Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Andamento: 12 horas seguidas de música portuguesa na Alameda
Notícias / Vida urbana

Andamento: 12 horas seguidas de música portuguesa na Alameda

Salvador Sobral
©Inês Félix

Cada um vai marcar o seu ritmo no Festival RTP Andamento que acontece a 15 de Setembro na Alameda Dom Afonso Henriques. 

Quase a encerrar o Verão, a relva da Alameda vai receber o primeiro Festival RTP Andamento, organizado pela estação de televisão pública e pela Câmara Municipal de Lisboa. E o cartaz, que só fala uma língua, conta com sete concertos que decorrem ao longo de todo o dia.

A primeira a subir ao palco é Xana Toc Toc (11.30), que apesar de não ser a cabeça de cartaz para os adultos, será de certeza o momento mais importante para a pequenada. Depois de almoço (14.00) apresentam-se os vencedores do concurso La Banda, da RTP, os BMRNG (diz-se Boomerang) e o rapper português Dillaz (15.00).

Selma Uamusse (16.30) também marca presença com os sons tradicionais de Moçambique do seu último álbum Mati, à qual se segue Salvador Sobral (18.00), que depois de conquistar a Eurovisão em 2017 com "Amar Pelos Dois", conquistou de vez os portugueses com Paris, Lisboa.

António Zambujo (19.30) é o homem que se segue em palco, mas com Avesso debaixo do braço, um dos melhores álbuns portugueses de 2018 para os críticos da Time Out. O cartaz encerra com uma celebração: Pedro Abrunhosa (21.00) faz-se acompanhar da sua banda Comité Caviar para celebrar os 25 anos de Viagens, numa altura em que subia ao palco com os Bandemónio.

+ Lena d’Água abre Jazz na Praça, este ano com um cartaz no feminino

+ Amor no Vale (do Silêncio) ao som da Orquestra Gulbenkian

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments