Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Filmes sobre futebol: quando o cinema joga à bola
David Beckham in Bend it Like Beckham
© Ben Rowe Bend it Like Beckham

Filmes sobre futebol: quando o cinema joga à bola

Há muitos anos que as bolas de futebol rolam no grande ecrã. Estes são dez dos melhores filmes sobre futebol

Por Eurico de Barros
Publicidade

Há muitos anos que as bolas de futebol rolam no grande ecrã e inspiram cinema do bom. Nestes filmes, que vão da década de 40 a um passado muito recente e atravessam continentes, não só se joga à bola, como o futebol pode servir de pretexto para se falar de coisas mais sérias. De Bola ao Centro, de João Moreira, a Ruth, de António Pinhão Botelho, passando por Zidane – Um Retrato do Século XXI, de Douglas Gordon e Philippe Parreno estes são dez filmes de futebol que vale a pena ver.

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

Filmes sobre futebol

‘Bola ao Centro’, de João Moreira (1947)

Apesar dos portugueses serem fanáticos de futebol, o nosso cinema nunca lhe prestou muita atenção. Este Bola ao Centro, que apresenta a particularidade de ter diálogos de Alves Redol, é uma das excepções. José Amaro (Maria Papoila, A Aldeia da Roupa Branca) interpreta Zé António, um operário metalúrgico com talento para jogar à bola e que deixa tudo para se tornar num ídolo do futebol, acabando por se deixar ofuscar e corromper pela fama fácil, pelo dinheiro, pelas noitadas e pelas más companhias.

‘Adolescentes’, de Bill Forsyth (1980)

Uma deliciosa comédia romântica juvenil assinada pelo escocês Bill Forsyth (Local Hero), onde o futebol joga a favor e contra o herói, o jovem Gregory (John Gordon Sinclair). A favor, porque Dorothy (Dee Hepburn) a rapariga de que gosta, também gosta de bola como ele e sabe dar uns bons toques. Contra, porque sucede que Dorothy é muito melhor jogadora do que ele, o que deixa Gregory sem jeito perante os amigos e companheiros de equipa, e a depender dos conselhos da sua desembaraçada irmã mais nova.
Publicidade

‘Fuga Para a Vitória’, de John Huston (1981)

Não é, nem de perto nem de longe, o melhor filme de John Huston, mas Fuga Para a Vitória é divertido de uma forma descaradamente absurda. Nem que seja para ver Sylvester Stallone jogar à baliza. Durante a II Guerra Mundial, um grupo de prisioneiros de guerra aliados defronta a selecção alemã em Paris, enquanto a Resistência francesa e um punhado de oficiais ingleses planeiam uma fuga em massa do campo de concentração. Entre as lendas do futebol que podemos ver aqui em acção contam-se Pelé, Ardilles, Bobby Moore ou Deyna.

‘Fintar o Destino’, de Fernando Vendrell (1998)

Rodado entre Portugal e Cabo Verde, Fintar o Destino, primeira longa-metragem de Fernando Vendrell, é outro dos raros filmes portugueses que tem uma história relacionada com futebol. Mané (Carlos Germano) chegou aos 50 anos e apesar de ter sido aos olhos de todos o melhor guarda-redes de Cabo Verde, nunca conseguiu realizar os seus sonhos de juventude e ir jogar para Portugal no Benfica, o seu clube de eleição. E revê-se, em jovem, em Kalu, um miúdo que treina, talentoso mas rebelde.
Publicidade

‘Joga Como Beckham’, de Gurinder Chadha (2002)

Duas raparigas, ambas com 18 anos, Jesminder (Parminder Nagra) e Juliette (Keira Knightley), têm uma paixão pelo futebol. Só que os seus estritos pais de Jesminder não a deixam jogar à bola por ser mulher. Juliette vê-a jogar num parque com amigos, e convida-a para a equipa de raparigas de que faz parte. Empolgada, Jesminder mente ao treinador, dizendo-lhe que os pais não se importam que ela jogue. Será que vai conseguir seguir o seu sonho, ou terá que se resignar à tradição e ser uma boa dona de casa e mãe?

‘Offside – Fora de Jogo’, de Jafar Panahi (2006)

O realizador iraniano Jafar Panahi baseou esta fita num episódio passado com a filha, que tentou ir ver um jogo de futebol em Teerão e foi proibida de entrar no estádio. Em Offside – Fora de Jogo, um punhado de raparigas disfarçam-se de rapazes para desafiarem a interdição oficial de irem sozinhas a recintos desportivos, e verem um jogo de qualificação para o Mundial da selecção iraniana. Panahi serve-se o futebol para expor a situação das mulheres no Irão, onde o filme foi proibido de se estrear.

Publicidade

‘Zidane – Um Retrato do Século XXI’, de Douglas Gordon e Philippe Parreno (2006)

Inspirando-se num documentário experimental de 1971 sobre George Best, Fussball wie noch nie, do alemão Hellmuth Costard, a dupla Douglas Gordon e Philippe Parreno usou 17 câmaras sincronizadas, para seguir, em tempo real, a movimentação de Zinedine Zidane em campo, durante uma partida entre o Real Madrid e o Villarreal, disputada em Abril de 2005 em Madrid. Um documentário que faz para cinema o oposto da televisão, onde se pretende mostrar um jogo na sua globalidade e com todos os pormenores.

‘Linha de Passe’, de Walter Salles e Daniela Thomas (2008)

Uma mulher que vive numa favela de São Paulo, Cleuza (Sandra Corveloni), tem quatro filhos de pais diferentes, e está à espera de um quinto. Um dos rapazes, Dario (Vinícius de Oliveira), sempre quis ser jogador de futebol e tem talento, mas já está numa idade em que é cada vez mais difícil ter uma oportunidade de jogar num clube em que dê nas vistas. Walter Salles e Daniella Thomas mostram em Linha de Passe como o futebol no Brasil representa uma oportunidade de fuga à pobreza e a uma vida sem futuro.
Publicidade

'À Procura de Eric', de Ken Loach (2009)

O futebol e a alienação social andam de mãos dadas nesta longa-metragem do britânico Ken Loach. O argumento de Paul Laverty centra-se na personagem de Eric Bishop (Steve Evets), um adepto de futebol a viver uma crise existencial, que depois de roubar e fumar a erva do seu enteado começa a alucinar que vê outro Eric, Cantona, o lendário avançado francês que alinhou pelo Manchester United nos anos 90. O jogador, que também é creditado como produtor executivo, interpreta-se a si mesmo no filme.

'Ruth', de António Pinhão Botelho (2018)

A história da rocambolesca e anedótica vinda de Eusébio, 
de Moçambique para o Benfica, às escondidas do Sporting, em Dezembro de 1960, sob o nome de Ruth (o da filha de um benfiquista de Lourenço Marques), contada por António Pinhão Botelho sobre argumento da sua mãe, a jornalista Leonor Pinhão. É um filme lhano, desembaraçado e correcto sobre Eusébio 
(Ivan Regalla) antes de ser o Pantera Negra, e sobre um Portugal autoritário mas em que o futebol e a clubite eram mais inocentes que hoje, e não tinham sido estragados pelas televisões, pelo dinheiro e pelos dirigentes.

Mais cinema

Jojo Rabbit (2019)
©DR

Filmes em cartaz esta semana

Cinemas

Tanto cinema, tão pouco tempo. Há filmes em cartaz para todos os gostos e feitios. Das estreias da semana aos filmes que, semana após semana, continuam a fazer carreira nas principais salas. Saiba que filmes estão em que cinemas, e quando é que os pode ver. E, se não souber o que escolher, leia as nossas críticas.

The Origin of Sound, de Paul Driessen e Toon Loenders
©DR

Cinema alternativo em Lisboa esta semana

Filmes

Se é um verdadeiro cinéfilo (ou um aspirante a), deve ter em mente que algumas pérolas do cinema escapam às grandes salas. São clássicos para ver e rever – ou apenas filmes fora da rota comercial e por isso fora dos grandes centros comerciais. Para não perder nada, todas as semanas damos-lhe as melhores sugestões de cinema alternativo em Lisboa.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade