Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Actividades ao ar livre em Lisboa

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

esplanada noobai
Fotografia: Manuel Manso

Actividades ao ar livre em Lisboa

Caminhar, pedalar ou esplanadar: são apenas algumas das melhores actividades ao ar livre em Lisboa

Por Francisca Dias Real e Raquel Dias da Silva
Publicidade

A preguiça fica dentro de casa – é uma ordem, ainda que com os cuidados que todos devemos ter numa saída à rua. O convite para aproveitar o melhor que a cidade tem para oferecer é nosso, só precisa de o aceitar e encarar a natureza como a premissa principal para estas actividades ao ar livre. Sim, até porque Lisboa não se faz só de museus, restaurantes ou lojas. A lista com sugestões de actividades ao ar livre não o vai deixar ficar curvado sobre si mesmo no sofá. Só precisa de saber conjugar os verbos caminhar, pedalar, descobrir ou esplanadar – depois fica com a agenda preenchida, em qualquer estação do ano.

Recomendado: Actividades ao ar livre para crianças em Lisboa

Actividades ao ar livre em Lisboa

1. Fazer piqueniques

Coisas para fazer Eventos alimentares

Se não é adepto de esplanadas, pode optar pelos espaços verdes e atirar-se a um lanchinho com a família ou entre amigos. Sabe onde piquenicar em Lisboa? É a forma ideal de fugir da cidade sem chegar a sair dela. É pegar na comida, meter na cesta e estender a toalha nesses relvados jardins fora. Há jardins com instalações à séria para esta prática, mas se for preguiçoso ou quiser uma coisa toda catita para encher a barriga e ficar bem na fotografia pode optar por estes sítios onde é possível ir buscar a papinha toda feita.

O Velho Eurico
O Velho Eurico
Mariana Valle Lima

2. Esplanadar ao comprido

Restaurantes

As esplanadas alfacinhas competem entre si em matéria de aglomeração (controlada, diga-se) de seres humanos com um copo à frente. Convenhamos, esta é uma das mais apetecíveis actividades para fazer ao ar livre, sobretudo se tivermos o Sol a brilhar no alto e o corpo a pedir por petiscadas e bebidas frescas. Há uma lista infindável de boas esplanadas em Lisboa (mais de 50, chega-lhe?), e outra que só lhe compila aquelas que são novidade, muitas delas fruto das necessidades de desconfinamento. E, para os mais bairristas, tem sempre os melhores quiosques para beber um copo ao fim do dia.

Publicidade
quinta das conchas, lumiar, parque, jardim,
quinta das conchas, lumiar, parque, jardim,
Fotografia: Duarte Drago

3. Descobrir os hectares mais verdes da cidade

Atracções Parques e jardins

Em Lisboa há parques para todos os gostos e nós escolhemos os melhores para brincar com os miúdos, ler um livro ou estender-se ao comprido, independentemente da altura do ano. Afinal todos os dias são bons para uma pausa nos parques e jardins de Lisboa. Do jardim da Estrela ao pulmão verde de Lisboa – falamos do Monsanto, pois claro –, espaços verdes não faltam na cidade. Com parques infantis, espaços para praticar desporto e correr ou simplesmente para se deixar estar. Se quiser ir mais longe, a um tirinho de Lisboa está Sintra, onde também lhe facilitamos o trabalho com uma listinha dos melhores parques e jardins por lá

praia
praia
Fotografia: Mariana Valle Lima

4. Ir a banhos aqui tão perto

Coisas para fazer

A do CDS, em Almada, a das Avencas, em Cascais, a do Algodio, na Ericeira, e a da Adraga, em Sintra, são apenas quatro das 39 praias da Área Metropolitana de Lisboa com águas balneares premiadas pela Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza. O galardão Qualidade de Ouro é atribuído todos os anos mediante a qualidade da água nas quatro últimas épocas balneares. Em 2020, há 386 praias com esta classificação. Aproveite esta lista e descubra dez praias perfeitas para ir a banhos perto de Lisboa, evitando sempre os ajuntamentos e cumprindo as regras, claro está. E dentro destas ainda pode escolher as que têm bandeira azul

