A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
tubarão portugues jackson
© Pedro A. Pina/Oceanário

Já pode ver tubarões-de-port-jackson no Oceanário de Lisboa

É a primeira vez na história que nascem tubarões desta espécie em todo o mundo. E agora pode vê-los no Oceanário de Lisboa

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

São alfacinhas e nasceram no Oceanário de Lisboa entre 2013 e 2015. Quatro machos e uma fêmea de tubarão-de-port-jackson (Heterodontus portusjacksoni) vivem agora no aquário dos Peixes do Sul da Austrália, convivendo agora com outras espécies que partilham o mesmo habitat natural, além da originalidade do nome, como o peixe-bobo-de-faixa-negra, a zebra-de-armadura, o riscadinho e a viola-de-faixas.

O que deve saber sobre os tubarões-de-port-jackson

1. 

São adeptos da mariscada, alimentando-se de peixes, camarões e lulas. Sempre durante a noite.

2. 

Gostam de passar o dia deitados em fundos arenosos.

Publicidade

3. 

As fêmeas põem cerca de doze ovos e enroscam-nos, com a boca, em buracos e fendas para os proteger.

4. 

Nascem com 20 centímetros e vivem os primeiros dez anos em águas pouco profundas.

Publicidade

5. 

Machos e fêmeas só se juntam uma vez por ano e não é para falar sobre o tempo.

Publicidade

7. 

O tamanho médio desta espécie é 165 cm, da ponta do “focinho” à barbatana caudal.

Animais em Lisboa

  • Coisas para fazer

Nem todos têm espaço em casa para atirar a bola um bocado mais além da mesa da sala de jantar. Mas Lisboa está bem servida de espaços verdes e em alguns começam a nascer pequenos núcleos totalmente dedicados aos nossos melhores amigos, que agora podem ser um bocadinho mais felizes na cidade. Equipamentos para treino, água para saciar a sede e até casas de banho para cães. Descubra (ou relembre) estes parques caninos em Lisboa onde pode levar o seu animal de estimação e delicie-se a vê-lo fazer novos amigos.

  • Coisas para fazer

Há cada vez mais espaços que aceitam a entrada dos nossos amigos peludos, mas nem sempre podemos andar com eles atrelados. Está a ver o infantário dos seus filhos, onde os deixa todas as manhãs antes de ir trabalhar, para que educadores tomem conta deles e ralhem sempre que se portam mal? Agora imagine um sítio a funcionar da mesma forma – mas para cães. Dá jeito, não dá? A boa notícia é que já existem algumas creches para cães em Lisboa e arredores. São vários os espaços que acolhem os seus familiares de quatro patas durante o dia e nós dizemos-lhe quais. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade