Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Guia completo dos festivais de Verão

Guia completo dos festivais de Verão

Os festivais de Verão são uma peça importante do puzzle estival. Com música para todos os gostos de norte a sul do país

FESTIVAL SUPER BOCK SUPER ROCK 2014
Fotografia: Arlindo Camacho
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Os festivais de música estão para o Verão como a chuva está para o Inverno: sabe bem de vez em quando, e mesmo quem não gosta reconhece que faz falta. Ao contrário da chuva, no entanto, há cada vez mais e maiores festivais. E há para todos os gostos. Desde megaproduções, como o NOS Alive, a festivais um pouco mais pequenos mas ainda assim grandes, como o Super Bock Super Rock e o Vodafone Paredes de Coura, e eventos mais especializados como o Jazz em Agosto, o Festival Forte ou o FMM Sines. É só escolher.

Recomendado: Concertos em Lisboa

Festivais de Verão: o que vem aí

Os Tubarões
©DR
Música, Festivais de música

Festival MED

icon-location-pin Praça da República,
icon-calendar

No início do Verão, cabe todo o mundo em Loulé. É assim há 15 anos e o mérito é do Festival MED, que se realiza entre os dias 27 e 30 de Junho. Entre os nomes confirmados para esta edição contam-se, por exemplo, Dhafer Youssef (Tunísia), Os Tubarões (Cabo Verde), Eneida Marta (Guiné-Bissau), Marcelo D2 (Brasil), BaBa ZuLa (Turquia), Los de Abajo (México), Marinah (Espanha) ou The Turbans (radicados em Inglaterra mas naturais de meio mundo). Para já não falar na vasta comitiva portuguesa.

Slayer
©Marc Hausler
Música, Festivais de música

VOA

icon-location-pin Estádio do Restelo, Belém
icon-calendar

É um dos melhores festivais de metal e música extrema de Portugal. Durante anos realizou-se em Vagos, mais tarde mudou-se para Corroios e, depois de um ano de paragem, vai instalar-se no Estádio do Restelo, em Lisboa, entre os dias 4 e 5 de Julho. Os cabeças de cartaz do primeiro dia são os Slipknot, enquanto no segunda as atenções centram-se nos Slayer.

Publicidade
Dub Inc
©Alexis Rieger
Música, Festivais de música

MUSA Cascais

icon-location-pin Praia de Carcavelos, Cascais
icon-calendar

Combinação complexa esta que o MUSA Cascais nos propõe. Qual? Ora experimente dançar reggae em pleno areal (no da Praia de Carcavelos), a ver se os seus gémeos não começam a ceder. Para quem não sabe, MUSA é sigla para Música Urbana e Sons Alternativos, algo que foram perdendo desde o ano da sua fundação, em 1999. O cartaz era mais generalista, hoje é sobretudo reggae. Este ano vamos poder ouvir lá os Dub Inc, Samory I, Queen Ifrica, Maneva e Fantan Mojah, entre outros.

Young Thug
Photograph: Garrett Coyte
Música, Festivais de música

Sumol Summer Fest

icon-location-pin Ericeira Camping, Mafra/Ericeira
icon-calendar

O Sumol Summer Fest, na Ericeira, já foi um festival de reggae e outras especialidades jamaicanas. Nos últimos anos, no entanto, assumiu-se como um festival para um público maioritariamente adolescente e reinventou-se com um cartaz mais virado para o hip-hop, electrónica e respectivas derivações. Young Thug, um dos grandes do trap americano, é o maior nome confirmado para 5 de Julho. No dia seguinte destacam-se os Brockhampton.

Publicidade
KRAFTWERK
©PETER BOETTCHER
Música, Festivais de música

edpcooljazz

icon-location-pin Vários locais
icon-calendar

Não é exactamente um festival de Verão. Se pensarmos bem, o edpcooljazz é mais uma série de concertos que partilham um guarda-chuva metafórico ao longo do mês de Julho em Cascais. Entre os artistas em destaque nesta edição contam-se The Roots, Jessie J, Snarky Puppy, Jacob Collier, Jamie Cullum, Diana Krall, Tom Jones, Kraftwerk e não só.

The Cure
© Andy Vella
Música

NOS Alive

icon-location-pin Passeio Marítimo de Algés, Oeiras
icon-calendar

Nenhum festival português tem a dimensão do NOS Alive. É o que dizem os números: a quantidade de bilhetes vendidos (e o preço dos mesmos), o número de palcos, o volume de concertos, até os cachês dos principais artistas. Mas para além desses valores encontra-se um cartaz diverso. Entre os principais nomes confirmados para a próxima edição destacam-se The Cure, Weezer, Ornatos Violeta, Vampire Weekend, Cut Copy, The Smashing Pumpkins, The Chemical Brothers, Bon Iver e Thom Yorke, entre muitos e muitos outros.

Publicidade
Gator, The Alligator
©João Rat
Música, Festivais de música

Rodellus

icon-location-pin Ruílhe,
icon-calendar

O Rodellus apresenta-se como um festival de música urbana em contexto rural. Acontece nos campos de Ruilhe, ali para os lados de Braga, entre os dias 18 e 20 de Julho, e gira sobretudo em torno do rock. Entre os nomes confirmados para esta edição contam-se os italianos Bee Bee Sea, os britânicos Acid Cannibals e uma comitiva portuguesa onde se destacam Gator, The Alligator, Solar Corona, Paraguaii ou Palmers, entre outros.

Lana Del Rey
Photograph: Courtesy Nicole Nodland
Música, Festivais de música

Super Bock Super Rock

icon-location-pin Herdade do Cabeço da Flauta, Grande Lisboa
icon-calendar

Depois de quatro edições no Parque das Nações, em Lisboa, em 2019 o Super Bock Super Rock volta a realizar-se na Herdade do Cabeço da Flauta, no Meco – onde já tinha estado entre 2010 e 2014. Entre os nomes confirmados para esta 25ª edição destacam-se Lana Del Rey, Cat Power, The 1975 (dia 18), Phoenix, Calexico and Iron & Wine (19), Migos, Janelle Monáe e Disclosure (20), entre outros.

Publicidade
Omar Souleyman
©DR
Música, Festivais de música

FMM Sines

icon-location-pin Sines,
icon-calendar

Este é daqueles festivais a que muita gente vai sem sequer olhar para o cartaz, apenas pelo ambiente descontraído e a(s) boa(s) onda(s) das praias de Sines. O que não quer dizer que os artistas presentes em Porto Covo e Sines durante os dias 18 e 27 de Julho sejam acessórios. Todos os anos se ouvem aqui algumas das melhores músicas do mundo, e não vai agora que isso vai mudar. No cartaz deste ano distinguem-se Omar Souleyman, Ladysmith Black Mambazo, Frente Cumbiero, Antibalas e Inner Circle, entre outros.

Sting
Photograph: Frank Ockenfels III
Música, Festivais de música

MEO Marés Vivas

icon-location-pin Antiga Seca do Bacalhau,
icon-calendar

O Marés Vivas é um festival para o grande público. Povoado por famílias, casais e adolescentes, é um bom local para quem gosta de ouvir a música que escala (ou escalou) as tabelas de vendas e que domina (ou dominou) as rádios com canções que todos sabem (ou sabiam) de cor. Música que quer ser amada e escutada pelo maior número de pessoas. O cartaz deste ano inclui, entre outros nomes, Snow Patrol, Keane (a 19 de Julho), Ornatos Violeta, Mano Diao (a 20), Sting e Morcheeba (a 21).

Publicidade
Mali Salif Keita e Criolo são os primeiros nomes confirmados no Mimo Festival Amarante
DR
Música, Festivais de música

MIMO Portugal

icon-location-pin Amarante,
icon-calendar

O MIMO é exemplo de uma importação de sucesso. O festival nasceu no Brasil, em 2004, e teve a sua primeira edição internacional em Amarante, em 2016. Rapidamente se distinguiu dos demais: por ser gratuito, por levar concertos aos jardins, igrejas e locais históricos da cidade, por incluir na programação um festival de cinema, workshops e masterclasses, eventos de poesia e outras actividades culturais. Apesar desta transdisciplinaridade, a música é a protagonista, com artistas de várias geografias. Criolo e Salif Keita são dois dos nomes em cartaz.

Marc Ribot
©DR
Música, Jazz

Jazz em Agosto

icon-location-pin Fundação Calouste Gulbenkian, São Sebastião
icon-calendar

O panorama político internacional dá sinais inquietantes. E o Jazz em Agosto, que este ano decorre entre os dias 1 e 11 de Agosto na Fundação Gulbenkian, não podia ficar indiferente. A sua programação sempre privilegiou o lado mais desalinhado e irreverente do jazz, e este ano preparou um cartaz dominado pelo “jazz de combate”. O elenco de nomes vai de Marc Ribot (no primeiro dia) a Mary Halvorson (no encerramento), passando pelo quarteto Burning Ghosts, entre muitos outros concertos a não perder.

Publicidade
Russ
©DR
Música, Festivais de música

MEO Sudoeste

icon-location-pin Herdade da Casa Branca,
icon-calendar

O MEO Sudoeste, nos últimos dez anos (mais coisa, menos coisa), transformou-se num parque de diversões para gente mais jovem em busca de novas experiências, de preferência longe dos pais, com um cardápio musical que anda entre a pop, o hip-hop e a música de dança. Steve Aoki, Anitta, Years & Years, Post Malone, 6blak, Russ, Joss Stone, Timmy Trumpet e Rita Ora destacam-se no cartaz desta edição.

Underworld (Rick Smith and Karl Hyde)
© Perou
Música, Festivais de música

Neopop

icon-location-pin Forte Santiago da Barra,
icon-calendar

Há mais de uma década que Viana do Castelo se transforma, no Verão, na capital portuguesa da música electrónica. É por pouco tempo, mas são dias intensos, cortesia do festival Neopop. Os britânicos Underworld são os grandes cabeças de cartaz, mas há mais gente que vale a pena ouvir entre os dias 7 e 10 de Agosto, incluindo Jeff Mills, John Digweed, Ben Klock, Richie Hawtin, Ivan Smagghe, Laurent Garnier, Dasha Rush, Tale of Us e muitos mais.

Publicidade
orange goblin
© Ester Segarra
Música, Festivais de música

Sonic Blast Moledo

icon-location-pin Centro Cultural de Moledo,
icon-calendar

O rock de alta intensidade é quem mais ordena neste festival minhoto que junta música, praia, piscina, surf e skate. A nona edição do Sonic Blast realiza-se entre 8 e 10 de Agosto, tem epicentro no Centro Cultural de Moledo, e tem grupos altamente recomendáveis no cartaz como os Om, Graveyard, Eyehategod, Orange Goblin, Earthless ou The Devil and The Almighty Blues, entre outros.

Napalm Death
© Kevin Estrada
Música, Festivais de música

Vagos Metal Fest

icon-location-pin Quinta do Ega,
icon-calendar

Vagos em Agosto é uma vila de metal. Ou melhor, do metal. Este ano o Vagos Metal Fest decorre entre os dias 8 e 11 de Agosto, mais uma vez na Quinta do Ega, e tem um alinhamento bastante diverso, dentro do género. Há o doom metal dos suecos Candlemass (dia 8), o death metal da Florida à moda dos Six Feet Under (dia 9), o black – mas cada vez menos – metal norueguês dos Satyricon (dia 10) e o metal sinfónico dos finlandeses Stratovarius, ou ainda o grindcore dos Napalm Death, o thrash metal dos Death Angel (todos a 11) e não só.

Publicidade
Dino D'Santiago
Duarte Drago
Música, Festivais de música

Bons Sons

icon-location-pin Cem Soldos, Grande Lisboa
icon-calendar

A pequena aldeia de Cem Soldos, em Tomar, volta a ser o centro do país entre os dias 8 e 11 de Agosto. Pelo menos no que à música diz respeito, pelo menos nesses dias. E tudo graças ao singular festival Bons Sons, erguido pela população local, com um ambiente familiar ao ponto de as casas estarem abertas do início ao fim, e com alguma da melhor música nacional, de Júlio Pereira aos Pop Dell'Arte, passando por Helder Moutinho, Budda Power Blues & Maria João, Dino D’Santiago, Três Tristes Tigres e Pedro Mafama, entre muitos outros.

Spiritualized
Photograph: Courtesy Juliette Larthe
Música, Festivais de música

Vodafone Paredes de Coura

icon-location-pin Paredes de Coura,
icon-calendar

Não há muitos festivais como o Vodafone Paredes de Coura. Sobretudo desta dimensão. O que começou por ser um pequeno festival junto à Praia Fluvial do Taboão, em 1993, é hoje um dos maiores eventos do género e uma instituição nacional. No entanto, o essencial não se perdeu. Continua a ser o mais belo dos festivais nacionais e um daqueles onde a música é o mais importante. Este ano vêm cá os New Order, Patti Smith, The National, Spiritualized, Father John Misty, Suede, Mitski, Car Seat Headrest e mais gente boa.

Publicidade
Capitão Fausto
©DR
Música, Festivais de música

O Sol da Caparica

icon-location-pin Parque Urbano, Grande Lisboa
icon-calendar

Desde a primeira edição, em 2014, que Sol da Caparica aposta em cartazes feitos (sobretudo) de música em português. E o alinhamento que este ano se perfila no Parque Urbano da Costa não é excepção. São quatro dias de animação, de quinta a domingo, a piscar o olho a famílias inteiras. Entre os nomes confirmados contam-se Anselmo Ralph, Linda Martini, Carlão, Luís Represas, Boss AC ou Capitão Fausto, entre muitos outros.

Anna Calvi
© Maisie Cousins
Música, Festivais de música

EDP Vilar de Mouros

icon-location-pin Vilar de Mouros,
icon-calendar

É o mais antigo festival de Verão português, ainda que tenha sido interrompido e cancelado em diversas fases. A edição deste ano volta a puxar pela nostalgia, trazendo a Portugal grupos como os Manic Street Preachers, Killing Joke, The Wedding Present, Skunk Annie, The Sisters of Mercy, The House of Love e Gang of Four. Mas o presente também se ouve aqui, pelas vozes e instrumentos de Anna Calvi ou Prophets of Rage, por exemplo.

Publicidade
oscar mulero
©David Mulina
Música, Festivais de música

Festival Forte

icon-location-pin Castelo de Montemor-O-Velho,
icon-calendar

No final dos 80s, inícios de 90s, o Castelo de Montemor-o-Velho recebeu algumas das primeiras raves portuguesas. Foi essa herança que a Soniculture quis recuperar em 2014, primeira edição do Festival Forte. E logo aí se viu que o lema estava alcançado. Como alguém disse uma vez num programa de talentos da televisão portuguesa, “está forte, está”. E embora a organização não a utilize oficialmente, quem já lá esteve sabe que a frase anda nas bocas dos festivaleiros. Este ano vão lá DJs e artistas como Luke Slater, Dave Clarke, Oscar Mulero, Christinne, Jonas Kopp, Lotus Eater ou The Empire Line, entre outros.

gentleman
©Pascal Buenning
Música, Festivais de música

Festival do Crato

icon-location-pin Campo 1º de Maio,
icon-calendar

Já podemos considerá-lo um histórico dos festivais portugueses, tendo tido a sua primeira edição em 1984. Entretanto a vida mudou, e aquilo que era um festival de vila, pequeno, para locais, abriu portas ao mundo, com um cartaz recheado de bandas portuguesas e até estrangeiras. Gavin James, Gentleman e Ivete Sangalo são alguns dos trunfos desta edição do Festival do Crato, que terá lugar entre 27 e 31 de Agosto.

Publicidade
Música, Festivais de música

LISB-ON

icon-location-pin Parque Eduardo VII, São Sebastião
icon-calendar

Os anos passam e o Lisb-On continua. Não desarma. Sempre com o intuito de dar mais e melhor aos seus jardineiros. Este ano, mais uma vez, a organização vai trazer a Lisboa uma enxurrada de bons nomes (mais ou menos) ligados ao universo da electrónica, como Carl Craig, Idjut Boys, Marcel Dettman, Masters at Work, Ten City, Horse Meat Disco ou Róisín Murphy, entre outros. Todos ao Parque Eduardo VII.

Mais música

Slayer
©Marc Hausler
Música

Concertos em Lisboa em Julho

É difícil falar em concertos em Lisboa durante o mês de Julho e não falar nos festivais de Verão. É lá que tocam os maiores e mais populares artistas: dos Vampire Weekend no NOS Alive, aos Kraftwerk no EDPCOOLJAZZ, passando pelos históricos Slayer no VOA ou Lana Del Rey no Super Bock Super Rock, entre muitos (tantos) outros. É difícil mas não é impossível, porque há vida e grandes concertos para além dos festivais: dos Muse no Passeio Marítimo de Algés a Rod Stewart e os Tool na Altice Arena.

Música

Concertos em Lisboa em Agosto

Entra Agosto e escasseiam os concertos em Lisboa. Mas nem tudo está perdido. Nunca está tudo perdido. Podemos sempre contar com festivais como o Jazz em Agosto, que em princípio vai decorrer entre os dias 1 e 11 de Agosto, e o Sol da Caparica, mas ainda não se sabe quem é que vai lá tocar este ano. E a uns quilómetros de Lisboa realiza-se mais uma edição do MEO Sudoeste. Anitta, Russ, Timmy Trumpet e 6blak são alguns dos nomes que já se conhecem do cartaz deste ano.

Publicidade
Música

Concertos em Lisboa em Setembro

Setembro é um mês muito peculiar. Por um lado, queimam-se os últimos cartuchos do Verão. Por outro, é a altura da rentrée, do regresso à rotina que é também o regresso dos concertos em Lisboa. Ao nível dos festivais, em princípio, vamos poder contar como o Lisb-On, a Festa do Avante! e o Santa Casa Alfama. Ainda não está nada garantido, mas são sempre nesta altura. Em termos de concertos, a única confirmação, por enquanto, é a vinda do cantor de jazz vocal canadiano Michael Bublé à Altice Arena.

More to explore

Publicidade