A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
O Prisioneiro do Passado
DRO Prisioneiro do Passado

Junho é mês de film noir na Cinemateca Portuguesa

O ciclo “Revisitar os Grandes Géneros: Film Noir/No Coração do Noir”, centrado no noir americano, prolonga-se ao longo de todo o mês na Cinemateca.

Por Eurico de Barros
Publicidade

É com O Prisioneiro do Passado, de Delmer Daves (1947), interpretado por Humphrey Bogart e Lauren Bacall, que abre esta terça-feira, dia 1 de Junho, às 15.30, na Cinemateca, o ciclo Revisitar os Grandes Géneros: Film Noir/No Coração do Noir, e que se vai prolongar ao longo de todo o mês, encerrando no dia 30 com A Sede do Mal, de e com Orson Welles (1958), às 20.00.

Este ciclo é centrado exclusivamente no noir americano. Num segundo tempo, a apresentar mais tarde, a Cinemateca exibirá filmes do género de outras cinematografias, em especial a francesa, a britânica e a japonesa. Em Junho veremos 30 títulos rodados em Hollywood entre 1940 e 1959, uns mais conhecidos, outros menos vistos.

Entre as obras a exibir estão Laura, de Otto Preminger; Sou Eu o Criminoso, de Stuart Heisler; Relíquia Macabra, de John Huston; Mentira, de Alfred Hitchcock; Enigma, de Edward Dmytryk; A Mulher Desconhecida, de Robert Siodmak; Arrojada Aventura, de Ida Lupino; Matar ou Não Matar, de Nicholas Ray; Uma Aventura na Noite, de Joseph Mankiewicz; Fúria Sanguinária, de Raoul Walsh; O Mistério da Casa de Bambu, de Samuel Fuller; O Louco do Volante, de Richard Quine; Homens no Escuro, de Robert Wise; ou Moeda Falsa, de Anthony Mann. O programa completo encontra-se aqui.

+ Sete clássicos do cinema noir para ver gratuitamente

+ Cinemateca vai digitalizar dez mil minutos de filmes relacionados com o mar

Últimas notícias

    Publicidade