A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ethical Legend
DR

A partir de um único lenço, todo um look de Verão

Chama-se Ethical Legend, nasceu há menos de um ano e prova que um lenço pode ser mais versátil do que pensamos.

Escrito por
Mauro Gonçalves
Publicidade

De quantas maneiras é possível usar um lenço? Maria Girão deparou-se com a pergunta e viu nela o ponto de partida para criar a sua própria marca. Dito e feito. Ainda no ano passado nascia a Ethical Legend e uma primeira colecção, com os pequenos quadrados de tecido como grandes protagonistas. "Adoro lenços. É uma coisa muito minha – se estou na praia e não tenho mais nada para sair para qualquer sítio, pego numa peça e dou-lhe umas voltas. E sempre inventei imenso com os meus lenços", diz a empreendedora à Time Out.

Ethical Legend
© DR

Mas o gosto por explorar a versatilidade deste acessório foi apenas um dos ingredientes. "Mais do que a moda, fui ficando cada vez mais interessada na área da sustentabilidade", continua. A vida de Maria deu, na verdade, uma volta de 180 graus. Deixou uma carreira no marketing no sector da aviação para se dedicar totalmente ao projecto próprio. Com a pandemia, regressou a Portugal, depois de quatro anos em Barcelona, e pôs pés a caminho em busca do melhor sítio para produzir a primeira colecção de lenços. Encontrou a fábrica ideal na zona da Trofa. "Uma semana depois, já estava a comprar tecidos", remata.

Sustentabilidade e engenho – os dois pilares fundadores da Ethical Legend estão presentes em cada peça. Os tecidos usados são apenas dois: cetim reciclado, feito com plástico PET, e uma mistura de linho e algodão, ambos reaproveitados a partir de dead stock de fábricas. Tudo é produzido em Portugal, da confecção às embalagens, também elas em cartão reciclado. "E depois há a versatilidade das próprias peças, que podem ser usadas de várias maneiras. A ideia é também incentivar as pessoas a consumirem menos e melhor."

Para ajudar a tirar partido dos lenços, cada compra traz sempre um manual de instruções. Na cabeça, ao pescoço, como top ou como cinto, é seguir os desenhos ou simplesmente dar largas à criatividade.

Ethical Legend
© DRMaria Girão

Os lenços continuam a ser a base da marca, embora a segunda colecção – chamada Planeta Terra –, lançada no início deste Verão, inclua também peças de vestuário. São saias, calças, calções e ainda chapéus, que, tal como os lenços, são peças unissexo. Propostas de um guarda-roupa de Verão que também dão nova vida a materiais condenados ao desperdício. "Obviamente é um desafio montar uma colecção com as cores à disposição quando se usam tecidos reaproveitados. Neste caso, branco, azul, verde e terracota."

Ao mesmo tempo, as colecções lançadas são relativamente limitadas. A exclusividade da marca aumenta, sobretudo com foco no sol e no calor, que faz com que seja lançada apenas uma colecção por ano. Durante o Inverno, Maria Girão ruma ao hemisfério Sul, com mais do que um ponto de venda na Costa Rica, onde, aliás, tudo começou. "Fui de férias para a Costa Rica e com a pandemia, acabei por ficar a trabalhar remotamente. Levei dois lenços comigo e comecei a ser abordada na praia", revela.

Ethical Legend
© DR

A Ethical Legend está a crescer também a Norte – uma loja multimarca em Formentera, a plataforma portuguesa 14 Graus, dedicada a produtos sustentáveis e, claro, a própria loja online. Mais recentemente, a marca chegou a uma loja lisboeta. Chama-se Papua Market e fica no Príncipe Real. Em Agosto, vai ainda estar presente nas edições do The Sport Market, na Comporta. No horizonte, Maria já avista novidades. As colaborações com artistas e a aposta em peças masculinas estão no topo da lista.

À venda na Papua Market. Rua da Escola Politécnica, 45-47 (Príncipe Real). 21 342 0923. Seg-Sáb 10.00-20.00 e Dom 10.00-19.00

Partner in Cream: eles querem simplificar a rotina de beleza

Bege sobre bege: com quantas cores pinta a nova loja da Estrela?

Últimas notícias

    Publicidade