A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lisbon Art Retreat
LAR

Lisbon Art Retreat: retiros que unem a arte ao bem-estar com yoga e workshops criativos

Este LAR também é doce mas fica fora de casa. O próximo retiro acontece a 7 de Novembro.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Lar doce lar. Esta história podia começar assim, mas este LAR é outro. Tem o conforto e o aconchego de qualquer casa, mas o Lisbon Art Retreat (LAR) é mais do que isso. É uma pausa no ritmo alucinante da vida citadina para retiros de um ou mais dias em que o yoga e a meditação casam com workshops criativos e comida saudável.

A palavra “retiro” está conotada a recolhimento espiritual, o que leva muito boa gente a descartar a ideia à partida. Mas Jule Kurbjeweit, mentora deste projecto, quer fazer diferente. “Decidi chamar-lhe Lisbon Art Retreat porque em inglês a palavra é mais flexível, não é tão espiritual, tem mais que ver com um momento de calma e de bem-estar. As pessoas precisam de parar um bocadinho”, explica a alemã. Jule formou-se em gestão cultural, mas o yoga acabou por ocupar um lugar especial no seu coração e nos seus dias. Foi da união destas duas faces da moeda que Jule fez nascer o Lisbon Art Retreat, que funciona como um programa que alia o bem-estar à arte e criatividade. 

Lisbon Art Retreat
Diana Quintela

“Mais do que nunca, pela situação que estamos a passar, é importante e até terapêutico fazermos actividades criativas deste género”, refere. “Observámos que durante a quarentena, quando as pessoas tinham mais tempo, começaram a dedicar-se a actividades mais manuais porque eram momentos de pausa. É isso que queremos fazer aqui.” 

Estes retiros podem ser de apenas um dia – desenhados para as pessoas que não conseguem reservar mais tempo para uma actividade destas – ou de vários. Os retiros deverão decorrer em diferentes espaços da cidade, sobretudo quando chegar a Primavera, mas para já estão a acontecer na Ulisseia, um coliving em Marvila. 

“Estamos sempre em stress máximo, fazemos tantas coisas ao mesmo tempo, que acabamos por não pensar em nada de jeito, em não fazer nada de jeito porque não temos foco, e gera ali uma ansiedade”, afirma Jule. “O que eu quero mostrar às pessoas é que se se conseguirem focar por momentos isso torna-se numa actividade relaxante. Quero que desçam à terra e estejam presentes no momento, mas com actividades muito práticas.” 

Em todos os retiros haverá uma actividade manual, para pôr literalmente as mãos na massa. “Usamos as mãos agora só para estarmos no telefone ou no computador, as pessoas esqueceram que podem usar o corpo para criar coisas”, diz. “É importante para a nossa mente termos uma ligação próxima com o corpo – e essa ligação perdeu-se. No momento em que treinamos o corpo, treinamos a mente, são espelhos um do outro.” 

Lisbon Art Retreat
Lisbon Art Retreat

O primeiro retiro acontece já a 7 de Novembro, entre as 10.00 e as 18.00, e começa com uma sessão de yoga e meditação, seguida de um snack e, a seguir, um workshop de tingimento natural de tecidos. Depois do almoço, Jule levará o grupo numa visita a uma galeria em Marvila e ao Vertigo, para uma sessão de escalada indoor (este é opcional). Depois, os participantes voltam a sentar-se à mesa para a segunda sessão de tingimento, que marca o fim do retiro (75€). 

Em cada programa, Jule faz questão que tudo esteja alinhado pelos princípios de uma vida saudável – e a comida é um dos detalhes que não passa ao lado. Em cada actividade, o LAR terá momentos dedicados à alimentação, pensados por uma nutricionista, em que toda a informação nutricional e as escolhas plant-based são postas em pratos limpos, antes e depois da refeição. “A comida é uma parte importante do projecto, quero criar um evento saudável”, explica. “Quero inspirar as pessoas, não quero que comam aqui e esqueçam. O objectivo é levarem ideias e reproduzirem em casa o que aprendem no retiro, porque a comida alimenta o corpo e os sentidos – as cores, os cheiros, as texturas, isso tudo deixa-nos mais despertos.”

Lisbon Art Retreat
Lisbon Art Retreat

A experiência física traz muita coisa que o digital não é capaz de dar – traz a proximidade (ainda que limitada nos dias de hoje), traz uma abstracção guiada e uma calma que muitas vezes não é reproduzível em casa, mesmo estando sozinho. Mas na impossibilidade de chegar a todos, Jule pensou também em kits entregues no lar. “Apesar de ter os eventos presenciais, vão sempre ser limitados, muita gente pode não conseguir estar presente. Por isso pensei nessas pessoas e em como é que elas poderiam usufruir desta união entre a arte e o lado mais espiritual”, conta. Os kits serão lançados no final de Novembro e haverá pelo menos três pacotes diferentes, cada um com uma actividade criativa distinta e com o material todo incluído.

Os denominadores comuns a todos os kits serão os vídeos de yoga e meditação, com dicas de acompanhamento da actividade, e as receitas saudáveis, com as listas de compras de tudo o que precisa para seguir à risca as dicas preparadas pela nutricionista. Além disso, incluirá também um diário com indicações diárias, quase motivacionais, sobre como as pessoas se podem valorizar a elas próprias e aos recursos que têm à sua volta. 

Os retiros de vários dias têm já datas marcadas para 12 a 15 de Novembro e depois de 4 a 7 de Fevereiro de 2021 – para um qualquer um deles pode inscrever-se no site (a partir de 75€). Jule tem já planeados novos retiros diários, que serão anunciados em breve, e terão uma regularidade maior, uma vez que “a saúde mental tem de ser cuidada e o corpo precisa de recarregar baterias”. 

+ Coisas para fazer em Lisboa em Novembro

+ Exposições em Lisboa para visitar este fim-de-semana

Últimas notícias

    Publicidade