A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
planta
©Alena Koval/ Pexels

Associações Zero e Gerador criam projecto ambiental para a cultura

Chama-se Sobressalto e começou por disponibilizar manuais de boas práticas para o “ecossistema cultural”. Um projecto a longo prazo que ainda tem muitas cartas na manga.

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Chama-se Sobressalto e propõe agitar as águas da criação artística em prol da sustentabilidade. Um projecto que junta o Gerador – plataforma independente de jornalismo, cultura e educação – e a associação ambientalista Zero, que agora se comprometem a desenvolver um conjunto de iniciativas, entre elas a publicação gratuita de ferramentas e recursos sustentáveis para o sector cultural, além de conteúdos editoriais e formação ligada ao ambiente.

É no site do Gerador que encontra uma área dedicada ao Sobressalto, onde vão sendo lançadas ferramentas gratuitas para várias práticas artísticas, do teatro à pintura, e onde se encontra um primeiro documento com propostas de boas práticas ambientais para artistas e autores. Como a reutilização do guarda-roupa ou a compra de tecidos mais sustentáveis, do algodão orgânico ao linho; a utilização de maquilhagem sustentável; a opção por materiais ecológicos para os cenários, como madeira com Certificação de Gestão Florestal Responsável; ou mesmo a utilização de palhetas e pontas de baqueta feitas de madeira e correias de guitarra de algodão.

Mas o Sobressalto é mais do que um conjunto de recomendações. O debate e o pensamento crítico também são chamados ao barulho ecológico, como explica Tiago Sigorelho, presidente do Gerador. “Acreditamos que a cultura deve ter um papel crítico na sensibilização ambiental. Tanto na forma de se reinventar no seu dia-a-dia, como no que pode inspirar a sociedade. O Sobressalto é o projeto que pretende ajudar a fazer essa transição gradual, fornecendo ferramentas e promovendo reflexões e debates junto do ecossistema cultural.”

Os temas da revista Gerador também estarão focados na sustentabilidade e já há um bom exemplo disponível aqui: a edição n.º 33 é impressa em papel reciclado e na capa, junto a uma ilustração de Akacorleone, lê-se: Como é que a cultura pode dar as mãos à sustentabilidade? Outro braço da associação Gerador é a sua Academia (criada em 2018), que vai integrar formações dedicadas ao tema. Já pode saber mais pormenores sobre o curso online Pensar comida: consumo consciente, que começa em Julho e será orientado pelo chef Miguel Azevedo Peres.

O Sobressalto veio para ficar e vai continuar ao longo dos próximos anos. Para 2021, está prevista a criação de um medidor de impacto ambiental, um gabinete técnico de aconselhamento personalizado a entidades e espaços culturais na transição ambiental e uma campanha nacional de consciencialização sobre a importância da sustentabilidade e do ambiente.

+ Peggada: a plataforma que ajuda a trilhar o caminho da sustentabilidade em Lisboa

+ Leia a edição desta semana: Viagem ao fundo da rua

Últimas notícias

    Publicidade