Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Comparámos cinco serviços de entrega de refeições ao domicílio

Comparámos cinco serviços de entrega de refeições ao domicílio

Publicidade

Foi difícil encontrar um restaurante que trabalhasse com todos os serviços de entrega de refeições ao domicílio e quando achávamos impossível apareceu-nos o Tamarind. Não lhe vamos dar conta das condições de embalamento da comida, já que isso é da responsabilidade dos restaurantes. Queríamos um caril de camarão com arroz branco lá para as 13.00. Podia ter sido pior: acabámos por comer às 13.30. Obrigada, motoboys.

1. NoMENU

PEDIDO: Difícil 

TAXA DE ENTREGA: 3,90€

TEMPO: 36 minutos

A noMENU já existe desde 1998 e é uma das pioneiras no serviço de entregas de refeições ao domicílio e dá para encomendar através do site ou por telefone – nós encomendámos online e tivemos de passar pelo fastidioso registo. Há 16 categorias no site, algumas confusas e repetitivas, como os Sabores Urbanos, e outras vazias, como a Africana. O Tamarind está na categoria Oriental e tinha o desejado caril, bem como o arroz. A previsão dizia-nos que chegava às 13.15 – na verdade, o motoboy chegou com o saquinho azul e branco do Tamarind às 13.07, mas veio sem o troco que pedimos no momento da encomenda. Voltou atrás e trouxe-nos as moedas às 13.15. A factura chegou ao e-mail logo a seguir, depois de uma chamada para o apoio ao cliente.

2. UberEats

PEDIDO: Muito fácil

TAXA DE ENTREGA: 2,90€

TEMPO: 17 minutos

Primeiro há que descarregar a aplicação, gratuita para iOS e Android. Depois, se já tiver uma conta de Uber, o processo é muito mais rápido. Se for a sua primeira vez, tem de se registar e inserir um método de pagamento – é tudo intuitivo. A morada é a primeira coisa a pôr, antes de entrar no menu principal, onde os restaurantes parceiros da UberEats aparecem divididos em categorias: novidades, os mais populares, os que entregam em menos de 25 minutos. Para chegarmos ao Tamarind tivemos de ir à categoria de restaurantes indianos. O menu é praticamente igual ao do restaurante, portanto imagine a quantidade. Pedimos o prawn korma (12,90€) e um arroz basmati simples (2€). Estava previsto chegar às 12.44, chegou dois minutos antes. Bem quente. Quanto à factura, tem de pedi-la manualmente, através do e-mail que recebe no momento da compra.

3. Glovo

PEDIDO: Fácil

TAXA DE ENTREGA: 2,90€

TEMPO: 35 minutos

A Glovo promete entregar tudo, mas mesmo tudo, o que quiser, em pouco tempo – dos produtos de supermercado a medicamentos, roupa, vinho, flores, discos, electrónica ou comida. Há alguns restaurantes parceiros, mas caso o seu escolhido não o seja, como aconteceu com o Tamarind, é escrever o pedido na app (o registo pode ser com e-mail ou com a conta de Facebook). Pelo sim pelo não, neste pedido personalizado nós escrevemos logo à partida a morada do restaurante, para não haver enganos. Encomendámos o caril de camarão e o arroz, recebemos logo uma confirmação no e-mail, mas sem nunca ter valores à vista ou uma previsão de chegada. Mas chegou – depois de uma chamada a confirmar onde ficava o Hard Rock, ponto de referência para a localização da nossa redacção. Ainda estamos à espera da factura.

4. Pizza.pt

PEDIDO: Muito difícil

TAXA DE ENTREGA –

TEMPO –

No site do pizza.pt há que escolher primeiro o destino da entrega e só depois qual a oferta de restaurantes disponível. O nosso Tamarind não podia vir para a redacção e estávamos quase a desistir deste projecto de vida, quando nos lembrámos, fatigados, que escolhendo outra morada – no caso, uma ruinha no Martim Moniz – conseguíamos aceder ao sistema. Estávamos decididos a ir recolher o pedido sem inquietações, mas ao encher o cesto das compras foi-nos indicado que o pedido mínimo era de 30 euros. Aqui na redacção vive-se bem, mas é pela alegria que emprestamos ao local, não é por estar a chover financiamento. Cansados com os entraves ao pedido e com o orçamento a chegar ao limite, desistimos.

5. Sendeat

PEDIDO: Difícil

TAXA DE ENTREGA: 2,40€

TEMPO: 57 minutos

O mais complicado vai ser fazer o registo no site. Depois dos vários campos a preencher, ainda há que esperar uma mensagem com um código de confirmação para terminar o registo. Depois de acedermos à página do Tamarind, não existia a opção do caril de camarão e fomos para os camarões jalfrezi, os únicos disponíveis (13,85€). Pagámos ligeiramente mais pelo arroz (2,21€) mas o que nos saiu mesmo caro foi o tempo de espera. O primeiro email previa 30 minutos, mas foram 57 – já os camarões estavam frios. A parte boa foi ver a mota deslizar Avenida abaixo no site – o acompanhamento da localização da entrega é fidedigno. A factura caiu-nos no e-mail minutos após a entrega.

+ As melhores sobremesas ao domicílio

+ Chef em casa? É para já

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade