A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Jardins Abertos
Fotografia: Yago Barbosa/Jardins Abertos.

Lisboa abre novamente os jardins mais bonitos da cidade

Programação do Festival Jardins Abertos inclui visitas a jardins públicos e privados, percursos guiados, exposições, conversas e oficinas para toda a família.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

A Primavera, alheia ao estado do mundo, decidiu mais uma vez presentear-nos com o seu teatro da floração. Aproveitando a deixa, o Festival Jardins Abertos, que já haviam anunciado uma edição com formato híbrido, regressam com uma programação bem cheia e duas novidade: dois jardins secretos cuja inscrição para visitas abrirá até em datas aleatórias (não há cá fugas de informação, segredo é segredo). Esta edição acontece ao longo de dois fins-de-semana, 22 e 23 e 29 e 30 de Maio. 

Além das populares visitas livres ou acompanhadas a jardins públicos e privados, haverá também  percursos guiados, exposições, conversas e oficinas para toda a família. Entre os destaques da programação, já disponível no site do festival, destacam-se dois jardins inéditos: o Jardim da Procuradoria Geral da República e o Claustro do Convento de Chelas. 

Conte ainda com outros jardins não só privados como secretos. Localizados no centro de Lisboa, vão ser abertos para visitas guiadas pela mão dos proprietários. “Misteriosas e envoltas em secretismo, as inscrições vão abrir numa data aleatória, a ser anunciadas nas redes sociais do festival”, lê-se em comunicado. “O ponto de encontro será partilhado com os participantes no e-mail de confirmação.”

Em formato virtual, destaca-se, por exemplo, uma oficina de cosmética biológica da Organii (22 de Maio, 19.00), que convida a discutir ideias e práticas e aprender a produzir um bálsamo com produtos naturais, que promete ajudar a aliviar a expectoração e a obstrução nasal. Mas também haverá visitas online a jardins, como ao Jardim da Residência da Embaixadora de Espanha em Portugal (29 de Maio, 20.00).

Após o sucesso da edição de 2020, a iniciativa Varandas Verdes também volta para transformar fachadas de prédios em verdadeiros jardins. A open call está aberta até 11 de Maio, para comunidades de vizinhos que partilhem entre si o interesse pela jardinagem e queiram florir as suas varandas de forma totalmente gratuita, graças ao apoio da Planta Livre.

Desde 2017 que este evento, organizado em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e o alto patrocínio do Presidente da República, promove não só visitas a jardins únicos da cidade como várias actividades de jardinagem, sustentabilidade e consciencialização ambiental. O projecto, que pretende estimular a relação positiva com a natureza em contexto urbano, começou timidamente, com um percurso guiado e apenas 80 participantes, mas cresceu de tal maneira que, só no último ano, contou com mais de 200 mil visitantes.

+ Os melhores parques e jardins em Lisboa

+ Leia já, grátis, a edição digital da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade