A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Honest Greens Amoreiras
Gabriell Vieira

Honest Greens já abriu nas Amoreiras com o menu sustentável e sazonal de sempre

O novo espaço não tem esplanada mas é, ainda assim, gigante. O menu não se altera e continuam a servir aqui pequenos-almoços, almoços e jantares.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Depois de atestada e comprovada a honestidade do que se come à mesa do Honest Greens, o restaurante sazonal, sustentável, biológico e saudável deu um salto do Parque das Nações para ganhar um irmão mais novo no centro de Lisboa, no Amoreiras Plaza. A segunda morada abre finalmente ao público esta quarta-feira, 14 de Outubro.

Em Espanha, onde o conceito nasceu pensado pelo chef francês Benjamin Bensoussan, é um caso de sucesso, com seis restaurantes de porta aberta, e por cá para lá caminha – sempre cheio, quer para almoços, jantares ou pequenos-almoços saudáveis. Chegou a Lisboa com a chancela Plateform (ex-Multifood), em Fevereiro, e não foi preciso muito tempo para perceber que o fenómeno era real e digno de ganhar uma segunda casa na capital. 

Honest Greens Amoreiras
Gabriell Vieira

“Com o sucesso do Parque das Nações, a zona das Amoreiras é um ponto geográfico fundamental para a marca. Na conjuntura que vivemos é um desafio e orgulho abrir um novo espaço. Sem dúvida que o conceito saudável e a preocupação com a origem dos produtos vieram para ficar e o Honest Greens é a representação de tudo isso”, afirma em comunicado Rui Sanches, CEO da Plateform.

O restaurante do Parque das Nações é gigante, mas o novo espaço das Amoreiras não lhe fica atrás. Tem grandes áreas para circular, as devidas distâncias de segurança e respectivas mesas estão todas assinaladas, só não tem mesmo uma esplanada, como o irmão mais velho. 

A nova localização não foge à decoração dos restantes espaços da família Honest Greens, que são verdadeiras selvas urbanas com muitas plantas naturais – que surgem do chão e pendem do tecto – e tons terra e neutros, com mobília em madeira para contrastar com as verduras.

Há uma zona junto ao balcão com uma mesa alta corrida e segue por aí fora com mesas individuais que se vão ajustando ao número de pessoas e grupos que entram no espaço com capacidade para de 228 lugares sentados (reduzida agora a 50%). Ao fundo, num nível inferior, há uma zona lounge com sofás e mais mesas de refeição – é um cantinho mais recatado e que dá acesso directo ao pátio do Amoreiras Plaza. 

Também aqui a cozinha é aberta, com todos os ingredientes frescos e vindos de produtores locais à vista na montra do balcão central, para os mais curiosos irem deitando o olho. Os pedidos funcionam da mesma maneira que nos outros, num regime pré-pagamento em que a escolha é feita ao balcão, agora com divisões em acrílico, para depois os pratos serem entregues à mesa. 

Honest Greens Amoreiras
DR

Logo à entrada há um outro balcão que serve de estação de sobremesas, mas é de lá também que saem os pequenos-almoços, aqui servidos todos os dias entre as 08.00 e as 11.30. Há tostas, iogurte natural fermentado e caseiro, açaí e as incontornáveis panquecas com aveia e spirulina e mergulhadas num sour cream feito à base de plantas e amoras e uma manteiga de amêndoa torrada. 

O restante menu mantém-se também inalterado em relação ao restaurante do Parque das Nações, podendo continuar a optar entre os market plates (7,90€), à base de proteína, acompanhados  por salada de espinafres com vinagrete de mostarda e pão artesanal (da Gleba) e os garden bowls, com base vegetariana (6,90€). Na primeira opção pode optar pelo falafel caseiro, o tataki de atum bonito, o frango no Josper ou a vitela de pasto grelhada. A isto pode acrescentar um dos molhos vegan feitos diariamente e guarnições (2,5€/cada), como a batata doce assada no forno, legumes da época ou melancia assada. Nos bowls, depois de escolher uma das opções de salada composta, pode acrescentar proteína, como o salmão, o falafel, o tofu biológico ou o frango grelhado.

Honest Greens Amoreiras
DRHonest Greens Amoreiras

Há sempre opções de partilha para começar a refeição como os “chupa chups” de milho doce na brasa ou o hummus (todas as semanas com um sabor diferente) com pão caseiro. Para adoçar o bico estão na carta sobremesas plant based e sem açúcares refinados como o cheesecake de matcha com maracujá, o duo de chocolate, um brownie de couve-flor ou uma tarte afrodisíaca com banana e chocolate (3,90€).

Para empurrar a comida, há sumos naturais prensados a frio, água purificada, chás, cerveja artesanal da Musa, kombucha de marca própria, e um menu vasto de café de especialidade.

Edifício Amoreiras Plaza, Rua Maria Ulrich 1, Loja 11/12 (Amoreiras). Seg-Dom 08.00-23.00.

Os melhores restaurantes que abriram em Lisboa durante as férias

+ Leia aqui a edição digital e gratuita da Time Out Portugal e descubra os melhores pratos italianos

Últimas notícias

    Publicidade