Notícias / Comida

Fauna & Flora: a Madragoa tem um novo espaço do pequeno-almoço ao brinner

fauna e flora
Fotografia: Arlindo Camacho

O conceito de pequenos e grandes almoços saudáveis em Lisboa já é mais do que conhecido. Mas quando pedimos a Joana Faria para descrever o novo Fauna & Flora, na Madragoa, a responsável explica que não é bem só isso. “Não somos um restaurante vegetariano: privilegiamos os legumes e a fruta mas temos pratos de carne e de peixe”, diz sobre o espaço que serve pequenos-almoços, almoços e brunches a la carte – e que ainda promove o brinner (essa grande tendência que é o pequeno-almoço ao jantar).

 

Tosta de pão saloio com abacate, picadinho de vaca e ovo escalfado
Fotografia: Arlindo Camacho

 

 

“Seguimos o conceito da honest food”, explica Joana, que abriu este espaço no fim de Novembro com a ajuda do primo, Ricardo Ribeiro, sócio do restaurante Terminal 4450 no Porto. “Não como carne há 18 anos e procuro sempre uma alimentação mais saudável”, continua, acrescentando que não é fundamentalista. Nem tudo é orgânico e biológico, admite, mas há uma preocupação com a confecção e com os ingredientes.

Das 10.00 às 18.00 há taças de iogurte com granola caseira e fruta da época (5€), de açaí com banana (6,50€) e smoothie bowls de frutos vermelhos ou detox (6,50€). As panquecas são as grandes estrelas na carta: altas e fofas, existem em várias versões a todas as horas do dia: das de aveia e banana com iogurte grego e compota caseira da época (6€) às de frutos vermelhos com doce de leite (6,5€), com manteiga de amendoim, banana, frutos secos torrados e chocolate quente (6,50€) ou de matcha com lemon curd (6,50€). Há também uma versão salgada, com bacon crocante, ovo estrelado, maple syrup e cebola caramelizada (6€).

 

Taça de açaí com banana
Fotografia: Arlindo Camacho

 

 

A carta, sazonal, continua com tostas em pão saloio ou em batata doce, com versão do it yourself também, dips de vegetais ou batatas com hummus de beterraba, baba ganoush ou guacamole.

Para refeições mais completas, e continuando na tendência das bowls, há destas taças recheadas com caril de frango com basmati e romã em base de folhas frescas (11€), com atum braseado com sésamo e quinoa (12€) ou uma bolonhesa crudívora com cogumelos marinados, noodles de courgete e cenoura (9,50€). A lista de sumos naturais, smoothies elaborados e cocktails com e sem álcool (das mais básicas mimosas, a 6€, ao moscow mule, 8€), ali a apelar ao brinner, também é extensa.

 

O balcão do espaço foi feito com portas antigas de casas lisboetas
Fotografia: Arlindo Camacho

 

 

 

 

A decoração do espaço segue a mesma ideologia, com muitas plantas penduradas no tecto e ao balcão, este feito com antigas portas de casas de Lisboa. “Antes era um restaurante muito escuro, este sítio era quase um bunker”, ri-se Joana, que passou os últimos quatro meses a partir, literalmente, pedra. Agora está tudo em tons cálidos, branco, e com mesas em madeira que também dão um belo fundo para a foto das redes.

Rua da Esperança, 33 (Madragoa). 96 164 5040. Ter-Sáb 10.00-20.00, Dom 10.00-17.00.

Mais restaurantes com opções saudáveis em Lisboa

Brunch em Lisboa todos os dias da semana

+ Os melhores restaurantes saudáveis em Lisboa 

Publicidade
Publicidade

Comentários

1 comments
Inês T tastemaker

Ora gostei bastante deste novo spot! O conceito de brunch do fauna e flora não é bem o meu conceito da coisa pois não tem um menu de brunch... cada um escolhe e come o que quer, pagando cada coisa separadamente. Percebi isso de antemão e por isso fui lá almoçar duas coisas que me saltaram à vista da lista... a tosta de avocat com ovo escalfado e o hamburger de picadinho de atum com chips de batata doce! Deliciosos e muito bem feitos e apresentados! E claro tive de terminar com as famosas panquecas guilty com frutos secos, banana, chocolate e manteiga de amendoim.. GOD... e sim, fazem uma pessoa sentir-se muito culpada por as ter comido! LOL

Os preços são bons e o espaço está giríssimo, muito luminoso e florido, e bastante amplo! O serviço é muito simpático também e eficiente. Único senão: não fazerem reserva mas parece haver alguma rotatividade de mesas o que facilita se o grupo for pequeno.