Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores hotéis com piscina do Funchal

Os melhores hotéis com piscina do Funchal

Integradas em resorts de luxo ou no topo de terraços com vista sobre a capital da ilha da Madeira, mergulhe numa das nossas seis sugestões.

Pestana CR7 Funchal
D.R. Pestana CR7 Funchal
Por Ágata Xavier |
Publicidade

Procurar por uma piscina numa ilha pode soar absurdo, tendo em conta que toda a terra está rodeada de mar. Mas nem sempre se dão as melhores braçadas em água salgada, ou em mar aberto, ou em praias de pedras rolantes como são as da ilha da Madeira.

A capital tem vários super-tanques apetecíveis, sobretudo em hotéis, que vão do chamado azul piscina ao exuberante cor-de-rosa, como é o caso do icónico exemplar que define o Pestana CR7 Funchal. Integradas em resorts de luxo, um deles visitado por Churchill noutros tempos, ou no topo de um terraço com vista panorâmica sobre o Funchal, mergulhe numa das nossas seis sugestões. 

Recomendado: Os 14 melhores hotéis com piscinas em Lisboa

Splash!

1
The Vine
Hotéis

The Vine

Ora aqui está um trocadilho bem esgalhado: vinho e divino numa mesma junção de palavras. Com decoração de Nini Andrade Silva, o The Vine segue a temática vinícola, usando diferentes tons de roxo. No topo, tem uma piscina infinita (e aquecida) com uma vista ímpar do Funchal. Também é lá que está o restaurante de fine dining a cargo do francês Thomas Faudry. O The Vine tem quartos duplos a partir de 175€.

2
Cliff Bay
D.R.
Hotéis

The Cliff Bay

Estrelas não faltam neste hotel de luxo com uma vista também de luxo do Atlântico. Além das cinco que pontuam o resort, há mais duas (mas Michelin) na cozinha, no Il Gallo D’Oro, conquistadas por Benoît Sinthon, chef francês que combina inspirações madeirenses e mediterrânicas. O The Cliff Bay tem acesso directo ao mar, está próximo do centro do Funchal e tem quartos duplos a partir de 320€.

Publicidade
3
belmond reid's madeira
©DR
Viagens

Belmond Reid's Palace

Quando as instruções do compositor são seguidas, a 8.ª sinfonia de Mahler exige uma orquestra com cerca de 120 músicos, dois coros com um mínimo de 32 cantores cada, oito solistas vocais e um coro infantil. Chamam-lhe “sinfonia dos mil”. É mais ou menos o mesmo que sucede com o Belmond Reid’s Palace. No histórico hotel da Madeira, para que tudo corra em harmonia e a tempo, há centenas de pessoas que todos os dias seguem a mesma pauta. A diferença é que aqui apenas vemos os solistas e pouco mais, que o resto da orquestra toca nos bastidores e só se assoma à boca de cena se for chamada a isso. No Reid’s tudo é serviço e o serviço quer-se assim: afinado, a compasso de metrónomo, mas sempre discreto e sem ruído. O edifício é um monumento com quase 127 anos de história e não podia deixar de ter uma piscina no jardim. 

4
Hotéis

Castanheiro Boutique Hotel

Este quatro-estrelas super central, enfiado entre edifícios e pátios que atravessam três séculos, está cheio de charme, graças à decoração contemporânea conjugada com as lojas históricas do edifício onde se insere — desde um estúdio de tipografia ao ateliê de textêis. A decoração do Castanheiro Boutique Hotel oscila entre uma base de cor neutra com apontamentos coloridos e padrões arrojados, com cada um dos 81 quartos a terem apontamentos únicos, como padrões feitos com mosaicos coloridos, vigas de madeira, ou até uma cozinha. De salientar ainda a piscina que fica no terraço, assim como os três restaurantes e bares. 

Publicidade
5
Hotéis

Hotel Baía Azul

É uma mistura com o hotel irmão, o Alto Lido, mas este aproveita a localização ao máximo, sobretudo na recepção elegante e super luminosa, onde uma longa parede de vidro coloca o oceano no centro do palco. O tema náutico (com madeira e em tons de branco com toques de azuis) continua pelos 215 quartos, todos com varanda e vista para o mar. Um spa, um ginásio, duas piscinas exteriores (uma delas para crianças), dois restaurantes e um bar no 6.º andar com música ao vivo garantem que a estadia vai ser animada. 

6
Hotéis

Pestana CR7 Funchal

A costa Oeste do Funchal está desenhada por hotéis, desde a torre ao estilo soviético do Pestana Palms ao elegante Reid's. Mas é na zona mais próxima da Baixa, junto à animação, que está o quatro-estrelas Pestana CR7 Funchal, uma colaboração com o herói da terra (e o homenageado do museu que fica na porta ao lado), Cristiano Ronaldo. Contemporâneo, tem quartos coloridos com varandas de vidro, mobília clássica dinamarquesa e têxteis alegres virados para o mar, enquanto que, no exterior, tem uma piscina infinita cor-de-rosa, um terraço com bar, um ginásio exterior, um restaurante e um bar lounge. 

Vá conhecer a ilha da Madeira

Ponta de São Lourenço
Ágata Xavier
Viagens

Viagens: sugestões de trilhos para fazer na Madeira

Descoberta por mar em 1419 por Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e João Gonçalves Zarco, redescoberta por terra em 2018 pela Time Out. Andámos pelas levadas a testar o calçado e a resistência em percursos que tanto pode fazer a andar como a correr.  Para os adeptos da marcha, da corrida, do running, do trial, do trekking, da observação de pessoas ou pássaros, sugerimos quatro percursos em vários pontos da ilha para que dê corda aos sapatos. Com maior ou menor acentuação, por baixo ou por cima das nuvens, estes trilhos vão ajudá-lo a conhecer alguns dos lugares mais bonitos da ilha da Madeira. + Cinco sítios para comer na Madeira

Viagens

Cinco sítios para comer na ilha da Madeira

A Madeira, além de ser um jardim à beira-mar plantado, é uma das regiões portuguesas mais ricas no que toca à variedade de coisas que se podem pôr no prato. A lista é longa: milho frito, peixe-espada (ou só espada como chamam os madeirenses), espetadas (em espeto de metal ou pau de louro), lapas, bolo do caco barrado em manteiga e alho, e um sem-fim de frutas a juntar aos ícones da ilha, a banana e o maracujá (não estranhe se encontrar pêra-meloa, banana-pêra ou maracujá-tomate à venda no Mercado dos Lavradores, no centro do Funchal). Siga as nossas sugestões e saiba onde reservar mesa para logo.  Recomendado: Lisboa exótica, nove lugares que parecem o estrangeiro

Publicidade
Flickr/Creative Commons/Matthew Wordell
Coisas para fazer

Quatro bebidas para experimentar numa ida à Madeira

À primeira vista, combinam bebidas imisturáveis, a lembrar uma aula de físico-química na qual se põem à prova reagentes que podem explodir. Mas, na verdade, as combinações insólitas tornam-se bebidas obrigatórias de quem visita o arquipélago. Algumas misturam cerveja e vinho, noutras combina-se cerveja com chocolate em pó. Não faça esse esgar de insatisfação, nem negue à partida uma bebida que desconhece, aproveite para provar estes cocktails populares quando der um salto à ilha da Madeira. Temos quatro sugestões (incluindo a poncha, um clássico cá do sítio que não poderia faltar). Recomendado: Cinco cocktails para fazer em casa

More to explore

Publicidade