Publicidade
castelo de São Jorge, S.Jorge, castelo,
castelo de São Jorge, S.Jorge, castelo,
Fotografia: Duarte Drago

5. Caminhar por Lisboa e arredores fora

Coisas para fazer

Todas as semanas pode seguir o nosso rasto no que diz respeito às passeatas que acontecem em Lisboa. Da travessia do Aqueduto das Águas Livres às hortas e jardins da cidade, sem esquecer os périplos pelos miradouros em noite de lua cheia. Tome as precauções necessárias, mantenha as distâncias recomendadas e siga a dar corda às pernas. 

Correr - Monsanto
Correr - Monsanto
©Arlindo Camacho

6. Ginasticar a céu aberto

Coisas para fazer

Equipamentos de fitness municipais (ainda que muito pouco aconselhados nestes tempos), paredões, espaços verdes amplos, enfim, uma variedade de locais onde pode compensar os excessos calóricos (essa quarentena foi bem gozada, não foi?) nestes ginásios ao ar livre em Lisboa, seja num treino solitário ou com uma grupeta de amigos. Isto para não falar naqueles grupos de treino aos quais se pode juntar ou até pedir a um PT que lhe corrija a postura, ora veja aqui como treinar ao ar livre em Lisboa. Para dar um corridinha, opte por esta lista dos melhores sítios para correr em Lisboa

Publicidade
miradouro do monte
miradouro do monte
©Arlindo Camacho

7. Guardar e instagramar as melhores vistas da cidade

Atracções Atracções turísticas

Lisboa tem 19 miradouros oficiais: todos com vistas espectaculares sobre os telhados da cidade, os monumentos mais imponentes, o Tejo, a Ponte 25 de Abril ou a outra margem. Mas há mais vistas para além das que a Câmara Municipal de Lisboa tem registadas: são de rooftops, terraços, bares e hotéis. Ter Lisboa aos seus pés, com ou sem copo na mão, é sempre um belo programa, não lhe parece? Então só tem de escolher um dos melhores miradouros em Lisboa. Se a decisão se revelar difícil, a maioria não vai a lado nenhum e espera por si num dia de sol para aquela chapa para as redes.

avenidas novas, ciclovia
avenidas novas, ciclovia
Fotografia: Manuel Manso

8. Pedalar ciclovias fora

Coisas para fazer

Pedalar pela cidade já entrou na rotina de muitos lisboetas, e usar a desculpa das colinas da cidade para deixar as duas rodas estacionadas em casa também já não cola. Muito menos vale a pena dizer que não sabe onde arranjar uma bicicleta – até porque nós ajudamos e apontamos o caminho para as melhores lojas de bicicletas em Lisboa. Seja sua a bicicleta ou partilhada saiba quais são as melhores ciclovias onde pode andar sem se espalhar nem correr riscos (Clique em Ler Mais), até porque é uma boa forma de evitar ser mais um nos ajuntamentos nos transportes públicos, que por esta altura podem ter horas de circulação mais críticas.

Publicidade
Mural 25 Abril André Carrilho
Mural 25 Abril André Carrilho
Mariana Valle Lima

9. Seguir este roteiro de arte urbana

Coisas para fazer

Vhils, Bordalo II, RAPS, Aka Corleone, ±MaisMenos±, Tamara Alves ou Mário Belém são alguns dos nomes mais sonantes neste roteiro de arte urbana em Lisboa. A eles juntam-se artistas de todo o mundo, que escolhem Lisboa para servir de tela aos mais variados estilos e mensagens. Se por um lado Lisboa está em guerra com taggers com pouco talento para a coisa – e que fazem questão de espalhar assinaturas por tudo quanto é sítio –, por outro a cidade é cada vez mais um museu a céu aberto de belíssimas obras de arte urbana. Embarque connosco num passeio alternativo pela cidade. 

gulbenkian
gulbenkian
©João Pimentel Ferreira/Gulbenkian

10. Entre a relva e a parede

Coisas para fazer

Museus com jardim: parecia um conceito que pouco importava antes de ficarmos em casa, sem acesso à rua, aos relvados, às paredes cheias de pinturas e esculturas. Agora que o desconfinamento obriga a certo e determinado equilíbrio (para bem da economia e da saúde mental), dizemos-lhe como pode dar uma mão à cultura e outra à natureza. Pode optar por uma passeata cultural, pôr-se a par das novas exposições que estão patentes, e depois ir arejar as ideias para o jardim anexo ao museu, seja para uma leitura demorada deitado na relva ou para um simples reconhecimento da fauna e flora do local. Está entre a relva e a parede, a escolha é sua. 

Publicidade
Santuário da Peninha
Santuário da Peninha
Fotografia: Ricardo Salvo

11. Sonhar a ver as estrelas

Coisas para fazer

Não há ninguém que não queira olhar para o céu quando ouve falar numa chuva de estrelas ou num eclipse, mas a beleza celestial está disponível o ano inteiro. Basta encontrar o sítio certo, usar binóculos ou telescópios ou, se é principiante, aproveitar o facto de as estrelas mais ténues desaparecerem para poder identificar melhor as principais constelações. A Atalaia, no Montijo, o Santuário da Peninha, em Sintra, ou –um pouco mais longe – o Cabo Espichel, a cerca de uma hora de Lisboa, são três boas sugestões para quem passa o tempo todo com a cabeça na lua.

Calçada Portuguesa
Calçada Portuguesa
©Helena Soares

12. Destapar os segredos da calçada

Coisas para fazer Caminhadas e passeios

Cuidado onde põe os pés! É que pode estar a pisar uma flor, um barquinho, um relógio, uma estrela ou um trevo de quatro folhas. Chamam-se assinaturas a pequenos desenhos que não fazem parte do padrão oficial da calçada. São desenhos executados geralmente com grande rigor e numa escala mínima, e só existem por uma razão: o calceteiro decidiu fazê-los. São ilegais e anónimos, só os colegas de profissão sabem identificar quem os fez, seja pela técnica ou pelos temas. Como uma espécie de graffiti na pedra. Mostramos alguns destes segredos e avisamos: depois de ver o primeiro, vai começar a andar de olhos pregados no chão e a descobrir muitos mais. É viciante. Ora espreite a galeria.

Mais que fazer em Lisboa

Gulbenkian
©Ricardo Oliveira Alves/Gulbenkian

Exposições em Lisboa para visitar este fim-de-semana

Arte

Temos mais de dez exposições para provar que está bem enganado. Queremos ajudar a tornar os próximos dias mais culturais, sozinho ou com a família toda atrelada. Com tantos museus e galerias na cidade, é impossível não ter o que ver. Não queremos que se perca e por isso dizemos-lhe quais as exposições a que deve prestar atenção em Lisboa.

MAAT
Fotografia: Arlindo Camacho

Guia para não pagar entrada nos museus em Lisboa

Museus

Há museus completamente gratuitos em Lisboa, e já os listámos aqui, depois há outros que não dão o braço a torcer e onde vai ter sempre de se chegar à frente e abrir a carteira. Mas ainda há um meio termo, aqueles que dão tréguas em pelo menos um dos dias da semana ou do mês, para que possa entrar sem gastar dinheiro.

Publicidade
Terreiro do paço
Fotografia: Arlindo Camacho

As melhores atracções em Lisboa

Coisas para fazer

Nota prévia: esta é uma lista que tem tudo para crescer em tamanho, não fosse Lisboa uma das melhores cidades do mundo e arredores. Não encare portanto estas paragens como um guia definitivo mas antes como um aperitivo para todas aquelas propostas que ficaram de fora (por agora) deste nosso menu. Opte por calçado confortável e venha daí.  

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade