Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right IndieJúnior regressa em pleno Verão e ao ar livre pela primeira vez
IndieLisboa
A Selva de Betão, de Marie Urbánkova

IndieJúnior regressa em pleno Verão e ao ar livre pela primeira vez

O IndieJúnior está a preparar-se para levar o cinema até ao terraço do Capitólio. Mas há mais novidades para descobrir este ano.

Publicidade

A 17.ª edição do IndieLisboa, que este ano se realiza entre 25 de Agosto e 5 de Setembro, volta a integrar de forma paralela a programação do IndieJúnior. Desta vez, em pleno Verão e ao ar livre, vai haver projecções numa tela com vista para o céu e até uma festa na relva, com DJ set e pista de dança.

Além de sessões de cinema ao ar livre e na sala escura, há tardes em família e as habituais oficinas criativas. A programação promete vários momentos imperdíveis, a começar pela sessão especial de curtas-metragens "Tudo em Família" (Sáb 29, 15.30, Culturgest), que se prolonga tarde fora com uma festa gratuita e ao ar livre (16.30-19.00), no Jardim do Palácio da Galveias.

A Competição IndieJúnior começa também a 29 de Agosto, prolongando-se até 6 de Setembro. A primeira sessão de cinema (Sáb 29, 11.15, Cinema São Jorge) promete seis aventuras e brincadeiras, entre O Bacio do Hipopótamo, A Linha Vermelha e o Espectáculo no Jardim de Infância.

Ao todo, há mais de três dezenas de filmes em competição este ano, da Letónia (em Jacob, Mimmi e os Cães Falantes) à França (em A Minha Vida em Versalhes) ou à Grécia (em Onda de Calor), passando pelo Canadá (em Beleza) e a Escandinávia, onde será possível assistir à passagem de uma Aurora Boreal pelo céu (em No País da Aurora Boreal).

Mas há mais cinema para ver. Em Setembro, nos dias 4 e 5, pelas 21.00, o céu e as estrelas vão ser pano de fundo de uma sessão com oito curtas-metragens sobre diversas famílias, para pais e crianças a partir dos três anos. O palco será o terraço do Capitólio.

Além disso, as crianças vão ainda poder fazer um filme com os pais na oficina "Faz e Filma em Família". Ou aprender a desenhar lindas folhas de Outono e contribuir para A Folha, da realizadora Aliona Baranova, na oficina "Uma Folha de Cada Vez – Um Filme que se Fez!".

Destaca-se ainda o debate "Quando a identidade de género não coincide com o género que foi atribuído à nascença", que se focará na transição social na família e ambiente escolar de crianças não binárias, para todos os pais, filhos e professores, com o apoio da AMPLOS (Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual e Identidade de Género).

A programação completa pode ser consultada em PDF, no site do IndieLisboa. Os bilhetes custam 4,5€ (sessões de cinema) e 6€ (oficinas). Para famílias, há ainda um bilhete a 12€, válido para quatro pessoas nas sessões IndieJúnior. 

+ As melhores actividades ao ar livre em Lisboa

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade