A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Jorge Palma
© DRJorge Palma

Jorge Palma vai revisitar toda a discografia em seis concertos

As comemorações dos 50 anos de carreira arrancam a 25 de Setembro, no Palácio Baldaya, passam pelo Teatro Tivoli BBVA, e terminam no Capitólio, a 19 de Novembro.

Escrito por
Luís Filipe Rodrigues
Publicidade

Jorge Palma lançou o primeiro single há 50 anos. José Niza produziu, a Orfeu editou, e Jorge Palma cantou e tocou um par de canções: The Nine Billion Names Of God no lado a com um título descaradamente roubado a Arthur C. Clarke  e Come, Morpheus no lado b. Para assinalar a data, vai revisitar todos os momentos da sua carreira ao longo de meia dúzia de concertos em Lisboa.

O primeiro espectáculo, marcado para 25 de Setembro nos Jardins do Palácio Baldaya, em Benfica, vai centrar-se exclusivamente em , disco de 1991 onde imortalizou algumas das suas mais amadas canções num registo cru e despojado  só a sua voz e as teclas do piano.

Seguem-se quatro datas no Teatro Tivoli BBVA, onde vai tocar as canções dos seus 12 álbuns de inéditos e outro material espalhado por singles e EPs. Começa a 7 de Outubro, centrado em Com Uma Viagem na Palma da Mão (1975), 'Té Já (1977) e Qualquer Coisa Pá Música (1979).

Depois de uma pausa, no dia 26, vai recordar Acto Contínuo (1982), Asas e Penas (1984) e Lado Errado da Noite (1985). Nem uma semana depois, a 1 de Novembro, atira-se a Quarto Minguante (1986), Bairro do Amor (1989) e É Proibido Fumar (2001). Por fim, a 8, é a vez de Norte (2004), Voo Nocturno (2007) e Com Todo o Respeito (2011).

A maratona de concertos termina a 19 de Novembro, com a reunião do Palma’s Gang no Cineteatro Capitólio. Acompanhado por Alex, Flak e Kalú, o cantautor vai injectar (mais) rock nas suas canções.

Os bilhetes já estão à venda online e nos locais habituais e vão dos 18€ aos 35€. Para quem não quiser perder um único momento das comemorações, há um Passe Geral Antologia à venda por 135€, que além de garantir o acesso a todos os espectáculos oferece um tote bag e uma t-shirt.

+ O MIL e músicos de todo o mundo voltam ao Cais do Sodré este ano

+ Panda Bear e Sonic Boom estreiam álbum colaborativo em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade