A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Música, Rock, Indie, Norbeto Lobo
©Vera MarmeloNorbeto Lobo

Concertos em Lisboa em Janeiro

Ano novo, vida nova. Pelo menos novos concertos em Lisboa há de certeza. Mas ainda a conta-a-gotas.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Janeiro é altura de balanços, de mudanças e promessas de melhoramento pessoal que não tardam muito a ser quebradas. Talvez por isso, ou por causa do frio que se costuma sentir, os concertos não abundam – a agenda ainda vai encher-se um pouco mais, de semana para semana, mas não muito. O que não quer dizer que não haja quem se esforce para nos fazer sair de casa. E é gente boa, como Norberto Lobo, a Orquestra Metropolitana de Lisboa e até o duo de piano e electrónica composto por Joana Gama e Luís Fernandes.

Recomendado: Os melhores concertos em Lisboa já na agenda para 2022

Mais concertos

  • Música

De dia para dia, há mais e melhores concertos em Lisboa. Indiferente ao avanço da quinta vaga da pandemia, o panorama musical revigora-se semana após semana, e até os artistas internacionais começam a regressar, mas ainda timidamente, à cidade. E porque alguns concertos valem mais a pena do que o resto, ou porque uns são potenciais surpresas enquanto outros são valores mais ou menos seguros, toda a informação ajuda. Siga as nossas dicas e sugestões. Não se vai arrepender.

  • Música

Os festivais de música estão para o Verão como a chuva está para o Inverno: sabe bem de vez em quando, e mesmo quem não gosta reconhece que faz falta. Ao contrário da chuva, no entanto, há cada vez mais e maiores festivais. E há para todos os gostos. Desde megaproduções, como o NOS Alive, a festivais um pouco mais pequenos mas ainda assim grandes, como o Super Bock Super Rock e o Vodafone Paredes de Coura, e eventos mais especializados como o Jazz em Agosto, o Festival Forte ou o FMM Sines. É só escolher.

Publicidade
  • Música

O ano promete ser de regresso a alguma normalidade e a agenda está a ficar muito bem composta. Nela se inclui uma quantidade apreciável de artistas nacionais que já mandaram reservar as principais salas de Lisboa com muitos meses de antecedência — na verdade, em alguns casos, mais de dois anos. Eis um catálogo de músicos portugueses com espectáculos em nome próprio nos maiores palcos da capital. Há concertos de improviso e espectáculos de revivalismo, há pop, rock, indie, cante alentejano e até metal gótico.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade