Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right IndieLisboa: 14 filmes a não perder
Filme, Cinema, Dreamland (2019)
©DR Dreamland de Bruce McDonald

IndieLisboa: 14 filmes a não perder

Sem falar das actividades paralelas, o IndieLisboa tem mais de 240 filmes. Vai daí, criámos um guia de serviços mínimos

Por Eurico de Barros
Publicidade

Submetida às medidas de segurança ditadas pela pandemia, a 17.ª edição do IndieLisboa vai decorrer entre 25 de Agosto e 5 de Setembro, apresentando mais de 240 filmes, entre curtas e longas-metragens, em salas como a Culturgest, a Cinemateca, o Capitólio e os cinemas São Jorge e Ideal. Este ano, além de todas as habituais secções competitivas e não-competitivas, o Indie dedica uma retrospectiva ao senegalês Ousmane Sembène (1923-2007), uma das vozes mais importantes do cinema africano, e outra dos 50 anos da secção paralela Forum do Festival de Berlim; destaca a franco-senegalesa Mati Diop, revelada com Atlantique, Grande Prémio do Júri do Festival de Cannes de 2019; e apresenta o Programa Cinema e 5L, uma parceria com o Lisboa 5L, o novo festival literário da capital. Seleccionámos 14 filmes do acervo deste ano.

Recomendado: IndieJúnior: um festival de cinema para toda a família

IndieLisboa: 14 filmes a não perder

A Febre

Maya Da-Rin, 2019, 98 min.

Um viúvo de origem indígena que trabalha no Porto de Manaus fica com uma estranha febre quando a filha lhe diz que vai estudar enfermagem para Brasília, e começa a sonhar com uma estranha criatura.

Competição Internacional. Cinema Ideal, 27 de Agosto (Qui) 19.30. Culturgest, 30 de Agosto (Dom) 21.45

Victoria

De Sofie Benoot, Liesbeth de Ceulaer, Isabelle Tollenaere, 2020, 71 min.

Três realizadoras belgas foram aos EUA filmar uma grande cidade no deserto de Mojave que ficou inacabada nos anos 1960, mas onde vivem alguns milhares de pessoas.

Competição Internacional. Cinema Ideal, 31 de Agosto (Seg) 19.30

Publicidade

O Fim do Mundo

Basil da Cunha, 2019, 107 min.

Um rapaz de 18 anos volta à Reboleira após ter estado alguns anos preso e vai reparando naquilo que está igual e no que mudou e nunca mais será o mesmo.

Competição Nacional. Cinema São Jorge, 29 de Agosto (Sáb) 18.30, 2 de Setembro (Qua) 18.45

Overseas

Sung-A Yoon, 2019, 90 min.

Um documentário sobre a aprendizagem de mulheres filipinas que se preparam para ir trabalhar como criadas ou amas em casas no estrangeiro, muito em especial em países árabes.

Silvestre. Capitólio, 2 de Setembro (Qua) 21.30

Publicidade

Days

Tsai Ming-Liang, 2020, 127 min.

O celebrado realizador malaio filma aqui o encontro entre Kang, um homem solitário que vive numa casa enorme em Banguecoque, e Non, que mora num pequeno apartamento na mesma cidade.

Silvestre. Cinema São Jorge, 30 de Agosto (Dom) 18.00, 4 de Setembro (Sex) 21.45

Jeanne

Bruno Dumont, 2019, 137 min.

Depois de ter realizado em 2017 um musical sobre a infância de Joana d’Arc, Bruno Dumont assina aqui uma continuação, com a mesma actriz, Lisa Leplat Prudhomme.

Silvestre. Cinema São Jorge, 27 de Agosto (Qui) 21.45. Cinemateca, 1 de Setembro (Ter) 15.30

Publicidade

Tipografic Majuscul

Radu Jade, 2020, 128 min.

A história verídica de um jovem romeno que pintou graffitis hostis ao ditador Nicolau Ceausescu e ao regime, na sede do partido comunista da sua cidade, e foi descoberto, preso e torturado.

Silvestre. Cinema Ideal, 29 de Agosto (Sáb) 22.00. Culturgest, 5 de Setembro (Sáb) 21.45

Xala

Ousmane Sembène, 1975, 123 min.

Este filme do realizador senegalês homenageado no Indie 2020, e datado de 1975, é uma sátira simbólica à corrupção dos políticos e homens de negócios no pós-independência.

Retrospectiva Ousmane Sembène. Cinemateca, 2 de Setembro (Qua) 21.30, 11 de Setembro (Sex) 19.00

Publicidade

Billie

James Erskine, 2019, 96 min.

Um documentário sobre Billie Holiday rodado com base no vasto material recolhido nos anos 60 para uma biografia pela jornalista Lipnack Kuehl, que nunca a chegaria a escrever.

IndieMusic. Culturgest, 25 de Agosto (Ter) 21.30. Cinema Ideal, 29 de Agosto (Sáb) 19.30

Le Regard de Charles

Mar Di Domenico, 2019, 83 min.

Imagens filmadas por Charles Aznavour da sua vida, viagens e concertos desde 1948, ano em que Edith Piaf lhe deu uma câmara, formam o grosso desta fita sobre o lendário cantor francês.

IndieMusic. Culturgest, 29 de Agosto (Sáb) 21.30. Cinema São Jorge, 5 de Setembro (Sáb) 19.00

Publicidade

Filmfarsi

Ehsan Khoshbakht, 2019, 89 min.

Como era o cinema popular no Irão antes da teocracia dos mollahs? É o que revela este documentário feito de imagens de fitas da colecção de VHS do realizador, e de outras salvas da censura.

Director’s Cut. Cinemateca, 4 de Setembro (Sex) 19.00

Dreamland

Bruce McDonald, 2019, 98 min.

Stephen McHattie, Juliette Lewis e Henry Rollins interpretam este conto de fadas moderno assinado pelo canadiano Bruce McDonald, que combina comédia, policial, terror e jazz.

Boca do Inferno. Cinema São Jorge, 31 de Agosto (Seg) 19.00

Publicidade

Fojos

João Canijo e Anabela Moreira, 2020, 103 min.

Castro Laboreiro foi a terra escolhida por João Canijo e Anabela Moreira para rodarem este documentário, na sequência de títulos como Portugal – Um Dia de Cada Vez e Diário das Beiras.

Sessões Especiais. Cinema São Jorge, 2 de Setembro (Qua) 21.50

Um Animal Amarelo

Felipe Bragança, 2020.

Esta co-produção luso-brasileira centra-se na personagem de Fernando, um realizador brasileiro falido, de trinta e poucos anos, e na viagem que faz em busca das suas memórias.

Sessões Especiais. Culturgest, 5 de Setembro (Sáb) 21.30

Mais cinema

Todos os filmes de Quentin Tarantino, do melhor ao pior

Filmes

Desde que se estreou em grande estilo com Cães Danados, em 1992, e sobretudo depois da estreia de Pulp Fiction, dois anos mais tarde, Quentin Tarantino tornou-se um dos mais populares realizadores americanos. Nesta lista encontra todos os seus filmes, do melhor (Jackie Brown) ao pior (Sacanas sem Lei).

Onze comédias sobre férias catastróficas

Filmes

Todos já tivemos férias de Verão que não correram como esperávamos. Nestes filmes cómicos em que as famílias estão particular e naturalmente em foco, as férias estivais são arruinadas pelos mais diversos motivos, desde familiares e amigos metediços, trapalhões ou insuportáveis, até aos desastres mais variados e das mais diversas dimensões. 

Publicidade
Photograph: An American Werewolf in London
© DR

Férias de terror em oito filmes

Filmes

Lobisomens, assassinos psicopatas, tubarões, entidades maléficas milenares ou um simples equívoco que se revela fatal: há de tudo nos filmes que seleccionámos para mostrar como o terror pode brotar na mais banal das situações, como é o caso de umas aprazíveis férias com familiares ou amigos, que acabam por se transformar em pesadelos. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade