52 atracções em Lisboa

Monumentos obrigatórios e sugestões menos consensuais. Da Torre de Belém à arte urbana, da Brasileira à Vida Portuguesa, listamos 52 atracções de Lisboa, perfeitas para forasteiros e para locais

Fotografia: Arlindo Camacho

Nota prévia: esta é uma lista que tem tudo para crescer em tamanho, não fosse Lisboa uma das melhores cidades do mundo e arredores. Não encare portanto estas paragens como um guia definitivo mas antes como um aperitivo para todas aquelas propostas que ficaram de fora (por agora) deste nosso menu. Opte por calçado confortável e venha daí.  

Atracções em Lisboa

Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

Nada melhor que começar o trajecto com um pouco de história sobre Lisboa. Este antigo palácio e antigo Museu da Cidade de veraneio é o núcleo-sede dos cinco núcleos do novo museu (Palácio Pimenta, Teatro Romano, Santo António, Torreão Poente e Casa dos Bicos) criados em 2015. A exposição permamente mostra a evolução de Lisboa, desde a pré-história até ao início do séc. XX, enquanto que os Pavilhões Preto e Branco, localizados no jardim, funcionam como área de exposições temporárias.

Conheça outros palácios em Lisboa para comer, dormir e aprender.

Ler mais
Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

Torre de Belém

Uma lista de atracções em Lisboa sem esta referência seria como privar o Natal do bolo-rei. Considerado um dos monumentos mais expressivos da cidade, a Torre de Belém começou por ser uma estrutura de defesa da barra do Tejo e hoje é um ícone da arquitectura do reinado de D. Manuel I. Classificada em 1983, como Património Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), foi eleita em 2007, uma das Sete Maravilhas de Portugal.

Comprar bilhetes Ler mais
Belém
Publicidade

Museu Nacional do Azulejo

O azulejo é a prova física do sentido prático dos portugueses que escolheram este material convencionalmente pobre para decorar espaços interiores e edifícios. Mas falar de azulejo é muito mais do que aludir à forma como nos facilita a vida em matéria de limpezas. No Museu, instalado no Convento da Madre de Deus, estão representados alguns dos mais significativos exemplares da azulejaria nacional, do século XV até aos nossos dias.

Comprar bilhetes Ler mais
Beato

Loja das Meias

120 anos depois de abrir pela primeira vez no Rossio, a Loja das Meias chegou à avenida mais chique da cidade, com dois nomes de peso em destaque no primeiro piso: Dior e Céline. Mas há muito mais – Moschino, Pucci, Marc Jacobs, Lanvin e Ferragamo são apenas alguns exemplos. Esta é uma boa desculpa para circular cheio de sacos, ou apenas de boa vontade, entre o Marquês de Pombal e os Restauradores.

Descubra mais algumas lojas obrigatórias na Avenida da Liberdade. 

Ler mais
Avenida da Liberdade
Publicidade

Igreja de São Roque

Os estilos maneirista e barroco dominam a igreja de São Roque, um dos raros edifícios em Lisboa a sobreviver ao Terramoto de 1755, quase sem sofrer um arranhão. De tal forma que tanto a igreja como a residência auxiliar foram cedidas à Santa Casa da Misericórdia, para substituir os seus edifícios e igreja destruídos no sismo. O vínculo mantém-se até hoje, com a igreja a centralizar as atenções de turistas e não só. Afinal, falamos de uma das mais belas da cidade, mandada edificar no final do século XVI, em colaboração com Afonso Álvares e Bartolomeu Álvares.

Ler mais
Chiado

Estádio do Sport Lisboa e Benfica

Clubites à parte, desde que o novo estádio das Águias abriu portas, em 2003, já recebeu mais de 10 milhões de visitas, pelo menos a avaliar pelas contas da casa. Pode planear a sua visita para coincidir com um dia de jogo e levar a experiência ao limite, comprando até um cachecol a dizer #aculpaédobenfica. Caso o seu coração não aguente tamanha emoção, opte por uma passeata quando a equipa jogar, com direito a visita ao Museu Cosme Damião e breve momento de reflexão junto à estátua de Eusébio, aka The King.

Aqui tem outras estátuas em Lisboa.

Reservar agora Ler mais
Sete Rios/Praça de Espanha
Publicidade

Basílica da Estrela

A construção do edifício começou em finais do século XVIII, na sequência de um voto de D. Maria I no dia do seu casamento: se tivesse um filho varão com D. Pedro, construiria uma convento para freiras carmelitas dedicado ao Coração de Jesus, o primeiro templo do mundo com esta devoção. A rainha está sepultada na Basílica da Estrela, sendo a única monarca da dinastia de Bragança cujo túmulo não se encontra na Igreja de São Vicente de Fora.

Comprar bilhetes Ler mais
Estrela/Lapa/Santos

Café A Brasileira

A Brasileira tornou-se um sítio de passagem e ponto de encontro, com a estátua de Lagoa Henriques a provocar selfies de turistas ao colo de Fernando Pessoa. Mas ainda por ali paira alguma da mística do lugar, palco de tertúlias intelectuais da geração de Orpheu, a justificar uma reconciliação. Isto para não falar de ser obrigatório carimbar no passaporte de todos os lisboetas com um café ao balcão, vindo do lote da casa.

A Brasileira faz parte do roteiro perfeito para conhecer melhor Almada Negreiros.

Ler mais
Chiado
Publicidade

Manteigaria Silva

Além de uma cortadora de presunto, datada de 1923, aqui encontra um pouco de tudo do melhor que há, do bacalhau aos queijos e presunto. Este espaço tornou-se Manteigaria Silva em 1956, mas começou por ser o matadouro que abastecia a Praça da Figueira. E histórias há muitas, como a restrição à compra do bacalhau após o 25 de Abril. Numa notícia do jornal O Dia, de 1977, aparece um dos funcionários a vender bacalhau com um polícia ao lado.

Ler mais
Santa Maria Maior

Padrão dos Descobrimentos

Quem é a figura magestosa em destaque? É o Infante D. Henrique, homenageado nesta obra de Cottinelli Telmo, com esculturas de Leopoldo de Almeida. O monumento original foi erguido em 1940 por ocasião da Exposição do Mundo Português para homenagear as figuras históricas envolvidas nos Descobrimentos portugueses. O betão e a pedra da réplica actual, inaugurada em 1960, garatem a longevidade deste emblema alfacinha.

O Padrão dos Descobrimentos é um dos melhores miradouros em Lisboa

Comprar bilhetes Ler mais
Belém
Publicidade
Mostrar mais

Turista em Lisboa

Os souvenirs mais bizarros de Lisboa

Há, neste momento, mais ímanes de frigorífico do que pessoas a viver na Baixa. A quantidade de lojas de souvenirs rivaliza com o número de Padarias Portuguesas e, estando no centro de Lisboa, nunca ficamos a menos de 100 metros de distância de um postal em cortiça com a história do Galo de Barcelos em francês. Esta semana fomos às compras e fizemos um best of com o pior que encontrámos. Uma antologia de mau gosto com todos os recuerdos que preferíamos esquecer.

Ler mais
Por Luís Leal Miranda
Publicidade

Os melhores museus em Lisboa: 20 que tem mesmo de visitar

Alguns museus ainda funcionam como a arrecadação lá de casa: servem para amontoar tralha. Mas as coisas estão a mudar, a começar pelo impressionante Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia e a acabar na proposta do Governo de fixar a entrada gratuita para quem tem menos de 30 anos de idade. Deixamo-lo com uma visita guiada aos melhores museus em Lisboa, dando razões para redescobrir os clássicos e ideias para explorar colecções surpreendentes.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

10 curiosidades sobre Lisboa que sempre quis saber mas teve vergonha de perguntar

Aqui na Time Out gostamos de sugerir pratos e restaurantes mas não somos os melhores do mundo a alimentar as dúvidas. Aliás, se dependesse de nós andava toda a gente com a curiosidade saciada. Há, no entanto, aquelas questões que nos assombram quando vamos no trânsito, aquele ponto de interrogação que paira sobre nós à saída do duche. Se anda com uma pulga atrás da orelha com alguma questão sobre Lisboa, talvez a consiga catar por aqui. Ora vejamos.

Ler mais
Por Luís Leal Miranda
Publicidade

Comentários

0 comments