Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A nova série da RTP vai deixar-nos com água na boca
Loco, chefe alexandre silva
Fotografia: Arlindo Camacho Alexandre Silva, do Loco, é um dos chefs galardoado com uma estrela Michelin em 2018 e estará na nova série da RTP

A nova série da RTP vai deixar-nos com água na boca

Publicidade

Mesa Portuguesa com Estrelas com Certeza dedica um episódio a cada um dos 26 chefs com estrelas Michelin em Portugal. A nova série da RTP dá a conhecer os bastidores do fine dining e a gastronomia mais tradicional pela mão dos chefs dos melhores restaurantes em Portugal.

A gastronomia portuguesa nunca teve tanto reconhecimento como agora. Por esta altura, em Novembro de 2018, Lisboa recebia a gala do Guia Michelin para Portugal e Espanha. No final da noite, Henrique Sá Pessoa celebrava a segunda estrela entregue ao seu Alma e três novos espaços recebiam a primeira estrela, elevando para 26 o número de restaurantes estrelados no país.

Numa altura em que os chefs são visto por muitos como se de estrelas se tratassem, a RTP decidiu voltar a apostar na gastronomia nacional, mas para desta vez dar a conhecer o mundo da alta cozinha. Mesa Portuguesa com Estrelas com Certeza, a nova aposta da estação pública chega ao pequeno ecrã a 27 de Novembro e dá a conhecer cada um dos 26 chefs com estrelas Michelin em território nacional, de um ponto de vista mais descontraído e próximo.

Na apresentação da nova série que terá 26 episódios, Ivan Dias, realizador, explicou que este “é um formato que já existe na RTP há sete anos”. “A primeira temporada foi sobre portugueses espalhados pelo mundo, a segunda foi sobre restaurantes no país e esta terceira foi um acaso do destino”, diz-nos na Peixaria da Esquina de Vítor Sobral, local onde decorreu a apresentação. 

“Nós temos 26 restaurantes com estrelas Michelin e os formatos em televisão costumam ter 52, 26 ou 13 semanas”. Os 26 episódios assentaram como uma luva. Não tivemos que escolher restaurantes, entraram todos”. A pré-produção da série demorou meio ano a ser feita. E outros seis meses para gravar. Reunir todos os chefs nem sempre foi tarefa fácil, mas lá foi feito. “Gastámos em média uma semana por programa, dedicámos muito tempo a cada chef”, conta.

O objectivo da nova produção da RTP é “ver estes chefs nos bastidores, conhecer os seus hábitos, a forma como se relacionam entre si, ver como trabalham os produto, como vão à procura deles, como os transformam e levam para a mesa”, explica José Fragoso, director de programas da RTP. 

Ivan Dias reconhece que há muitos formatos de programas de cozinha mas sublinha que ideia é que os chefs mostrem a sua zona de conforto, o fine dining e que depois transportem o público para a cozinha tradicional portuguesa. “Metade do programa é passado num lado e o resto nas tascas e tabernas”. “Descobrimos que a zona de conforto dos chefs é mais nas tascas do que nos restaurantes deles. Tudo o que eles gostam é de desfrutar da cozinha portuguesa”. O primeiro episódio estreia-se na quarta-feira, dia 27, em horário nobre, às 21.00. Fica a promessa de uma viagem a 26 tempos pelo melhor da comida portuguesa.

Na quarta-feira, em Sevilha, as estrelas do guia mais famoso do mundo voltarão a ser entregues, com a organização a antever que 2020 poderá ser um ano ainda mais entusiasmante para a gastronomia portuguesa. 

+ Os restaurantes com estrelas Michelin em Lisboa

+As estrelas Michelin em Portugal

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade