Festivais de Verão: o que vem aí

Ainda falta mais de um mês para o Verão, mas os cartazes de muitos festivais já estão bem recheados. Consegue ir a todos?

Fotografia: Arlindo Camacho

Os festivais de música estão para o Verão como a chuva está para o Inverno: sabe bem de vez em quando, e mesmo quem não gosta reconhece que faz falta. Ao contrário da chuva, no entanto, há cada vez mais e maiores festivais. E há para todos os gostos. Desde megaproduções como o Rock in Rio Lisboa ou o NOS Alive, a festivais um pouco mais pequenos mas ainda assim grandes, como o Super Bock Super Rock ou o Vodafone Paredes de Coura, e eventos mais especializados como o Jazz em Agosto ou o FMM Sines. É só escolher.

Festivais de Verão: o que vem aí

Rock in Rio Lisboa

O Rock in Rio Lisboa não é exactamente um festival como os outros. Nenhum evento tem uma matriz tão popular, nem chega a tantas pessoas, mais nenhum cobre um espectro mediático tão vasto, nem mexe da mesma forma com o espaço físico que o recebe. E isso só acontece porque o Rock in Rio é mais do que dois fins-de-semana de concertos: é exaltação pop, é fenómeno de massas, é feira popular. Esta edição arranca um mês mais tarde do que o habitual, mas os concertos continuam concentrados em dois fins-de-semana, com um grande nome a pairar sobre cada dia do festival. Neste caso, os Muse a 23 de Junho, Bruno Mars a 24, The Killers a 29 e Katy Perry no dia 30.

Comprar bilhetes Ler mais
Parque da Belavista , Marvila Sábado 23 Junho 2018 - Sábado 30 Junho 2018

MUSA Cascais

Combinação complexa esta que o MUSA Cascais nos propõe. Qual? Ora experimente dançar reggae em pleno areal (no da Praia de Carcavelos), a ver se os seus gémeos não começam a ceder. Para quem não sabe, MUSA é sigla para Música Urbana e Sons Alternativos, algo que foram perdendo desde o ano da sua fundação, em 1999. O cartaz era mais generalista, hoje é sobretudo reggae. Entre os nomes confirmados para esta 20ª edição contam-se os Alpha Blondy, Anthony B, Don Carlos e Luciano, entre outros.

Ler mais
Praia de Carcavelos , Cascais Quinta-feira 5 Julho 2018 - Sábado 7 Julho 2018
Publicidade

Sumol Summer Fest

Se no início eram os ritmos jamaicanos que mandavam na Ericeira, uns anos volvidos foram suficientes para trazer o hip-hop e, mais do que isso, tendências para a miudagem, numa cartada de grande inteligência que revitalizou o alcance do festival. Entre os nomes em destaque nesta edição contam-se French Montana, Wet Bed Gang, April Ivy (todos a 6 de Julho), Joey Bada$$, The Jillionaire ou Vic Mensa (dia 7).

Comprar bilhetes Ler mais
Ericeira Camping , Mafra/Ericeira Sexta-feira 6 Julho 2018 - Sábado 7 Julho 2018

EDPCOOLJAZZ

O EDPCOOLJAZZ não é bem um festival de Verão, é mais uma série de concertos que partilham um guarda-chuva metafórico. De regresso a Cascais, depois de uma temporada em Oeiras, arranca a 11 de Julho, com David Byrne, e segue um desfile de figuras como BadBadNotGood, Dead Combo, Salvador Sobral, Gregory Porter, Jessie Ware, Van Morrison e, por fim, a 31 de Julho, Norah Jones.

Comprar bilhetes Ler mais
Hipódromo Manuel Possolo , Cascais Quarta-feira 11 Julho 2018 - Terça-feira 31 Julho 2018
Publicidade

NOS Alive

Nenhum festival português tem a dimensão do NOS Alive. É o que dizem os números. A quantidade de bilhetes vendidos (e o preço dos mesmos), o número de palcos, o volume de concertos, ou até os cachês dos principais artistas. Mas para além desses valores, encontra-se um cartaz que aposta na diversidade. O festival de Oeiras não tem uma identidade clara, nem um público definido, porque quer chegar a toda a gente. E não há mal nenhum nisso. Arctic Monkeys, Queens of the Stone Age e Pearl Jam são os cabeças-de-cartaz desta edição, mas o cartaz está cheio de grandes nomes.

Ler mais
Passeio Marítimo de Algés , Oeiras Quinta-feira 12 Julho 2018 - Sábado 14 Julho 2018

Super Bock Super Rock

Pelo menos agora não se passam horas a fio no trânsito para chegar ao Meco. Pelo menos agora o terreno do recinto é em calçada portuguesa. Agora só podemos queixar-nos da tontura do entra-e-sai no MEO Arena, espaço que costuma ser de um só concerto. Vá-se mais ou menos à bola com esta última versão do Super Bock Super Rock, há que reconhecer que é um festival com sete vidas. Já se deu em estádios, em quintas e parques, e o facto é que continua a atrair um batalhão de gente. A edição deste ano vai da pop de The xx ao hip-hop de Travis Scott ou o rock de Julian Casablancas & The Void.

Comprar bilhetes Ler mais
Parque das Nações - Rio Tejo , Parque das Nações Quinta-feira 19 Julho 2018 - Sábado 21 Julho 2018
Publicidade

MEO Marés Vivas

O Marés Vivas é um festival para o grande público, um híbrido de parque de diversões-centro comercial-festival de música. Povoado por famílias, casais e adolescentes, é um bom local para quem gosta de ouvir a música que escala (ou escalou) as tabelas de vendas e que domina (ou dominou) as rádios com canções que todos sabem (ou sabiam) de cor. Música que quer ser amada e escutada pelo maior número de pessoas – e não há mal nenhum nisso. O cartaz deste ano inclui, por exemplo, Jamiroquai, David Guetta e Rita Ora.

Ler mais
Antiga Seca do Bacalhau Sexta-feira 20 Julho 2018 - Domingo 22 Julho 2018

FMM Sines

Sim, é daqueles festivais a que muita gente vai sem sequer olhar para o cartaz. É o FMM e o ambiente descontraído convida ao pé descalço e a vários mergulhos nas praias de Sines. Durante dez dias, de 19 a 28 de Julho, a cidade é tomada de assalto pelas músicas do mundo, de vários micromundos que sempre geram danças diferentes e exploratórias. Daí a achar-se que os artistas presentes são acessórios vai uma longa distância. Poucos são os festivais em Portugal com um cartaz tão diverso e independente. The Correspondents, Sons of Hemet, Tulipa Ruiz e Vieux Farka Touré são destaques possíveis num cartaz bem recheado.

Comprar bilhetes Ler mais
Porto Covo Quinta-feira 19 Julho 2018 - Domingo 29 Julho 2018
Publicidade

MEO Sudoeste

Como qualquer marca que muda de abordagem, o MEO Sudoeste mudou de vida há uns anos. Está hoje transfigurado num parque de diversões para gente mais nova em busca de novas experiências, de preferência longe dos pais. Em vez de PJ Harvey, Beck, Moloko ou Portishead de outras edições, temos uma festa entre o novo hip-hop e a EDM. Com Shawn Mendes, J Balvin, Jason Derulo, Marshmello, Lil Pump, Hardwell, Mundo Segundo & Sam The Kid, entre outros.  

Comprar bilhetes Ler mais
Herdade da Casa Branca Terça-feira 7 Agosto 2018 - Sábado 11 Agosto 2018

Jazz em Agosto

O Jazz em Agosto, o maior evento do jazz que tem lugar em Portugal e um dos mais importantes do mundo, escolheu centrar a sua programação deste ano no saxofonista nova-iorquino John Zorn, um criador tão prolífico e multifacetado que poderia pensar-se que o seu nome serve de fachada a uma vintena de músicos diferentes. A presença de Zorn no Jazz em Agosto 2018, que decorre de 27 de Julho a 5 de Agosto na Fundação Gulbenkian, assume três formas: 1) presencial, 2) como compositor e orientador de projectos e 3) como centro de gravidade – nomeadamente na qualidade de mentor da editora Tzadik – de uma constelação de músicos nas vanguardas do jazz e do rock.

Ler mais
Museu Calouste Gulbenkian , São Sebastião Sexta-feira 27 Julho 2018 - Domingo 5 Agosto 2018
Publicidade
Mostrar mais

Mais música

Concertos em Lisboa em Maio

Os antigos diziam que Maio era o mês das trovoadas. Sobre isso não podemos dizer muito mais – recomenda-se uma visita ao Instituto Português do Mar e Atmosfera –, mas faça chuva ou faça sol, vale a pena sair de casa para assistir a uns quantos concertos em Lisboa. Desde Niall Horan a Roger Waters, passando por The Jesus and Mary Chain ou Sam Smith, entre outros.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Os concertos mais aguardados de 2018

2018 já vai a meio, mas ainda há muita música para ouvir. Portanto, tem de se organizar. Não faz contas para as suas contas? Não cria tópicos e lembretes telefónicos para bater tudo certo e o orçamento esticar até ao final de cada mês? É encarar os concertos como o IMI ou o IUC e escolher ao que vai.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Entrevista a Arcade Fire: “O Bowie está sempre presente”

A banda indie por excelência regressa a Lisboa para apresentar o seu último trabalho, Everything Now, um álbum de letras contundentes e ritmos dançáveis. Descobrimos como se forjou este disco junto de Tim Kingsbury, baixista do grupo canadiano.

Ler mais
Por Marta Bac

Comentários

0 comments