A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Filme, Cinema, Beleza (2018)
©DRBeleza de Christina Willings

'Beleza' é um documentário potencialmente transformador

'Beleza', em exibição no sábado e com uma sessão-debate na próxima semana, é um documentário sobre crianças não-binárias. Um dos filmes a não perder no IndieJúnior.

Por Clara Silva
Publicidade

Bex, Lili, Fox, Tru e Milo, os protagonistas do documentário Beleza, da canadiana Christina Willings, são cinco crianças que não se identificam com o seu género de nascença. Enquanto crescem, vão lidando com várias contrariedades, dos colegas bullies da escola às penosas idas à casa de banho, passando pela dificuldade de falar com os pais sobre como se sentem.

O filme, com apenas 23 minutos, faz parte da programação juvenil do IndieJúnior, integrada no festival de cinema IndieLisboa, numa sessão, “Levantar a Voz”, com seis curtas-metragens para miúdos a partir dos 12 anos.

“Foi escolhido por uma turma do 9º ano da escola Dona Filipa de Lencastre”, conta Irina Raimundo, a responsável pela secção. Um filme “muito importante”, diz, que terá direito a três exibições durante o festival. A primeira é já este sábado, 29, às 11.30, no Cinema Ideal. No sábado seguinte, 5 de Setembro, repete às 11.30 no Cinema São Jorge. Pelo meio, na quinta, 3, terá uma sessão especial com debate, a primeira do IndieJúnior em Lisboa, na Biblioteca Palácio Galveias. “Sendo um assunto tão interessante e vivenciado no crescimento de tantas crianças, achámos que deveríamos dar-lhe ainda mais destaque, com um debate, para não ficar escondido na secção de curtas”, explica Irina.

A sessão “Quando a identidade de género não coincide com o género que foi atribuído à nascença” tem o apoio da AMPLOS, associação sem fins lucrativos de pais que se opõem a todos os tipos de discriminação. Destinada a pais, alunos e professores, foca-se na transição social na família e em ambiente escolar de crianças não-binárias, e tem também a participação do pedopsiquiatra Rui Ferreira Carvalho.

Filme, Cinema, Beleza (2018)
Beleza de Christina Willings©DR

“Foi um daqueles filmes que não gerou dúvidas na escolha”, conta a responsável pelo IndieJúnior. “Claro que gerou debate, é disto que muitos jovens querem conversar e um filme como este permite aprender muito sobre este assunto e levantar novas questões.”

Não é a primeira vez que o IndieJúnior apresenta um filme com temática LGBT+. Em 2018, exibiram Mrs. McCutcheon, um filme australiano de ficção sobre um rapaz, Tom, que sente que nasceu no corpo errado. “Queria vestir-se como menina e era gozado na escola”, recorda Irina. “Abordava também a dificuldade da mãe em aceitar e abraçar aquilo que o filho era.”

Beleza, com cinco histórias verídicas, tem esta carga documental que o torna mais próximo. “É um daqueles filmes que, sobretudo em contexto escolar, são transformadores”, afirma Irina. “As crianças sentem empatia e se têm um comportamento mais negativo em relação aos seus pares, deixam de o ter. Foi isso que sentiram os alunos da turma [do 9º ano]: que esta era uma causa a apoiar.”

Sábado, 11.30, no Cinema Ideal (Lisboa). Repete a 5 de Setembro, 11.30, no Cinema São Jorge. Sessão especial com debate a 3 de Setembro, às 18.00, na Biblioteca Palácio Galveias.

+ IndieJúnior: um festival de cinema para toda a família

+ IndieLisboa: 14 filmes a não perder

Últimas notícias

    Publicidade