18,80€

De C. J. Tudor

Neste thriller macabro, inquietante e cheio de reviravoltas, uma vigária pouco convencional tem de exorcizar o passado sombrio de uma aldeia remota, assombrada pela morte e por desaparecimentos misteriosos. Quanto mais Jack e a sua filha, Flo, exploram a localidade e conhecem os seus estranhos habitantes, mais elas são atraídas para as antigas divisões, mistérios e suspeitas. E quando Flo começa a ver imagens de raparigas em chamas, torna-se evidente que há fantasmas que se recusam a ficar enterrados.

Editorial Planeta. 384 pp. 18,50€

Publicidade

De Emma Stonex

Inspirada numa inquietante história real, a estreia de Emma Stonex é um misto de thriller e história de terror, belíssima e atmosférica, sobre o misterioso desaparecimento de três homens e as vidas das suas mulheres, que ficaram para trás e, 20 anos depois, recebem a visita de um escritor determinado a desvendar o mistério. Revelará o mar o segredo dos guardiões do farol?

Topseller. 336 pp. 17,69€

De Scott Thomas

Finalista do prémio Bram Stoker e Melhor Livro de Terror do Ano pela American Library Association, esta obra de terror gótico revela-se intensa e maravilhosamente orquestrada. A acção ocorre no cenário rural do Kansas, onde se encontra a Casa Finch, uma das mais infames casas assombradas do país. É com relutância que Sam McGarver, popular autor de livros de terror, aceita o convite para lá passar a noite de Halloween, mas não estará sozinho: terá a companhia de mais três mestres do macabro, escritores que ajudaram a dar forma ao terror moderno. Contudo, o que começa como uma simples manobra de publicidade não tarda a transformar-se numa luta pela sobrevivência.

Topseller. 448 pp. 20,99€

Publicidade

De Stephen King

O grande clássico pós-apocalíptico de Stephen King tem finalmente tradução portuguesa. Originalmente publicado em 1978, tem início com uma pandemia que, em relativamente pouco tempo, mata mais de 99% da população mundial. Os que sobrevivem estão assustados, confusos e precisam de um líder. Dois emergem – a Mãe Abagail, uma bondosa mulher de 108 anos que os exorta a formar uma comunidade pacífica em Boulder, Colorado; e Randall Flagg, o nefasto Homem Sombrio, que se deleita no caos e na violência. Os sobreviventes terão que escolher entre eles e decidir o destino de toda a humanidade.

Bertrand Editora. 704 pp. 22,20€

Outras leituras

  • Compras
  • Livrarias

A cidade tem pano para mangas e muitas histórias para contar. As edições que se seguem têm a cidade das sete colinas como pano de fundo, embora a tratem sob diferentes perspectivas, de transportes públicos, arte, cultura e roteiros a histórias de tempos idos ou até a um gato aventureiro.

Publicidade
  • Compras

Não há como não nos comovermos com um bom romance. Mas nesta lista não há apenas romances: há romances românticos e banda desenhada, nos quais o amor é o cerne da narrativa, apesar de nem todos terem direito a final feliz. São para oferecer à sua cara-metade ou a si mesmo, para ficar em casa e colocar a leitura em dia. Há recomendações para todos os gostos e carteiras.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade