Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Sete filmes sobre magia
Oz the Great and Powerful
Oz the Great and Powerful

Sete filmes sobre magia

O cinema é mágico. Como se percebe em sete dos melhores filmes sobre magia que já passaram no grande ecrã

Por Inês Garcia
Publicidade

Há muito de mágico no cinema. Não é por acaso que um dos primeiros inovadores do meio, o francês Georges Méliès era ilusionista antes de se interessar pelo cinema e começar a realizar os seus próprios filmes. Não deixa, por isso, de ser curioso notar que são poucos os bons filmes sobre magia e ilusionismo. Entre as excepções contam-se o biopic Houdini, realizado por George Marshall nos anos 50 e protagonizado por Tony Curtis, ao lado de Janet Leigh, e meia dúzia de exemplares mais recentes, incluindo O Terceiro Passo de Christopher Nolan.

Recomendado: Cinco perguntas a Luís de Matos

Sete filmes sobre magia

'Houdini', de George Marshall (1953)

Harry Houdini foi um dos mais importantes ilusionistas de sempre. O realizador George Marshall contou a sua história neste filme de 1953, protagonizado por Tony Curtis e adaptado da biografia homónima do magico, escrita por Harold Kellock em 1928, pouco depois da sua morte.

'O Ilusionista', de Neil Burger (2006)

Um ilusionista determinado em quebrar as leis da natureza e em moldar a realidade e um inspector de polícia pouco crente no mundo mágico enfrentam-se nesta película de 2006. Neil Burger, o realizador, tenta determinar onde acaba a realidade e onde começa a magia.

Publicidade

'O Terceiro Passo', de Christopher Nolan (2006)

Christopher Nolan tirou umas férias de Gotham entre Batman: O Início (2005) e O Cavaleiro das Trevas (2008). O destino? Londres, no final do século XIX, onde Robert Angier (Hugh Jackman) e Alfred Borden (Christian Bale) são dois mágicos aclamados mas rivais, determinados a criar o melhor truque de ilusão de sempre. E a superarem-se um ao outro.

'Houdini – O Último Grande Mágico', de Gilian Armstrong (2007)

Ao chegar a Edimburgo, em 1926, para uma série de espectáculos, Harry Houdini, atormentado pela morte da mãe, oferece milhares de dólares a quem conseguir comunicar com o seu espírito. Neste filme de Gilian Armstrong, acaba por se envolver com a candidata ao trabalho, Mary (Catherine Zeta-Jones), e entra num jogo perigoso que mistura realidade e paranóia.

Publicidade

'O Mágico', de Sylvain Chomet (2010)

Com as artes da magia a perderem terreno para os concertos de música rock, o ilusionista Tatischeff apercebe-se de que tem de agir rapidamente para os espectáculos de ilusionismo não desaparecerem e o público não se desinteressar. O filme de animação francesa, em homenagem ao realizador Jacques Tati, segue a viagem deste mágico desde Paris até à Escócia, onde conhece Alice, que muda a sua maneira de ver a vida.

'Oz: O Grande e Poderoso', de Sam Raimi (2013)

O mágico de circo Oscar Diggs (James Franco) tem como objectivo transformar-se num ícone do mundo da magia, neste filme de Sam Raimi. Transportado misteriosamente para a Terra de Oz, conhece três bruxas que lhe contam que todas as criaturas desta terra mágica esperaram, durante séculos, a chegada de um feiticeiro para as libertar de uma maldição. Diggs assume, então, o papel de Grande Feiticeiro de Oz e torna-se uma pessoa muito melhor.

Publicidade

'Mestres da Ilusão', de Louis Leterrier (2013)

Jesse Eisenberg, Woody Harrelson, Isla Fisher e Dave Franco fazem de ilusionistas e assaltantes de bancos neste filme policial de Louis Leterrier, com um elenco de luxo onde se destacam ainda Mark Ruffalo, Michael Caine e Morgan Freeman. E escusado será dizer que nem tudo é o que parece ao início.

Mais filmes para se perder em frente ao ecrã

Cinquenta filmes clássicos imprescindíveis

Filmes

Comédias e westerns, policiais e melodramas, ficção científica e fantástico, sem esquecer o musical, fazem parte desta lista de fitas clássicas. Nela encontramos obras de realizadores como Buster Keaton, Fritz Lang, Ingmar Bergman, John Ford, Howard Hawks, Fellini, Truffaut, Godard, Luchino Visconti ou Martin Scorsese, entre muitos, muitos outros.

Sete filmes épicos de ficção científica

Filmes

David Lynch, Roger Corman, Peter Yates e até Mel Brooks são alguns dos realizadores que rodaram estes filmes épicos de ficção científica nas décadas de 70 e de 80, alguns deles contendo também ingredientes de fantasia.

Publicidade
Blade Runner
D.R.

Sete grandes filmes futuristas

Filmes

No cinema o lugar do futuro é geralmente na ficção científica. Uma espécie de albergue capaz de acolher tudo, e que nos melhores casos nasce da observação do presente para depois fantasiar e projectar uma ideia e apresentar uma visão – quase sempre má sobre como vai ser a vidinha, é certo, mas com o futuro nunca se sabe. Estes sete filmes futuristas tentaram isso mesmo, e são sete que vale mesmo a pena ver.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade