A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Galeria NAVE,
©Angel BambuGaleria NAVE

Lisbon Art Weekend regressa com um fim-de-semana de quatro dias

O Lisbon Art Weekend volta a levar-nos aos epicentros da arte contemporânea da cidade, com um programa que este ano se estende entre 10 e 13 de Novembro.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

Trinta e seis espaços e mais de 200 artistas nacionais e internacionais. São estes os principais números da próxima edição do Lisbon Art Weekend, que acontece entre 10 e 13 de Novembro, com um programa que inclui exposições, visitas guiadas e conversas. A entrada é gratuita.

Começou por ser um fim-de-semana artístico de três dias, mas este ano a Lisbon Art Week desenhou um roteiro pela arte contemporânea da cidade que acrescenta mais um dia ao programa. Os espaços estão espalhados um pouco por toda a parte e provam a pluralidade de estilos artísticos que se podem encontrar nos quatro cantos de Lisboa, da galeria Underdogs, dedicada à arte urbana, à histórica Galeria 111, fundada em 1964 e que em 2020 se mudou para um espaço renovado.

Segundo a organização, a Lisbon Art Week quer “dar visibilidade ao circuito de arte contemporânea da cidade e à diversidade do trabalho dos artistas que se apresentam nos espaços participantes, promovendo a fusão entre galerias, locais geridos por artistas, equipamentos expositivos municipais e institucionais”. E os visitantes poderão conhecer exposições individuais e colectivas que dão a conhecer “práticas artísticas e curatoriais em diálogo com a actualidade portuguesa e internacional.”

Alguns dos destaques são as exposições de artistas como a brasileira Vanessa da Silva, na galeria Encounter, ou a sul-africana Buhlebezwe Siwani, na galeria Madragoa, assim como algumas actividades paralelas como a performance da artista multidisciplinar Evy Jokhova, na 3+1 Arte Contemporânea e as visitas guiadas pelos artistas Alexandre Estrela (Galeria Bruno Múrias) e Isabel Cordovil (UMA LULIK__) às suas exposições.

As Galerias Municipais de Lisboa marcam presença no Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, espaço que faz parte desta rede artística, com as exposições “Resistência Visual Generalizada – Livros de Fotografia e Movimentos de Libertação: Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Cabo Verde” e "Sarah Maldoror: Cinema Tricontinental Sarah Maldoror, Maya Mihindou, Chloé Quenum, Anna Tje”, ambas focadas nos movimentos de libertação no continente africano, nas décadas de 60 e 70 do século passado. O programa completo pode ser consultado no site oficial do evento.

Lisbon Art Weekend. 10 a 13 de Novembro. Vários locais. Entrada livre.

+ Arquitectura, design e arte: 30 anos de Didier Fiúza Faustino na nova exposição do maat

+ Jardins Abertos abre portas a dez novos espaços verdes de Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade