Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Lisboa tem oito restaurantes e um bar nos melhores do mundo
Notícias / Bebida

Lisboa tem oito restaurantes e um bar nos melhores do mundo

red frog
©Francisco Santos Red Frog

Todos os anos, a TheWorld's 50 Best elabora um ranking com os 50 melhores bares e restaurantes do mundo. E acrescenta mais 50 que não estão na lista, mas merecem a visita – é aqui que está a grande parte dos espaços lisboetas. 

A cada ano que passa, a gastronomia portuguesa soma novas distinções. O Alma de Henrique Sá Pessoa, o Prado de António Galapito, O Feitoria de João Rodrigues, o clássico Ramiro, O Cantinho e o Bairro do Avillez e o 100 Maneiras de Lujbomir Stanisic integram a lista de 50 melhores descobertas de 2019, elaborada pela renomeada “The World’s 50 Best”. Também o Red Frog, bar de Emanuel Minez e Paulo Gomes, instalado na Rua do Salitre, foi nomeado na categoria de bares.

Estas listas pretendem dar reconhecimento aos melhores bares e restaurantes que obtiveram uma boa classificação nos prémios, mas que não chegaram aos primeiros 50 lugares do ranking.

O restaurante de Sá Pessoa, no Chiado, recebeu a segunda estrela Michelin em 2018. Já João Rodrigues, também estrelado, vê o seu Feitoria, em Belém, ganhar uma nova distinção. O Prado de António Galapito abriu no final de 2017 e rapidamente alcançou o estatuto de um dos melhores restaurantes da cidade. Lujbomir Stanisic, com o seu novo 100 Maneiras, continua a ser um símbolo de irreverência e sabedoria na gastronomia portuguesa. Os dois restaurantes de José Avillez complementam assim o roteiro pelos espaços do chef português cujo restaurante mais conhecido, o Belcanto, ocupa o 42.º lugar na lista dos melhores restaurantes do mundo.

Os prémios distinguiram ainda o Ceia, que esteve a cargo de Pedro Pena Bastos, mas que agora está fechado. O chef saiu no final do ano passado e o restaurante está agora de portas fechadas.

Inaugurado há quase cinco anos, em 2017, o Red Frog já havia integrado a lista dos melhores 100 bares do mundo. O espaço inspirado nos bares speakeasy dos Estados Unidos tem feito um trabalho direccionado para a internacionalização, trazendo os melhores bartenders do mundo e participando em eventos de mixologia a nível global.

Em 2019, Paulo Gomes e Emanuel Minez abriram o Monkey Mash, dando uma nova vida ao icónico Fontória, na Praça da Alegria. Da decoração antiga, apenas os espelhos ficaram. O novo bar tem um ambiente mais descontraído, mas com a preocupação de continuar a servir bons cocktails. 

+Os restaurantes mais bonitos em Lisboa

+ Os bares mais bonitos da cidade

Publicidade
Publicidade