A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Pavilhão do Conhecimento
Fotografia: Gabriell Vieira

Às escuras no Pavilhão do Conhecimento para celebrar o Dia da Terra

Além da visita especial, com as luzes do Centro Ciência Viva desligadas, estão prometidos workshops, oficinas, leituras e o lançamento de um livro. A festa do Dia Mundial da Terra no Pavilhão do Conhecimento está marcada para sexta-feira e sábado, 22 e 23 de Abril, e todas as actividades são gratuitas..

Escrito por
Vera Moura
Publicidade

Sabe o que enfiar numa mochila em caso de catástrofe? Esta sexta-feira, dia 22 de Abril, às 21.00, se quiser participar na visita às escuras ao Pavilhão do Conhecimento tem de estar munido de um kit de sobrevivência. A iniciativa original, em que investigadores e activistas vão contar histórias de terror e partilhar a sua luta pela defesa do planeta, terá como únicas luzes as lanternas dos participantes – e promete ser o ponto alto das celebrações do Dia Mundial da Terra no Centro Ciência Viva do Parque das Nações. 

A visita inédita "O Mundo em 2022 — o que levar na mochila?" a um Pavilhão do Conhecimento com todas as luzes desligadas remata as celebrações do Dia da Terra de sexta-feira: durante a manhã, o workshop de role playing "Investir no Planeta para Desenhar o Futuro" desafia alunos do 8.º e 9.º ano de escolaridade a interpretar a história de A revolta da natureza em Brimsa, livro da investigadora Vanda Brotas que será lançado às 15.00. Uma hora antes, na Cabine de Leitura do Pavilhão do Conhecimento, celebra-se também o Dia Mundial do Livro, com a leitura de A Terra: o mundo inteiro à tua espera, de Susan Martineau. Esta actividade, exclusiva para algumas turmas de escolas da freguesia do Parque das Nações, será complementada com actividades científicas experimentais.

Sábado, 23 de Abril, a festa continua. Às 11.00, o workshop "A importância das minhocas" convida as famílias a porem as mãos na terra para estudar estes bichinhos, descobrir como reciclam e como podem ajudar a reduzir o lixo que produzimos. Às 15.00, na Oficina Dóing, pais e filhos (e tios, primos, avós e amigos) são desafiados a construir um compostor com materiais reciclados, segundo o método japonês Takakura. Podem inspirar-se no compostor exposto na banca da Mudatuga, uma empresa liderada por mulheres com a missão de consciencializar a população portuguesa para a importância da compostagem doméstica e comunitária.

É também no Dóing que, ao longo dos dois dias, os visitantes podem dar uma nova vida à sua roupa. Leve aquelas t-shirts velhas que já não usa e recupere-as na oficina do Pavilhão do Conhecimento, explorando a sua veia criativa e ajudando a salvar o planeta. 

Todas as actividades do Dia Mundial da Terra no pavilhão do Conhecimento são gratuitas.

Pavilhão do Conhecimento, Largo José Mariano Gago (Parque das Nações). Sex e Sáb. Vários horários. Grátis.

+ A Fashion Revolution Week volta a Lisboa para dar que pensar sobre comprar

+ Produções Fictícias para adolescentes: vem aí Desinfluencers

Últimas notícias

    Publicidade