A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Abriu a primeira tap room da Oitava Colina: um pequeno quiosque na Graça

Por Catarina Moura
Publicidade

O novo Quiosque Oitava Colina, uma espécie de tap room da cerveja artesanal da Graça com vista para todo o largo deste bairro, é o primeiro do género, com umas quantas torneiras de cerveja onde se pode ficar a conhecer a marca, sabores antigos e novidades. Nem mesmo no armazém na Vila Berta, onde fabricam dez mil litros por mês, existe um sítio assim.

A vontade de ter um espaço diferente viu o seu gatilho com a abertura de um concurso público para a ocupação de um pequeno quiosque no Largo da Graça, conta Pedro Romão, um dos sócios da Oitava Colina. Já foi uma casa de banho para os guarda-freios da Carris, que conduzem até aqui o 28; depois passou a ser uma bilheteira, também da Carris, e nos últimos dez anos não se passou lá nada. Agora tem cinco torneiras onde vão rodando as diferentes cervejas, uma pequena esplanada, quase em frente ao restaurante O Satélite, e duas tostas e umas tábuas para forrar o estômago.

oitava colina, graça
Há um tabuleiro de provas para experimentar as cinco cervejas à pressão
Fotografia: Arlindo Camacho

A Urraca Vendaval é a cerveja que não vai poder sair de uma destas cinco torneiras — é a india pale ale da marca e colecciona viciados neste sabor, diz Pedro Romão. Para já estão à pressão também as restantes regulares da Oitava Colina — a Zé Arnaldo, uma porter, a Florinda, uma lager, e a Joe da Silva, uma american pale ale — e uma das edições especiais, a Intriga, uma wheatwine, que para já só se bebe por aqui. Pode provar-se isto tudo num tabuleiro de provas com pequenas doses de cada cerveja, e o compromisso, diz Pedro, é ter sempre pelo menos uma cerveja a 2€ (25cl), sendo que a mais cara à pressão poderá chegar aos 5€, em edições muito particulares.

Há um stock de copos de plástico para se poder ir de cerveja na mão para o miradouro, a dois passos do quiosque, por exemplo, mas Pedro Romão torce o nariz a essa possibilidade, que estas cervejas ficam no seu topo é nos copos certos de vidro. A selecção de cervejas que se completa com as engarrafadas da marca (a propósito, abriu a época da Vila Martins, a ginger beer que chega sempre pela Primavera) e a acompanhar há uma tábua de enchidos e outra de queijos (5,50€) e duas tostas, uma de curgete grelhada com queijo mozzarella, outra de frango com mascarpone e framboesas (6€). Isto tudo metido num par de metros quadrados com vista para os eléctricos.

Quiosque do Largo da Graça. 96 397 2091. Ter 12.00-20.00, Qua 15.00-21.00, Qui 15.00-22.00, Sex 15.00-00.00, Sáb 12.00-00.00, Dom 12.00-22.00.

+ Os melhores bares de cerveja em Lisboa

+ 10 cervejas artesanais portuguesas que tem de provar

Últimas notícias

    Publicidade