A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Música, Festival de Música, NOS Alive
©DRNOS Alive

Em 2023, o NOS Alive volta aos tradicionais três dias

Os quatro dias deste ano foram uma excepção. Na próxima edição, o festival acontece no Passeio Marítimo de Algés de 6 a 8 de Julho.

Escrito por
Cláudia Lima Carvalho
Publicidade

Depois de uma pausa forçada de dois anos, o NOS Alive regressou em grande. Em quatro dias de festival, registaram-se no Passeio Marítimo de Algés 210 mil entradas, 25 mil das quais vindas de 98 países. No próximo ano, não se espera que seja diferente. E já há datas: 6, 7 e 8 de Julho. 

O anúncio foi feito no sábado, último dia do festival, por Álvaro Covões à imprensa, no momento em que o director do festival fazia um balanço “muito positivo” da edição que terminava, apesar de alguns cancelamentos de última hora, como foi o caso dos Glass Animals, que acabaram substituídos pelos portugueses Bateu Matou. A possibilidade de marcar um regresso dos britânicos no próximo ano não foi posta de lado, com a devida precaução por parte de Covões. 

Se em 2019 o promotor tinha o trunfo dos Da Weasel – foi na conferência de imprensa de balanço que foi anunciado o regresso da icónica banda portuguesa –, este ano Álvaro Covões não avançou com nenhuma confirmação. “Mas teremos bandas para anunciar em breve”, disse aos jornalistas. 

Na edição deste ano, passaram pelo NOS Alive nomes grandes como Stromae, The Strokes, Florence + The Machine, Dino d’Santiago, Metallica, St. Vincent, ou Imagine Dragons. 

Para os milhares de portugueses, o concerto dos Da Weasel, 13 anos depois, era um dos mais antecipados. Horas antes, também em conferência de imprensa, a banda mostrava-se ansiosa por subir ao palco, recorrendo à gíria futebolística para fugir às perguntas sobre a possibilidade de outros concertos ou até de um novo disco. “O nosso mister disse que só se fala do próximo jogo a seguir a este jogo”, brincou João Nobre (Jay), ao lado de Carlão (Pacman), DJ Glue, Virgul e Guilherme Silva (Guillaz). Mas houve uma revelação: no próximo ano sai a biografia autorizada da banda de Almada. 

+ A nova edição de Verão da Time Out Lisboa chega com a vaga de calor

+ Guia para os festivais de Verão que ainda faltam

Últimas notícias

    Publicidade