A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Abriu o concurso para as famosas sardinhas das Festas de Lisboa

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

A partir desta quarta-feira está aberta mais uma edição do Concurso Sardinhas Festas de Lisboa. 

Muito antes de ser a estrela de um concurso já a sardinha era a imagem de marca das Festas de Lisboa. A mudança começou a ser desenhada em 2009 e 2010, quando foram convidados designers e ilustradores para apresentarem as suas propostas e a primeira edição aberta ao público aconteceu em 2011. Só na última edição do concurso chegaram ao correio da EGEAC propostas oriundas de países e apenas dez espécimes foram consagrados vencedores, sob o mote “Salvem a Sardinha!”. Este ano não há mote, mas há uma grande novidade: concurso paralelo chamado Turma da Sardinha, dirigido a todas as escolas do Ensino Básico do país. Neste caso, as candidaturas devem ser apresentadas por um representante escolar em nome dos verdadeiros criativos.

O regulamento, disponível em www.culturanarua.pt (o mesmo local onde são submetidas as candidaturas) dá as coordenadas desta edição: todas as propostas têm de ser inéditas e originais, não podem ser confundidas com outro peixe (a silhueta oficial está anexada ao regulamento), mas podem ser realizadas através de técnicas manuais — colagem, fotografia ou objecto tridimensional — ou digitais, nas quais se inclui o formato vídeo.

Cada candidato, que pode ser um indivíduo ou um colectivo, pode apresentar um máximo de três propostas e de todas as candidaturas serão seleccionadas  propostas de sardinhas por um júri a designar (o ano passado Bordalo II foi um dos elementos). Dessas, apenas cinco sairão vencedoras e mais uma vez haverá também espaço para outras tantas menções honrosas. Cada sardinha vencedora representa um prémio de  euros e o mesmo valor será atribuído ao mais belo espécime da Turma da Sardinha, que terá apenas um vencedor (poderá haver espaço para menções honrosas se o júri considerar justificado).

A data limite de entrega das propostas é a 27 de Março, mas os alunos do Ensino Básico podem trabalhar o assunto até 30 de Abril. Leia mais na edição impressa desta quarta-feira. 

+ Lisboa é finalista dos prémios europeus da mobilidade

+ Festival Amadora Jazz regressa em Março com artistas internacionais

Últimas notícias

    Publicidade