Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Jardim Zoológico de Lisboa ajuda koalas ameaçados pelos incêndios na Austrália
koala, zoo de lisboa
©DR

Jardim Zoológico de Lisboa ajuda koalas ameaçados pelos incêndios na Austrália

Publicidade

Desde Setembro do ano passado que os incêndios não dão tréguas à população humana e animal da Austrália. O Jardim Zoológico de Lisboa também dá o contributo e convida-o a fazer o mesmo através de mealheiros espalhados no parque.

Hoje finalmente chove na Austrália. Mas a luta contra a devastação dos incêndios continua. Foram centenas de milhares as pessoas que tiveram de abandonar as suas casas. 30 morreram e o número das vítimas animais é cada vez mais expressivo, rondando já os mil milhões.

O Jardim Zoológico de Lisboa, através do seu Fundo de Conservação, vai contribuir para o resgate e recuperação da flora e fauna australiana em parceria com o Zoo de San Diego, que lançou o desafio de angariação de fundos para o Serviço Nacional de Parques e Vida Selvagem (NPWS), em prol da captura de animais em perigo, a sua alimentação, transporte e posterior libertação, assim que as condições de segurança sejam restabelecidas.

Segundo o comunicado do zoo alfacinha, “os incêndios no norte de Nova Gales do Sul, no Parque Nacional de Blue Mountains, uma área classificada como Património Mundial, e no Parque Nacional de Wollemi, traduzem-se em perdas incalculáveis de vida selvagem”. Desde 1991, que o Jardim Zoológico participa num programa de conservação de koalas em colaboração com a Sociedade Zoológica de San Diego, estando em contacto com biólogos de campo que vão dando conta da catástrofe e alertando para as necessidades mais urgentes para o resgate dos animais em perigo.

No Parque Nacional de Blue Mountains, onde vive uma das mais importantes populações de koalas, uma equipa de investigadores, em conjunto com o Serviço Nacional de Parques e Vida Selvagem (NPWS), organizou uma missão de resgate, onde vários batedores se anteciparam ao rumo dos incêndios. Foram salvos os koalas por uma equipa de escalada, graças a colares com transmissores colocados no âmbito do programa de conservação. Os animais resgatados até agora estão em segurança no Zoo de Taronga que os reintroduzirá no seu habitat assim que possível.

Agora é preciso fundos para mais acções de resgate do NPWS, bem como para alimentação, transporte e posterior libertação que terá de ser monitorizada devido às alterações dos habitats. Através do seu Fundo de Conservação o Jardim Zoológico vai contribuir para o resgate e até Março os visitantes poderão fazer o mesmo dentro do parque, onde estão instalados mealheiros para esse efeito. O dinheiro recolhido reverte na íntegra para esta missão.

+ Festivais de música portugueses juntam-se pelo ambiente

+ A FIL volta a ser o espaço mais pet friendly da cidade

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade