Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Novas marcas portuguesas que tem de conhecer
Arcane Jewerly
Arcane Jewerly

Novas marcas portuguesas que tem de conhecer

São pensadas e feitas por cá e logo aí temos o dever de deitar o olho a estas novas marcas portuguesas

Por Francisca Dias Real
Publicidade

O mundo parou em muitos sentidos, mas houve quem arregaçasse as mangas e tirasse da gaveta novos projectos. Muitas destas marcas são autênticos rebentos de quarentena, foram espreitando sorrateiramente o mercado até entrarem nele com toda a força, porque se há momento em que é preciso olharmos para dentro e para os nossos, o momento é agora. É hora de olhar e consumir o que é português, é hora de apoiar os pequenos negócios e pensar em qualidade, em vez de quantidade. Vá, não custa assim tanto. Para vestir, calçar ou decorar a casa, estas são algumas das novas marcas portuguesas para descobrir – e consumir! – online.

Recomendado: Descubra as melhores marcas portuguesas

Novas marcas portuguesas que tem de conhecer

Bavan
Bavan
LUIS NOBRE GUEDES

Bavan

Para fugir aos achados de fast fashion, as amigas e sócias Joana Barreiros, Pilar Vasconcelos e Francisca Espírito Santo juntaram forças e ideias para pôr de pé a Bavan, uma marca de vestidos de festa criada por mulheres e para mulheres. Linhas simples, movimentos fluídos e cortes originais definem este novo projecto português. Os tecidos são comprados em Portugal, todos de qualidade superior, e todo o processo de estampagem e tingimento é feito por cá também. A quantidade de cada modelo produzido é limitada, sendo utilizada a totalidade do tecido para evitar desperdício. Para já, há oito modelos diferentes (158€-210€) à venda, disponíveis nos tamanhos XS ao L, com modelos que se adaptam aos diferentes tipos de corpos e silhuetas. 

Ramos Cerâmica
Ramos Cerâmica
Joana Pereira

Ramos Cerâmica

Peças toscas, rugosas e minimalistas – é assim que a Ramos Cerâmica se mostra ao mundo. A nova marca traz cerâmica de autor e peças de edição limitada a um preço justo e acessível, ao mesmo tempo que tenta combater o desperdício. Patrícia Gonçalves é a cara e as mãos que trabalham a argila. A primeira colecção Jarras tem nada mais nada menos do que aquilo que o nome diz: jarras – todas feitas com diferentes argilas e trabalhadas de diferentes maneiras. E como nada vai para o lixo, há uma colecção composta pelas peças maquete, que vai produzindo ao longo do processo criativo até chegar às peças da colecção final. Estão para venda no site, mas quem quiser deitar-lhes o olho pode marcar uma visita ao ateliê em Lisboa através de email. Estão prometidas novidades para breve.

Publicidade
Light Years Away
Light Years Away
Light Years Away

Light Years Away

A equipa da Light Years Away está envolvida em todos os passos da produção destas peças desportivas, de modo a garantir que os processos são sustentáveis, éticos e inclusivos. As malhas e os tecidos são de Econyl, feito de nylon regenerado que provém do desperdício plástico. A produção é local, num ateliê com costureiros, e as peças são desenhadas e produzidas de forma a reduzir a pegada ambiental. Também as embalagens das encomendas são compostáveis e as etiquetas são feitas de papel semente, para os clientes as poderem plantar. A gama de produtos não é extensa mas toca em todas as necessidades: cycling shorts, leggings, tops e t-shirts.

alpargatas bento
alpargatas bento
bento

bento

Não há calçado mais despretensioso do que um belo par de alpargatas. A bento é uma nova marca de espadrilles 100% portuguesa, quer no design, quer na produção, que é feita com materiais naturais e confecção artesanal. A ideia e o conceito nasceram de uma viagem ao Japão das amigas Mariana e Sofia, que queriam criar uma marca que representasse a sua forma de estar descontraída e o estilo versátil do mindset nipónico. A marca assenta em três valores fundamentais – o minimalismo, a igualdade de género e o consumo consciente.

Publicidade
Dalvans
Dalvans
Dalvans

Dalvans

"Made by hand in Portugal". Vem em inglês, mas é bem nacional. Estes brincos catitas são todos peça única porque passam todos pelas mãos da criadora, Sara Galvão. Os brincos da Dalvans são feitos com argila polimérica, um material não tóxico, composto principalmente de um tipo de resina plástica. Coladinhos à orelha ou grandalhões, são um statement. As novidades estão sempre a aparecer, basta seguir de perto a página de Instagram.

Modelo Tangram
Modelo Tangram
© DR

Mihso

Criada por Mafalda Semedo, a Mihso é a nova marca portuguesa de sweatshirts que quer animar o seu guarda-roupa com muitos padrões. A ideia é que estas camisolas sejam práticas, confortáveis e fáceis de conjugar com outras peças. O resultado é um modelo de sweatshirt com mangas raglan, disponível em três padrões que surgem de ideias e memórias de infância de Mafalda. Depois, o trabalho passa para ilustradores e designers portugueses. Toda a produção está a cargo de pequenas empresas têxteis no Norte do país, e as camisolas são feitas em felpa, 100% algodão. 

Publicidade
Arcane
Arcane
Arcane

Arcane Jewelry

Se os meses de isolamento trouxeram uma coisa boa, foi a oportunidade de tirar da gaveta sonhos e projectos. Como os de Inês Morais, que trocou a vida de account pela das jóias. As peças, desenhadas pela própria, vêm de inspirações tão simples como as antiguidades de família, os objectos encontrados em momentos especiais, a arquitectura greco-romana e as formas ao mesmo tempo toscas e delicadas. Inês leva avante o mote da Arcane, "Find Your Fire", e assume-o como uma forma de empoderamento feminino.

Grau Cerâmica
Grau Cerâmica
Grau Cerâmica

Grauº

A Grauº Cerâmica é um rebento da pandemia. Ganhou forças alimentado pelo tempo livre e pela vontade em pôr as mãos na massa de Isac Coimbra e Diogo Ferreira. O ponto de partida foram as máscaras de cerâmica, num estilo a que a dupla gosta de chamar “novo tribal”, a propósito da ligação de ambos ao continente africano, onde foram buscar inspiração, reinterpretando-a. O leque cresceu para os móbiles, para os jarros e algumas peças de tablewear. É tudo feito à mão no pequeno estúdio. As peças estão à venda no Instagram, no Facebook e no Etsy, para chegar a um público internacional.

Publicidade
The Cousins
The Cousins
The Cousins

The Cousins

Chapéus há muitos e a The Cousins fez com que houvesse mais ainda. Esta marca foi criada por duas amigas que queriam usar este acessório, mas de uma forma moderna e minimalista. Os chapéus são feitos por artesãos locais, com materiais 100% portugueses, e a maioria dos modelos são unissexo, disponíveis em várias cores, formatos e tamanhos. Estão à venda através de mensagem privada nas páginas de Instagram e Facebook da marca, a partir de 85€.

Breathe Sportswear
Breathe Sportswear
Breathe Sportswear

Breathe Sportswear

Jogar golfe, ténis, râguebi, fazer yoga ou jogging. As roupinhas da Breathe Sportswear servem qualquer uma destas modalidades. A marca joga no campeonato da slow fashion e quer fazer roupa desportiva confortável, de qualidade e amiga do ambiente. Os modelos são minimalistas e intemporais, com calças, calções, leggings, tops e t-shirts. Os materiais são todos sustentáveis, como é o caso do algodão BCI (Better Cotton Iniciative) e o lyocell (Tencel), produzidos no Norte do país, através de matérias naturais, sem plásticos, promovendo um comércio justo e com o menor desperdício e consumo de água possível.

Publicidade
Jangada
Jangada
Jangada

Jangada

É mais uma que nasceu em plena quarentena, apesar de a ideia já estar plantada na cabeça da fotógrafa de moda Matilde Travassos há mais tempo. A Jangada é uma nova loja online de básicos de qualidade para criança (dos 2 aos 10 anos), uma marca nostálgica que nos lembra de como era brincar no antigamente. As colecções, criadas para usar, abusar e ainda passar de geração em geração, não têm estação – são clássicos reinventados, dos pólos de malha aos pullovers, dos cardigans às jardineiras. É tudo meio vintage e produzido em pequena escala, numa fábrica no Norte do país. As caixas que chegam das encomendas transformam-se em jogo de tabuleiro. Ah, a infância.

Cantaloupe Studio
Cantaloupe Studio
Cantaloupe Studio

Cantaloupe Studio

O Cantaloupe Studio nasceu da vontade de mostrar ao mundo o know-how na estampagem de produtos de alta qualidade, made in Portugal. Os sapatos desta marca têm todos um estampado diferente, pensado, desenhado e concretizado pelos designers da marca, que quer mostrar que é possível ter calçado confortável e trendy ao mesmo tempo, podendo ser usado na praia ou no escritório. Metalizados, degradé, tigresa ou padrão de meloa (não fosse o nome da marca uma espécie desta fruta), há para todos os gostos. Os tecidos são de fibras naturais e as solas são feitas a partir de cortiça reciclada. 

Publicidade
EUTELA
EUTELA
EUTELA

Eutela

A moda, a arte, o movimento, o feminino e a sustentabilidade unem-se para dar suporte à Eutela, criada por Mariana Rodrigues. A nova marca pensa o corpo como a tela no qual a roupa e tantas outras coisas ganham significado. A primeira colecção CÉU está cheia de peças fluídas, coloridas e com cortes assimétricos, mas muito simples e que se ajustam a vários tipos de corpo. É feita com materiais naturais, como seda, algodão e linho, tudo produzido em Portugal. A colecção de Inverno chega em breve, sendo que as peças estão apenas à venda no Instagram (34,90€-169,90€).

T-shirts Hey, Darling
T-shirts Hey, Darling
©Hey, Darling

Hey Darling

É uma marca portuguesa dedicada à luta por um mundo melhor. Lançou-se na quarentena com uma colecção de t-shirts e sweatshirts, disponíveis em várias cores, optando pela utilização de produtos de origem sustentável, como o algodão orgânico e os corantes botânicos. Na escolha dos fornecedores há a preocupação de procurar as melhores práticas em termos de sustentabilidade e condições de trabalho – e a produção é feita em pequenas quantidades, para minimizar o desperdício. Ou seja, só é aumentada se a procura o justificar. Pode comprar as peças online.

Publicidade
 clay factory shop
 clay factory shop
clay factory shop

Clay Factory Shop

Às vezes basta um jarro ou um candeeiro novo para dar outro ar àquele cantinho lá de casa. A Clay Factory surgiu para isso mesmo: inspirar os amantes de decoração a comprar peças portuguesas, neste caso, pintadas à mão. No site da marca encontra pequenos e grandes vasos, candeeiros, velas, jarros, peças para a mesa e até flores secas.

CIMA
CIMA
CIMA

Cima Sandals

A cortiça continua a dar para tudo e mais um par de botas – neste caso um par de sandálias. Francisco Gomes, português em Londres, acaba de lançar a Cima Sandals, que recorre à matéria-prima sustentável, biodegradável, reciclável e confortável para produzir chinelos de praia amigos do ambiente.  

Compras em português

Projecto Volta
© DR

Marcas portuguesas de meias

Compras

Já foi tempo em que dominava a meia preta ou azul escura, um básico que cada vez mais fica guardado na gaveta para dar lugar a outras extravagâncias de trazer no pé, seja de Verão para dar aquele ar alternativo por baixo da sandália, quer de Inverno, na hora de aquecer os pés e a alma. Calçar português não é só por fora, também há que ter uma boa base, uma espécie de roupa interior para os pés, e essa está aqui, nestas marcas portuguesas de meias, catitas que só elas.

Cecile Mestelan
Cecile Mestelan

Marcas portuguesas de cerâmica

Compras

As rodas de oleiro, as fornadas, os vidrados, as argilas, os moldes e as cores agarraram o coração de quem sempre achou que meter as mãos na massa era tarefa para os outros. Há por aí uma nova geração de artesãos da terra e, por isso, atirámos o barro à parede para perceber que ceramistas o apanhavam.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade