Já pode ver tubarões-de-port-jackson no Oceanário de Lisboa

É a primeira vez na história que nascem tubarões desta espécie em todo o mundo. E agora pode vê-los no Oceanário de Lisboa

© Pedro A. Pina/Oceanário

São alfacinhas e nasceram no Oceanário de Lisboa entre 2013 e 2015. Quatro machos e uma fêmea de tubarão-de-port-jackson (Heterodontus portusjacksoni) vivem agora no aquário dos Peixes do Sul da Austrália, convivendo agora com outras espécies que partilham o mesmo habitat natural, além da originalidade do nome, como o peixe-bobo-de-faixa-negra, a zebra-de-armadura, o riscadinho e a viola-de-faixas.

O que deve saber sobre os tubarões-de-port-jackson

1

São adeptos da mariscada, alimentando-se de peixes, camarões e lulas. Sempre durante a noite.

2

Gostam de passar o dia deitados em fundos arenosos.

Publicidade
3

As fêmeas põem cerca de doze ovos e enroscam-nos, com a boca, em buracos e fendas para os proteger.

4

Nascem com 20 centímetros e vivem os primeiros dez anos em águas pouco profundas.

Publicidade
5

Machos e fêmeas só se juntam uma vez por ano e não é para falar sobre o tempo.

Publicidade
7

O tamanho médio desta espécie é 165 cm, da ponta do “focinho” à barbatana caudal.

Animais em Lisboa

Estas creches são para miúdos de quatro patas

Está a ver o infantário dos seus filhos? Onde os deixa todas as manhãs antes de ir trabalhar, para que educadores tomem conta deles e ralhem sempre que se portam mal? Agora imagine um sítio a funcionar da mesma forma – mas para cães. Dava jeito, não era? Boa notícia: já existe. Em Lisboa, dois espaços acolhem os seus familiares de quatro patas durante o dia. 

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Há um guia da felicidade para amigos de quatro patas

Há cada vez mais serviços que contribuem para a qualidade de vida de animais domésticos e respectivos donos. O livro A Cidade a 4 Patas, Guia para Cães e Gatos Felizes cheirou tudo entre a Grande Lisboa e a Margem Sul. Hotéis para cães, serviços de petsitting, veterinários, escolas de treino, grupos de cãominhadas, banhos e tosquias ou mesmo serviços fúnebres. Tudo foi testado pelos especialistas patudos (caninos e felinos) Arigato, Django, Leslie, Ninja Simone, Slash, Silvestre, Lava e Mina que, segundo o editorial do livro, "deram o pelo ao manifesto".

Ler mais
Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Entrevista à nova Provedora dos Animais de Lisboa: “Todos os animais são de estimação”

Passou três meses a escolher um carro para ter a certeza que não tinha peles. A caminho de se tornar vegan, deixou finalmente de comer peixe quando se tornou provedora. Jurista, aos 38 anos tornou-se a terceira Provedora dos Animais de Lisboa, mas a primeira a exercer o cargo a tempo inteiro e remunerado. Fique a conhecer Marisa Quaresma dos Reis, com quem falámos na Casa dos Animais de Lisboa.

Ler mais
Por Renata Lima Lobo

Comentários

0 comments