A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Arigato x Casica
Mariana Valle Lima

Com o Casica, o Arigato do Parque das Nações está mais sul-americano

Sem all you can eat e com um novo inquilino, o Arigato do Parque das Nações diz-se pronto para subir de nível.

Escrito por
Teresa David
Publicidade

Ficou conhecido pelo buffet de sushi, depois veio o all you can eat, e desde Março que o Arigato do Parque das Nações está a apostar num menu de degustação fechada, permitindo-lhes “trabalhar de maneira mais correcta no sushi, porque existe mais tempo para poder trabalhar com a matéria prima”, como explica o chef Henrique Macedo do grupo Arigato. No campo do sushi o menu é novo, mas estas não são as únicas novidades deste espaço à beira-rio. O chef Vitor Hugo, que já passou pelo Eleven, pelo Peixola e pelo 100 Maneiras, juntou-se à casa, ou melhor, à Casica, uma identidade sul-americana, rica em tacos e ceviches, com direito a sala e carta próprias e decoração tropical e abundante em plantas. Tudo dentro do Arigato. 

Arigato x Casica
Mariana Valle Lima

São então dois restaurantes no mesmo espaço, com duas cozinhas e menus separados, mas que podem ser combinados. No que toca à harmonia dos ingredientes nipónicos e sul-americanos, esse não parece ser um problema para os chefs. “São cozinhas muito distintas, mas com notas parecidas. São primas, não irmãs”, esclarece o chef Henrique Macedo. “No sushi temos pequenos toques da cozinha do chef Vitor Hugo, e na carta dele há toques meus”, acrescenta. Henrique Macedo já trabalha com sushi há muito tempo, mas o chef Vitor Hugo não lhe fica atrás no que respeita ao domínio da comida sul-americana. “Já tinha feito algumas coisas deste género, sobretudo quando estava no Peixola. A carta foi simples de fazer. Já tive em vários sítios na América do Sul e não são coisas muito desconhecidas para mim”, afirma.

Arigato x Casica
Mariana Valle Lima

Olhemos então para o menu. No do Arigato vai encontrar, além de uma carta repleta de peças de sushi tradicional e de fusão, três degustações. Ao almoço (17,50€) há gyosas, um croquete de peixe e uma salada para entrada; sopa miso e um combinado de peças de sushi e sashimi. A degustação ao jantar (24,50€) é composta por onigiri, yakitoris e tsukemono nas entradas; um combinado de sushi e sashimi; e um conjunto de hot rolls. Por fim, uma degustação Arigato e Casica (28,50€), disponível ao almoço e ao jantar, e que junta um taco de carne e um croquete de peixe para começar, seguido de uma sopa miso, de um combinado de sushi e sashimi e ainda de um tataki de novilho com ovo escalfado. Esta última degustação é uma boa maneira de ter as duas experiências, mas se quiser aventurar-se na carta individual do Casica saiba que não faltam tacos, ceviches, saladas, variadíssimos pratos principais, como o lombo de atum em pistachios (18€), e sobremesas como o creme brúlee de matcha (4,50€), mousse de abóbora (5€) e um “vulcão” de doce de leite, que é como quem diz um petit gateau. 

Arigato x Casica
Mariana Valle Lima

“O espaço precisava de um pouco mais de sensualidade. Quisemos trazer um pouco de calor ao sushi”, revela o chef Henrique. Com esta renovação na carta do Arigato e com um novo menu latino, o chef Vitor Hugo assume, declaradamente, que se pretende “subir a bitola da coisa”, mas que ainda é preciso “educar o cliente” que chega para o all you can eat.

Alameda dos Oceanos lote 2.11.01 E/F (Parque das Nações). Seg-Dom 12.00-00.00.

+ De Portugal para o mundo: a gastronomia nacional chega ao Disney+

+ Café Joyeux vai abrir em Cascais, mas antes organiza uma festa solidária com jantar

Últimas notícias

    Publicidade