Ben Harper em 12 canções

O americano Ben Harper dá um concerto em Lisboa na quinta-feira. Resumimos 25 anos de carreira numa dúzia de canções

É fácil ter preconceitos e fazer pouco de Ben Harper. Mas o que é certo é que ele já anda nisto há muito tempo, é senhor de um sucesso considerável, que se traduz em prémios ganhados e discos vendidos, e já foi a todas, do rock ao reggae, passando pela soul e folk – muitas vezes no mesmo disco, se não na mesma canção. 

O cantor e compositor americano dá um concerto em Lisboa, quinta-feira, no Coliseu dos Recreios. E é uma ocasião tão boa como outra qualquer para fazermos um breve resumo dos seus 25 anos de carreira em 12 canções.

Ben Harper em 12 canções

"Whipping Boy"

Ben Harper apresentou-se ao mundo com este single do álbum de estreia Welcome to the Cruel World. Uma versão relaxada e mais acessível de uma canção que, no original de Chris Darrow, era country assombrado e estranho.

"Burn One Down"

O espírito de Bob Marley paira sobre esta cantiga de assumida inspiração jamaicana – mas com os pés (ou pelo menos os acordes) plantados no continente americano. Um hino pró-marijuana com vapores de reggae e onda pop soalheira.

Publicidade

"Ashes"

É um dos melhores pedaços de folk na discografia do cantor e compositor. Incluída em The Will to Live, é uma valsa que bebe da tradição dos Apalaches, despida de artifícios e sem excessos de produção.

"Less"

Ao longo dos três primeiros álbuns, ele molhou os pés em várias correntes musicais – country, soul, folk, reggae, rock, blues, funk, gospel – e em Burn to Shine, o primeiro disco de originais creditado a Ben Harper & The Innocent Criminals, continuou a ir a todas. “Less”, por exemplo, é heavy metal sem truques.

Publicidade

"Diamonds on the Inside"

A faixa-título do quinto registo longo do cantor americano é pop para cantar à fogueira. E vai ao encontro da ideia pré-concebida que muita gente tem do homem e da sua música.

"There Will Be A Light"

Em 2004, Ben Harper juntou-se aos históricos The Blind Boys of Alabama para um disco de gospel que se conta entre os mais coesos e internamente coerentes da sua carreira.

Publicidade

“Waiting For You”

O duplo álbum Both Sides of the Gun, de 2006, é uma tentativa de organizar as várias facetas musicais do californiano. O primeiro CD é sobretudo acústico e está mais próximo da folk e da soul. “Waiting For You” é do melhor que lá se encontra.

"Engraved Invitation"

A electricidade está à solta no disco negro de Both Sides of the Gun. “Engraved Invitation” é uma das melhores malhas rock do catálogo de Ben Harper, a lembrar os Rolling Stones.

Publicidade

"Fly One Time"

E eis que, no final da década passada, montou uma nova banda, os Relentless7, com Jason Mozersky, que já tinha tocado com ele em Both Sides of the Gun, Jesse Ingalls e Jordan Richardson, dos Oliver Future. Deste encontro resultou White Lies for Dark Times, um disco de rock temperado pelos blues. E este foi o primeiro single.

“Get There From Here”

“Can’t Get There From Here”, cantavam os R.E.M. no óptimo Fables of the Reconstruction, de 1985. Quase um quarto de século depois, Ben Harper e Ringo Starr (sim, o Ringo Starr) tocavam “Get There from Here”. A ginga indie da primeira não tem nada a ver com o psicadelismo instrumental da segunda, mas nunca é de mais lembrar que os R.E.M. foram uma banda do caraças.

Publicidade
Mostrar mais

Outras canções

10 canções revolucionárias

Inspirados pelo espírito de Abril, escolhemos algumas das mais marcantes canções da revolução dos cravos. 

Ler mais
Por Luís Filipe Rodrigues

5 canções pós-pequeno-almoço

Ligar a máquina de café. O botão está perro. Ligar a máquina de café, nada acontece antes disso. Se é dos resistentes e só bebe café na rua, certamente só fala depois disso. Bom, na verdade, a liberdade trouxe a possibilidade de acordar como quiser. Aqui para nós preferíamos que falasse baixo, mas cada um com a sua. A lista que se segue é isso mesmo: ambivalente. Há cinco canções para várias posturas e ritmos depois dos cereais acabarem.  Recomendado: três novas modas de pequeno-almoço em Lisboa.   

Ler mais
Por Miguel Branco
Publicidade

10 canções pop de Verão

O Verão tem inspirado resmas de músicas e muitas são sobre surf, festas na piscina e “dolls by a palm tree on the sand” (Beach Boys dixit). Mas há canções pop de Verão que não se ficam pelo elogio das “cutest girls in the world” (as californianas, claro)

Ler mais
Por José Carlos Fernandes

Comentários