A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Luzes da Cidade
Adriano Fagundes"Luzes da Cidade"

"Luzes da Cidade": a exposição dos néons e letreiros antigos da cidade está de regresso a Alvalade

Existe uma zona da exposição dedicada aos letreiros míticos do bairro de Alvalade. Pode ser visitada de quinta a domingo de 13 de Agosto a 6 de Setembro.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Depois do confinamento, os antigos letreiros e néons de Lisboa deram finalmente luz a uma exposição em Alvalade durante três semanas. O sucesso ditou o regresso e a exposição pode voltar a ser vista na Stolen Books entre 13 de Agosto e 6 de Setembro. 

Depois de ter sido adiada em Abril, e ter finalmente ganho vida entre 25 de Junho e 12 de Julho na galeria e livraria Stolen Books, em Alvalade, Rita Múrias e Paulo Barata, os dois designers responsáveis pelo projecto, voltam a dar mais uma oportunidade a quem ainda não foi iluminado pela exposição “Luzes da Cidade”. 

Esta dupla tem recolhido nos últimos anos letreiros, néons e reclames – e guardam-nos à espera de um museu, mas enquanto isso vão fazendo exposições como esta. Desde 2014 que encabeçam o projecto Letreiro Galeria, dedicado ao design e lettering urbano: têm guardados mais de 250 letreiros, à espera de um futuro museu que quer contar a história da cidade, dos néons aos vidros pintados, das caixas de luz às letras metálicas. 

A exposição apela à memória colectiva e individual, numa homenagem aos néons que não são apenas decorações de fachadas, mas parte integrante da arquitectura de uma cidade. Há uma zona da exposição dedicada ao bairro de Alvalade, com letreiros da Avenida de Roma e Avenida da Igreja, mas há letreiros de várias ruas lisboetas – da Almirante Reis à Rua da Prata, da Rua Garrett à Rua do Ouro. 

O casal tem na sua posse letreiros como o do Hotel Ritz, Pastelaria Suíça, as letras da antiga livraria Diário de Notícias ou da livraria Aillaud Lello. 

Os dias de visita continuam a ser os mesmo, de quinta a domingo entre as 15.00 e as 19.00. O espaço está pronto para receber visitantes com todas as regras de segurança e de higiene que agora se impõem, como o uso de máscara e o número de visitantes reduzido. 

+ Leia aqui a nova edição da Time Out Portugal e saiba como ser turista na própria cidade

+ Museu do Oriente retoma visitas guiadas aos domingos

Últimas notícias

    Publicidade