A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Modern Times
©DRTempos Modernos, de Charlie Chaplin

Ciclo de cine-concertos transforma o Castelo de São Jorge num cinema ao ar livre

Nas próximas noites de sexta e sábado, o pianista Filipe Raposo vai acompanhar quatro filmes mudos com músicas originais. O palco será o Castelo de São Jorge e a entrada é gratuita.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

A chegada das temperaturas mais quentes convida à criação de eventos ao ar livre e a última novidade chega a um dos mais emblemáticos monumentos da cidade. Nas noites dos dias 23,24, 25 e 26 de Junho, o Castelo de São Jorge vai acolher uma sala de cinema ao ar livre com o ciclo de cine-concertos Sinfonias Urbanas, organizado pela EGEAC.

Nos anos 20 e 30 do século passado, a era do cinema mudo, os visionamentos de filmes de diversos formatos eram normalmente acompanhados por música ao vivo. Muitos faziam uma representação das cidades, num diálogo entre a música e a imagem em movimento que reclamou para o cinema um reconhecimento artístico e criando um subgénero chamado "sinfonias urbanas". Em memória desses tempos, o evento Sinfonias Urbanas leva ao Castelo de São Jorge quatro filmes dessa época que serão acompanhados ao vivo por quatro composições originais de Filipe Raposo, pianista habituado a musicar ao piano algumas sessões da Cinemateca Portuguesa.

A primeira sessão ao livre acontece a 23 de Junho, pelas 20.30, com Lisboa, Crónica Anedótica (1930), a primeira longa-metragem de Leitão de Barros, entre o documentário e a ficção, a modernidade e a tradição de uma Lisboa de há quase cem anos. No dia seguinte, às 21.00, é exibido O Homem da Câmara de Filmar (1929), o documentário experimental do realizador soviético Dziga Vertov que acompanha um homem com a sua câmara pelas ruas das cidades e aquilo que ele vai filmando.

A 25 de Junho, às 21.00, será exibido As Aventuras do Príncipe Achmed (1926), o mais antigo filme de animação preservado, da realizadora alemã Lotte Reiniger. Inspirado em várias histórias do livro As Mil e Uma Noites, foi feito com a ajuda de silhuetas em cartão, todas cortadas à mão, e demorou três anos a ficar concluído. O ciclo Sinfonias Urbanas termina a 26 de Junho, com o grande clássico de Charlie Chaplin Tempos Modernos (1936), para ver a partir das 21.00. Este foi o último filme mudo de Chaplin antes de transitar para o cinema sonoro, não sem antes fazer ouvir a sua voz pela primeira vez numa cena deste filme, onde canta uma música, embora numa língua inventada pelo próprio.

A entrada é livre, mas a lotação é limitada e por isso é recomendado que levante o bilhete no próprio dia até 15 minutos antes do início de cada sessão.

Castelo de São Jorge. Rua de Santa Cruz. 21 880 0620. Seg-Dom 10.00-20.00

Notícia actualizada a 16 de Junho: Devido às previsões meteorológicas de chuva para os dias 18 e 19 de Junho, essas sessões foram adiadas para os dias 23 e 24 de Junho.

+ O cinema ao ar livre está de volta ao Areeiro até ao final de Setembro

+ Música no Parque: novo festival anima as noites de Cascais em Julho

Últimas notícias

    Publicidade