A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
maat
©Manuel Manso

MAAT celebra o Dia Internacional dos Museus com "Terra Irada", um novo programa artístico

Por Tiago Neto
Publicidade

O Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia apresenta a partir de segunda-feira, dia 18, um novo programa de música e som com curadoria do crítico e programador Pedro Gomes. Chama-se "Terra Irada", como o fado de Fernando Maurício, e vai prolongar-se até Fevereiro do próximo ano.

O programa foi planeado ainda antes da pandemia, mas a direcção do MAAT decidiu mantê-lo porque "os assuntos que aborda parecem ser ainda mais pertinentes daquilo que já eram antes da crise actual". No entanto, atendendo à presente conjuntura, os locais e plataformas onde tudo se irá desenrolar encontram-se em aberto.

"Nyege Nyege: Uma Nova Esperança" é o primeiro capítulo e vai ser apresentado na segunda-feira, 18, em concordância com as ideias de "diversidade e inclusão" que marcam o Dia Internacional dos Museus 2020. Criada pelos europeus Arlen Dilsizian e Derek Debru em Kampala, no Uganda, a Nyege Nyege dedica-se à promoção das músicas marginais africanas.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por maat (@maatmuseum) a

"[A Nyege Nyege] tem proporcionado meios de produção, um festival, uma estrutura de representação e, sobretudo, vários canais viáveis a partir dos quais culturas insulares e com pouca exposição podem apresentar-se", segundo Pedro Gomes e o MAAT. "Faz parte de um colectivo artístico sedeado em Kampala que inclui uma residência artística e estúdios comunitários, e duas editoras discográficas (Nyege Nyege Tapes e Hakuna Kulala)."

Nesta colaboração com o MAAT vão ser partilhadas seis actuações e DJ sets de artistas ligados à Nyege Nyege, a partir de seis geografias: África do Sul, Mali, Tanzânia, Santa Lúcia nas Caraíbas, Ilha da Reunião e Uganda. Os acontecimentos podem ser acompanhados em directo através do YouTube.

O programa arranca às 16.00 de dia 18 com uma conversa entre Pedro Gomes, Arlen Dilsizian e Derek Debru, com moderação de Shannen SP. As actuações começam a ser transmitidas uma hora depois e prolongam-se até às 21.00. Pelos palcos vão passar Menzi, com Tshipo e Amabhotela, DJ Diaki, Jay Mitta, com MC Anti Vairus, DJ Chengz, Jako Maron e por fim HHY & The Kampala Unit.

"Terra Irada" estará presente no MAAT até dia 28 de Fevereiro de 2021. Todas as actualizações e outras informações sobre os próximos capítulos vão ser partilhadas nas redes sociais do museu.

+ Os melhores concertos online esta semana

+ Estes concertos drive-in da Dinamarca podem ser o futuro da música ao vivo

Últimas notícias

    Publicidade